Apresentação

Programa de Pós-Graduação em Geografia

Sigla
PPGGEO

Sobre o Curso

O Programa de Pós-Graduação em Geografia (PPGGeo), em seu curso de mestrado, é o primeiro programa em caráter intercampi da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), com funcionamento no Campus Chapecó/SC e no Campus Erechim/RS, duas cidades distantes apenas 100km uma da outra. Tendo sido recomendado pela CAPES em outubro de 2018, o PPGGeo visa proporcionar formação de recursos humanos em Geografia, aprimorando competências acadêmicas e científicas essenciais ao exercício de atividades de pesquisa, docência e outras inerentes ao mundo do trabalho e da vida em sociedade.

Três são os pressupostos iniciais que fomentaram a criação do PPGGeo:

  1. Demanda por profissionais qualificados gerada por instituições de ensino, empresas, movimentos sociais, organizações não governamentais (ONGs) e órgãos públicos da região;
  2. Importância da construção de interfaces com outras áreas do conhecimento e com os saberes populares, mantendo e reforçando a característica da Geografia de ser uma ciência que se preocupa tanto com a relação sociedade-natureza quanto com as expressões socioespaciais que emergem dessa relação, estando aberta ao diálogo interdisciplinar;
  3. Necessidade de crescimento do número de cientistas assim como do impacto da ciência no Brasil, especialmente no que tange à interiorização de centros de excelência em pesquisa.

A partir desses pressupostos, o PPGGeo apresenta-se de modo a oportunizar processos formativos, de pesquisa e de diálogo com a comunidade das regiões Serrana, Oeste Catarinense e Noroeste Sul-Rio-Grandense.

 

Objetivos

O PPGGeo propõe, na perspectiva da pesquisa – a partir da análise e compreensão da natureza, da sociedade e do espaço geográfico – e na perspectiva do ensino – abangendo teorias e metodologias da ciência geográfica –, qualificar profissionais de elevada qualificação acadêmico-científica, capazes de atuar de maneira crítica, comprometida e engajada nos diferentes espaços.

O Programa visa a uma formação acadêmica produtora de conhecimentos que atendam às demandas da sociedade com relação (1) à produção do espaço e às dinâmicas naturais e (2) à produção do espaço urbano-regional, de modo a contribuir com os debates sobre as categorias e conceitos analíticos da Geografia para a compreensão dos processos sociais e/ou naturais e das relações sociedade-natureza, manifestadas nos espaços urbanos e rurais, considerando diferentes escalas analíticas e abordagens e buscando o respeito à pluralidade teórico-metodológica.

Dialoga com essa pretensão, também, o objetivo de tornar oportuna a análise acerca da natureza, da sociedade e do espaço geográfico na perspectiva do ensino, pensado pelo viés da educação geográfica.

O Programa objetiva ainda – em sintonia com o compromisso pedagógico e social da UFFS de ser uma universidade pública e popular – fortalecer a inter-relação com a graduação em Geografia e as áreas afins, contemplando a formação e qualificação de profissionais para atuação na produção de conhecimento.

Isso se fará por meio de atividades de ensino e pesquisa, que potencializarão atividades de extensão universitária, incluindo, para além da formação de pesquisadores e professores do ensino superior, a formação complementar de professores de educação básica, de gestores e técnicos da administração pública, de integrantes de movimentos sociais e sindicatos e de profissionais de áreas correlatas atuantes no setor público, privado ou em frentes comunitárias. Ademais, pretende-se cooperar com ações que visem fortalecer a integração institucional, promovendo a produção do conhecimento acadêmico no/do espaço local e regional e colaborando para a interiorização do acesso aos mais elevados níveis de educação formal em nível de pós-graduação.

Com base nos objetivos supraexpostos, entende-se que o egresso do Programa será capaz de:

- analisar a realidade a partir dos instrumentos teórico-metodológicos da Geografia no que se refere às dinâmicas sociais e naturais do espaço geográfico;

- constituir-se pesquisador, compreendendo-se enquanto agente de produção do espaço geográfico;

- realizar trabalhos de campo de modo sistematizado, em diálogo com as especificidades de sua área de formação e atuação profissional;

- coletar, sistematizar, produzir e interpretar dados e informações no âmbito de pesquisas teórico-empíricas;

- estabelecer diálogos com saberes de outras áreas do conhecimento e com os saberes populares;

-verificar realidades em diferentes escalas espaciais, buscando identificar as problemáticas da produção do espaço urbano-regional e da produção do espaço e das dinâmicas naturais e por meio de estudos analíticos, refletir sobre a realidades e propor alternativas para sua superação;

- integrar-se em equipes de trabalho interdisciplinares, construindo mecanismos para a sua inserção em novos estudos, projetos e proposições de frentes de atuação na perspectiva local e regional;

- no âmbito da prática docente, aprimorar os referenciais teórico-metodológicos e instrumentais que possibilitem reflexões críticas e potencialmente propositivas;

- posicionar-se de modo ético e comprometido na sua área de atuação profissional.

Este perfil é desejável, tanto no âmbito das formações que a UFFS oferece quanto no que tange às demandas regionais, pois serão profissionais qualificados que, uma vez formados, poderão engajar-se na descoberta, descrição, conhecimento, explicação e interpretação das espacialidades naturais e artificiais da vida na Terra.

Com essas capacidades, os egressos poderão ajudar a construir solidariedades entre os povos na perspectiva a partir de ações mais ativa e de forma mais qualificada na educação básica, em instituições de pesquisa e nos movimentos sociais que atuam na região.


Turno
Integral

Duração Mínima
12 meses

Modalidade
Mestrado Acadêmico

Número de vagas anuais
15