Acervo de herbário do Campus Realeza passa a integrar plataforma digital
A Coleção Biológica Realeza possui 1.161 materiais informatizados e disponibilizados on-line, pertencem a 130 famílias, 438 nomes científicos. As amostras foram coletadas em 26 municípios da região Sudoeste e agora estão disponíveis de forma livre e aberta.

Assessoria de Comunicação do Campus Realeza

Publicado em: 17 de março de 2017 10h03min / Atualizado em: 17 de março de 2017 15h03min

Compartilhar página Compartilhar via Facebook Compartilhar via Twistter Compartilhar via Google Plus

Com 1.161 amostras de plantas, o herbário da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) - Campus Realeza é um dos mais recentes a integrar a rede de coleções on-line do INCT Herbário Virtual da Flora e dos Fungos do Brasil. As amostras foram coletadas em 26 municípios da região Sudoeste do Paraná e agora estão disponíveis de forma livre e aberta pela plataforma virtual que abriga coleções biológicas nacionais e internacionais.

O Herbário Real, projeto de pesquisa responsável pela constituição da coleção, armazena a vida vegetal da região para fomentar, de maneira prática, pesquisas relacionadas a todas as áreas da ciência que utilizam plantas em seus estudos, como estudos farmacológicos, químicos, ecológicos, entre outros. "O estado do Paraná, assim como outros estados, reduziu muito sua área de vegetação, mas ainda restam pequenas manchas verdes que podem abrigar espécies raras ou em extinção, por isso a importância da preservação e da conservação, para subsidiar estudos em diversas áreas", destaca a professora Berta Lúcia Pereira Villagra, coordenadora do projeto de pesquisa.

A coleção biológica iniciou em 2013, sendo as coletas realizadas por professores e estudantes durante atividades práticas a campo para atender os componentes curriculares de Botânica. "Em 2014, surgiu o interesse em organizar a coleção, permitindo referenciar a flora da região de fronteira que é desconhecida exceto por pequenas informações do Parque Nacional do Iguaçu", explica Villagra.

Pelo Herbário Virtual da Flora e dos Fungos do Brasil é possível verificar as espécies cadastradas, o local onde foram coletadas, o responsável pela coleta e, em breve, será possível visualizar a planta ou as flores digitalizadas, além de outros dados científicos. A Coleção Biológica Realeza possui 1.161 materiais informatizados e disponibilizados on-line, pertencem a 130 famílias, 438 nomes científicos.

De acordo com Villagra, "o herbário conta 98 espécimes de briófitas, 18 samambaias, fungos e algas estão em processo de triagem. O acervo está informatizado e 95,01% georreferenciadas, porém 42,55% são suspeitas e indicam revisão". Além disso, foram identificadas três espécies ameaçadas de extinção: a coronilha (tipo de árvore que apresenta tronco com folhas e espinhos), o bútia-capitata-maior (tipo de palmeira), e a Senecio Langei Malme (tipo de planta com flores amarelas).

Confecção das amostras

Depois de coletadas, as plantas que compõem o herbário da UFFS - Campus Realeza passam por um processo para tornarem-se exsicata, que é a amostra seca prensada e fixada em cartolina manualmente, todas recebem catalogação e são etiquetadas com informações para estudos botânicos.

A identificação da planta é composta por informações da família, nome científico, nome vulgar, local e data da coleta, nome do coletor, e ainda apresenta as características morfológicas e informações ecológicas do exemplar.