Programa de extensão atendeu 60 alunos de escolas públicas em 2019
Atividades sobre educação ambiental são vinculadas à empresa júnior do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária

Publicado em: 22 de novembro de 2019 10h11min / Atualizado em: 22 de novembro de 2019 12h11min

Neste mês foi realizado o encerramento das atividades de educação ambiental do programa de Extensão “A inserção da empresa júnior de Engenharia Ambiental no atendimento de demandas da comunidade regional”, vinculado à empresa júnior EngTech Jr – Soluções Ambientais, do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária da UFFS - Campus Erechim.

As atividades foram desenvolvidas na Escola Estadual de Ensino Médio São José, de Ponte Preta, e na escola Othelo Rosa, de Erechim, com os alunos das turmas de 6º e 7º ano. Neste ano, participaram do projeto 60 alunos das duas escolas e cinco acadêmicos da UFFS.

Na foto acima, acadêmicas durante atividade na escola de Ponte Preta (Créditos: Arquivo pessoal)

Nesse último período, o projeto abordou a temática de energias, principalmente as fontes renováveis, dentre elas: fotovoltaica, hídrica, térmica e eólica, com o objetivo de sensibilizar sua importância. Por meio de maquetes e jogos foi demonstrado o princípio de funcionamento de cada uma e suas vantagens, bem como as consequências ao meio ambiente. Com isso, os alunos tiveram a oportunidade de conhecer melhor as fontes de energia renováveis existentes, com impacto econômico no dia a dia de suas famílias.

Escola Othelo Rosa também recebeu ações do projeto

A bolsista do programa Cristiane Tessaro, acadêmica do curso de Engenharia Ambiental e Sanitária, diz que, para ela, a participação no projeto foi uma experiência bastante positiva. “Fico muito lisonjeada em aprender e dividir meu conhecimento adquirido na sala de aula, além de ser uma forma de contribuir com a minha região”, conta.

Colaborador do programa, o professor Liérson Borges de Castro complementa que “a educação ambiental é um processo contínuo no desenvolvimento de compreensões, habilidades e ações que resultam na formação do indivíduo”.

Além do tema energias renováveis trabalhado em 2019, nos anos anteriores o projeto abordou a questão dos resíduos sólidos (2017) e do saneamento básico (2018). As atividades desenvolvidas proporcionaram não só a chance de discutir temas relevantes relacionados à educação ambiental, mas também possibilitou momentos com abordagens práticas e ilustrativas que permitiram maior participação das crianças e demais envolvidos.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS