Repositório Digital da UFFS entra em funcionamento

A ferramenta possibilita o armazenamento de trabalhos de conclusão de curso, dissertações, artigos e livros, entre outras modalidades de publicação
Diretoria de Comunicação
Publicado em: 17 de maio de 2017 16h05min / Atualizado em: 18 de maio de 2017 09h05min

Com o propósito de tornar pública, gratuita e de acesso livre a produção filosófica, científica, tecnológica, artística e cultural produzida por servidores, discentes e colaboradores, a UFFS está disponibilizando o endereço de seu Repositório Digital (RD). Com o início do funcionamento da ferramenta, será possível o armazenamento de trabalhos de conclusão de curso, monografias, dissertações, teses, artigos, livros e demais modalidades de publicação.

A minuta que resultou no Regulamento do Repositório Digital da UFFS, aprovado na Câmara de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura do Conselho Universitário, começou a ser elaborada em 2015, por uma comissão integrada por representantes do então Departamento de Gestão da Informação (DGI), atualmente Divisão de Bibliotecas, da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação e da Secretaria Especial de Tecnologia da Informação. A minuta foi finalizada em maio de 2016, contemplando as contribuições de várias setores da Instituição.

A criação do Repositório Digital da UFFS foi concebida e regulamentada a partir do que estabelece legislação específica, como a Lei nº 12.527/2011, que regula o acesso a informações, a Lei nº 9.279/96, que regula os direitos e as obrigações relativos à propriedade industrial, a Lei nº 9.609/98, a qual dispõe sobre a proteção da propriedade intelectual de programa de computador e a Lei nº 10.973/2004, sobre a inovação e a pesquisa científica e tecnológica.

Conforme a Política do Repositório Digital da UFFS, o RD/UFFS terá um Comitê Gestor, responsável pela implementação, acompanhamento e avaliação da política, assim como de todas as ações destinadas a seu pleno e adequado funcionamento. Para o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Joviles Trevisol, o repositório institucional “é uma necessidade premente, sobretudo para os programas de Pós-Graduação, pois em 2017 a CAPES fará avaliação quadrienal de todos os programas de Pós-Graduação do país. A visibilidade dos programas é um dos itens a serem verificados. A Capes exige que os programas tenham página institucional e disponibilizem as suas dissertações e teses em acesso livre. Além dessa importância , o RI será muito significativo para a socialização dos trabalhos de conclusão de curso (TCC), monografias, teses, livros, artigos, comunicações em conferências e congressos, maquetes etc.”.

Cabe às bibliotecas de cada um dos campi da UFFS o recebimento, a análise e a inclusão dos arquivos/documentos no RD/UFFS.

Ainda conforme Trevisol, “o RD/UFFS será de acesso livre, desenvolvido por meio de plataforma de software livre e com capacidade de integração com sistemas nacionais e internacionais, observando-se o uso de padrões e protocolos de integração, em especial, aqueles definidos no modelo open archives”.

Acesse o Repositório Digital da UFFS.