Paisagismo no Campus Erechim: desenvolvimento do valor ecológico, social e visual
Fruto do trabalho em equipe, plantação de espécies nativas integra comunidade acadêmica e auxilia orientação espacial nas vias do campus

Publicado em: 31 de outubro de 2017 10h10min / Atualizado em: 06 de novembro de 2017 08h11min

Desde 2015, com a mudança do centro da cidade para a estrutura definitiva às margens da ERS-135, a UFFS – Campus Erechim tem olhado para o seu paisagismo com um cuidado especial. Hortênsias, ipês, jacarandás, canela e cedro são algumas das espécies nativas que estão sendo plantadas em diferentes espaços, como canteiros, passeios, entre outros.

Foi criada uma comissão para planejar e executar todo o projeto, que objetiva a promoção da função e do desenvolvimento de valor ecológico, social e visual nas vias do Campus. Nesse processo, a equipe valeu-se de espécies nativas e buscou considerar ao máximo a paisagem existente.

De acordo com a professora Angela Favaretto, docente do curso de Arquitetura e Urbanismo e presidente da comissão, mais do que embelezar a estrutura da UFFS, a ideia é de que o paisagismo auxilie na orientação espacial. “Para isso, cada espaço do Campus foi trabalhado com espécies de árvores com cores diferentes”, conta Angela. “A ênfase está nas espécies nativas. Desde que a comissão foi instituída recebemos doações de mudas que estão plantadas pelo Campus.”

A estagiária Juliana França durante o plantio das mudas

Angela explica que o projeto foi desenvolvido tendo o entendimento da paisagem a partir de uma abordagem sistêmica, além da coexistência de valores ecológicos, culturais e visuais. “Qualquer intervenção no meio causa uma alteração morfológica, que resultará em um novo significado ou num diferente valor”, diz.

O plantio de hortênsias roxas nas vias do Campus e também no Restaurante Universitário (RU) já está concluído. Na via principal, que passa pelos Blocos A e B  e contorna o lago até a rótula, também foi utilizada a cor roxa com espécies de jacarandá e de ipê (o trecho do Bloco B ainda está em fase de conclusão). Em frente ao Bloco A foi plantada uma figueira, doada por servidores do Campus, e, nos canteiros, ipê roxo, jacarandá e canafístula.

No caminho entre o estacionamento do Bloco dos Professores e os laboratórios, as covas já abertas receberão ipês amarelos e roxos. O desenho do estacionamento do Bloco dos Professores também foi elaborado pela comissão. Já foram plantadas algumas espécies: quatro jerivás (palmeira para marcar a entrada do estacionamento), ingá-feijão, canela e cedro.

Para o RU foi elaborado o projeto de uma praça, que contará com bancos e árvores frutíferas – doadas pela comunidade acadêmica, muitas delas já estão plantadas. Próximo à parada de ônibus que fica em frente aos Laboratórios, há outra figueira. A próxima etapa é plantar araucárias e erva-mate na via que passa pelos laboratórios.

Marcação das covas para o plantio

Algumas mudas foram doadas pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente, através do Viveiro Municipal. Antes de serem plantadas, as espécies estão sendo acomodadas no bosque do Campus. “Pedimos a colaboração de todos para cuidar delas e para não retirá-las do local sem autorização”, solicita a presidente da comissão.

Além de Angela, a equipe é formada pelos professores Leandro Carlos Ody, Tarita Cira Deboni e Pedro Germano dos Santos Murara, pelos técnicos administrativos em educação Jorge Valdair Psidonik, Maurício da Trindade Viegas e Rodrigo Burin, e pelos alunos Elisabete Cristina Hammes e Élcio Inácio Mota.

“Agradecemos a colaboração de todos os envolvidos, de modo especial aos voluntários, estagiários e estagiárias; Assessoria de Infraestrutura e Gestão Ambiental, por viabilizar a implantação dos projetos; ao Laboratório de Topografia, pela assistência prestada nos levantamentos necessários e marcação das covas; aos jardineiros, que com muita disposição e cuidado fazem a abertura das covas e plantio; e à Secretaria do Meio Ambiente, pela doação de mudas”, registra a professora Angela.

A comissão está lançando uma página no Facebook para divulgar suas ações, projetos e atividades. Há também o e-mail comissao.paisagismo@uffs.edu.br.