Prograd publica editais para seleção de propostas para programas da Capes
UFFS prepara proposta institucional para PIBID e Residência Pedagógica

Publicado em: 28 de janeiro de 2020 11h01min / Atualizado em: 28 de janeiro de 2020 12h01min

A Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) está preparando as propostas institucionais para continuidade da participação no Programa de Residência Pedagógica e no Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Para isso, participará de editais da Coordenação e concorrerá com outras instituições a 1.320 cotas de bolsas para discentes dos cursos de Licenciatura.

Para preparação das propostas, a Pró-reitoria de Graduação (Prograd) da UFFS publicou dois editais:

- Nº 1 /PROGRAD/UFFS/2020 – seleção e classificação de subprojetos para o Programa Residência Pedagógica;

- Nº 2/PROGRAD/UFFS/2020 – seleção e classificação de subprojetos para o PIBID.

Os cursos de Licenciatura têm até o dia 13 de fevereiro para submeter propostas de participação nos editais. Será selecionado um subprojeto por área e um núcleo por curso de Licenciatura. Os requisitos para submissão das propostas estão especificados nos editais.

De acordo com a diretora de Políticas de Graduação, Rosenei Cella, “todos os cursos de Licenciatura podem concorrer ao edital, pois as áreas que são ofertadas pela UFFS são contempladas pelos editais da CAPES”.

As inscrições deverão ser realizadas pelo e-mail residencia.pedagogica.@uffs.edu.br e pibid@uffs.edu.br, respectivamente, enviando a documentação requerida nos editais.

Os subprojetos serão classificados por comissão externa que avaliará, segundo Rosenei, “os indicadores propostos nos editais da PROGRAD, tais como: interface entre o subprojeto e seus objetivos; indicação de voluntários; metodologia; contribuições das atividades previstas no subprojeto para o desenvolvimento da autonomia do licenciando, entre outros”.

Para a diretora, o PIBID e a Residência Pedagógica já se consolidaram como importantes na formação inicial docente, “possibilitando aos acadêmicos dos cursos de Licenciatura experiências diferenciadas durante seu percurso formativo, posto que promovem a aproximação com a prática da docência e com o cotidiano das escolas públicas. Além disso, os acadêmicos que participam dos programas têm a possibilidade do recebimento de bolsas mensais de R$ 400 por até 18 meses a cada edital da CAPES (com o limite de 96 meses)”.

De acordo com a Pró-reitoria de Graduação da UFFS, em abril a CAPES divulgará as instituições aprovadas, bem como a quantidade de cotas de bolsas disponibilizadas. Caso a CAPES aprove os projetos institucionais da UFFS, em abril serão realizadas as seleções de discentes bolsistas, que a partir de maio estarão aptos ao recebimento de bolsas.