UFFS realiza 1ª Semana de Coleta de Resíduos Eletroeletrônicos
Postos de coleta estarão disponíveis na Reitoria e no Campus Chapecó, entre os dias 3 e 7 de junho

Publicado em: 22 de maio de 2019 16h05min / Atualizado em: 22 de maio de 2019 17h05min

A Universidade Federal da Fronteira Sul promove, entre os dias 3 e 7 de junho, a 1ª Semana de Coleta de Resíduos Eletroeletrônicos. A campanha é motivada pela comemoração, em 5 de junho, do Dia Mundial do Meio Ambiente. Os postos de coleta estarão dispostos na Reitoria (Avenida Fernando Machado, 108 E, centro de Chapecó) e no Campus Chapecó (Rodovia SC 484, km 02, Bairro Fronteira Sul).

Integrantes da comunidade acadêmica da UFFS e pessoas da comunidade regional poderão descartar qualquer resíduo eletroeletrônico inservível nos pontos de coleta, tais como computadores, impressoras, monitores, celulares, liquidificadores, torradeiras, televisões, pilhas, baterias. Alguns cuidados devem ser tomados no transporte, a fim de evitar acidentes, principalmente com pilhas e baterias. Nesse caso, é recomendável acondicionar os objetos em embalagens plásticas e sacolas, evitando contato direto com esses materiais.

Conforme o chefe do Departamento de Gestão Ambiental, Rudinei Justi, “as pessoas tendem a ter no trabalho ou em casa vários equipamentos eletroeletrônicos que não sabem como descartar. Essa ação tem justamente o objetivo de propiciar à comunidade universitária um local para o descarte correto desses materiais, promovendo a correta destinação final para os recicladores. Sabe-se que esses resíduos, principalmente os eletrônicos, possuem componentes perigosos na sua formulação, que descartados incorretamente ou em contato direto com as pessoas representam riscos à saúde e impactos negativos ao meio ambiente”.

Para Justi, “é importante buscar alternativas que não poluam o meio ambiente e, ainda, através da reutilização, da reciclagem, colocar os 'lixos' de novo no ciclo de produção. Isso diminui o impacto ambiental e preserva os recursos naturais. Assim, por meio dessa campanha, esperamos conscientizar as pessoas da necessidade de descartar corretamente o seu 'lixo'”.