Semana de 4 de julho a 9 de julho

De 04 de julho de 2022 até 09 de julho de 2022

CONSCER
PROPLAN
CONSUNI
GR
CONSUNI CGAE
CONSUNI CAPGP
GDIR ER
PROPEPG
CONSUNI CPPGEC
PROAD
CONCUR
PROGRAD
ACAD ER
DIR CH
SUCL
CONSCLS

CONSCER

ATA DA 5ª SESSÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO DE CAMPUS DE 2022

Aos cinco dias do mês de julho de dois mil e vinte e dois, às treze horas e trinta minutos, no Auditório do Bloco B, da Universidade Federal da Fronteira Sul, sito na ERS 135 – KM 72 – Nº 200, em Erechim/RS, foi realizada a 5ª Sessão Ordinária de 2022, do Conselho de Campus da UFFS – Campus Erechim. A sessão foi presidida pelo professor Luís Fernando Santos Corrêa da Silva, Diretor do Campus Erechim e Presidente do Conselho de Campus. Fizeram-se presentes à sessão, os seguintes conselheiros: Sandra Simone Höpner Pierozan (Coordenadora Acadêmica); Elizabete Maria da Silva Pedroski (Coordenadora Administrativa); Guilherme Rodrigues Bruno (Coordenador do Curso de Arquitetura e Urbanismo); Marilia Teresinha Hartmann (Coordenadora do Curso de Ciências Biológicas); Gustavo Giora (Coordenador do Curso de Ciências Sociais); Cristiane Funghetto Fuzinatto (Coordenadora do Curso de Engenharia Ambiental e Sanitária); Alcione Roberto Roani (Coordenador do Curso de Filosofia); José Mário Leal Martins Costa (Coordenador Adjunto do Curso de Geografia – Bacharelado); Ana Maria de Oliveira Pereira (Coordenadora do Curso de Geografia – Licenciatura); Caroline Rippe de Mello Klein (Coordenadora do Curso de História); Cláudia Adriana da Silva (Coordenadora do Curso Interdisciplinar em Educação do Campo); Lidiane Limana Puiati Pagliarin (Coordenadora do Curso de Pedagogia); Valdecir José Zonin (Coordenador do Curso de Pós-Graduação Stricto Sensu Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental); Thiago Ingrassia Pereira (Coordenador do Curso de Pós-graduação Stricto Sensu Mestrado Profissional em Educação); Zoraia Aguiar Bittencourt (Coordenadora do Curso de Pós-graduação Stricto Sensu Mestrado Interdisciplinar em Ciências Humanas); Humberto José da Rocha, Matheus Fernando Mohr e Tarita Cira Deboni (Representantes Docentes); Bruno Zucuni Prina e Jorge Valdair Psidonik (Representantes Técnico-Administrativos); e, Sandra Regina Picoli Ostrovski (Representante da Comunidade Regional). Compareceram à sessão, os seguintes representantes suplentes, no exercício da titularidade: Eloi Pedro Fabian (Representante Docente); e, Sheila Marques Duarte Bassoli (Representante Técnico-Administrativo). Não compareceram à sessão, por motivo justificado, os seguintes conselheiros: João Paulo Peres Bezerra (Coordenador do Curso de Geografia – Bacharelado); Andréia Inês Hanel Cerezoli (Representante Docente); e, Ana Paula Modesto (Representante Técnico-Administrativo). Não compareceram à sessão, os seguintes conselheiros: Bernardo Berenchtein (Coordenador do Curso de Agronomia); Marlon Brandt (Coordenador do Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Geografia); Ricieri Jose Pinto Benedetti, Diego Chaves Rodrigues e William Da Luz (Representantes Discentes); e, José Valério Cavalli (Representante da Comunidade Regional). Após conferência do quórum regimental, o Presidente do Conselho de Campus declarou aberta a sessão, passando-se, de imediato, ao expediente. 1. EXPEDIENTE. 1.1. Apreciação de atas de sessões anteriores. 1.1.1. Ata da 4ª Sessão Ordinária de 2022. Inicialmente, foi apreciada a Ata da 4ª Sessão Ordinária de 2022. Não havendo considerações, a ata foi aprovada. 1.2. Informes. Na sequência, foram realizados os informes. 1.2.1. Direção. O Diretor do Campus comunicou que a partir do dia 1º de julho, iniciou o período eleitoral que traz uma série de implicações nas atividades da universidade. Destacou que a Reitoria encaminhou uma instrução indicando as regras que devem ser observadas. A Coordenadora Acadêmica apresentou aos presentes algumas informações relativas aos resultados obtidos por meio do edital de transferências e retornos de estudantes da graduação. Também destacou que houve 18 projetos de monitoria inscritos em edital específico. Por fim, salientou que há 14 dias foi realizada a abertura da Conferência das Licenciaturas, momento no qual foi deflagrado um movimento de debate acerca destes cursos. A Coordenadora Administrativa relatou aos conselheiros a situação dos processos de licitação relativos às obras. Expôs também como estão sendo tratados os problemas ocasionados pela empresa vencedora da licitação de manutenção predial, tendo em vista que a mesma não está atendendo as demandas encaminhadas pela universidade. 1.2.2. Comissões. Não houve informes de comissões. 1.2.3. Gerais. A conselheira Sheila Marques Duarte Bassoli informou que, no dia 20/07/2022, o SIASS estará promovendo uma atividade de integração com os docentes do Campus. No dia 12/07/2022, o SIASS também realizará uma festa junina para todos os servidores. 2. ORDEM DO DIA. Em seguida, foi exposta a ordem do dia. O Presidente do Conselho de Campus apresentou a solicitação de inclusão dos seguintes pontos de pauta: a) Homologação de indicação à Comissão de Acompanhamento do Plano de Mobilidade Urbana de Erechim; b) Homologação da composição do Colegiado do Curso de Filosofia; e, c) Parecer acerca de processo de remoção. O conselheiro Bruno Zucuni Prina solicitou que o item “c” fosse inserido como primeiro ponto da pauta. A conselheira Sheila Marques Duarte Bassoli solicitou que o ponto de pauta relativo aos critérios para implantação do Plano de Gestão fosse antecipado para o segundo item da pauta. Não havendo manifestações em contrário, a pauta foi aprovada com as alterações sugeridas, passando-se, de imediato, à apreciação do primeiro item. 2.1. Parecer acerca de processo de remoção. Inicialmente, o conselheiro Bruno Zucuni Prina apresentou o Parecer Nº 03/2022-CAPPRR-ER, relativo ao Processo Nº 23205.008501/2022-57, referente à solicitação de remoção da servidora Adriana Dervanoski, Professora do Magistério Superior, do Campus Erechim para o Campus Chapecó. Em seu parecer, considerando a manifestação positiva da Coordenação Acadêmica da UFFS – Campus Erechim e do Colegiado do Curso de Graduação em Engenharia Ambiental e Sanitária – Bacharelado; a CAPPRR-ER manifestou-se favorável à solicitação de remoção da servidora Adriana Dervanoski, do Campus Erechim para o Campus Chapecó, em contrapartida do código de vaga para atuação na mesma área de conhecimento da requerente e que permita provimento imediato. O parecer foi submetido à apreciação do plenário, sendo o mesmo aprovado. 2.2. Critérios para implantação do Plano de Gestão no Campus Erechim. Ato contínuo, o Presidente do Conselho de Campus apresentou o Ofício Nº 31/2022-CONSC-ER, referente aos critérios para implantação do Plano de Gestão no Campus Erechim. Destacou que os seis primeiros meses serão de experiência e que, no Campus Erechim, os servidores poderão aderir somente ao regime de execução parcial do teletrabalho. Por meio do referido documento, a Direção do Campus apresentou uma proposta de resolução com os critérios relativos ao Plano de Gestão. Havendo acordo, o plenário aprovou a proposta de resolução nos termos propostos. Durante a discussão da matéria, mesmo considerando que as chefias de setores e assessorias serão as responsáveis pelo controle e resolução de eventuais problemas, os conselheiros sugeriram a constituição de uma comissão local para acompanhar a implantação do Plano de Gestão no Campus, bem como, a criação de um e-mail para que eventuais problemas sejam reportados. Conforme decisão do plenário, essas sugestões deverão ser analisadas e encaminhadas administrativamente. 2.3. Homologação de indicação ao Conselho Consultivo do Parque Natural Municipal Mata do Rio Uruguai Teixeira Soares de Marcelino Ramos. A seguir, foi apresentada a indicação do professor Antonio Valmor de Campos para representar a UFFS – Campus Erechim junto ao Conselho Consultivo do Parque Natural Municipal Mata do Rio Uruguai Teixeira Soares de Marcelino Ramos, na condição de suplente. Havendo acordo, a indicação foi homologada. 2.4. Homologação da composição do Colegiado do Curso de Ciências Biológicas. De imediato, foi apresenta do Ofício Nº 03/2022-CCCBB-ER, relativo à composição do Colegiado do Curso de Ciências Biológicas. Após apreciação do plenário, a composição do colegiado foi homologada, conforme segue: I. Coordenadora: Marilia Teresinha Hartmann; II. Coordenadora Adjunta: Denise Cargnelutti; III. Coordenador de estágios: Renata Portugal Oliveira; IV. Representantes do Domínio Específico: Cherlei Marcia Coan (titular) e Lisandra Almeida Lisovski (suplente), Paulo Afonso Hartmann (titular) e Anderson André Genro Alves Ribeiro (suplente), Gerônimo Rodrigues Prado (titular) e Saionara Eliane Salomoni (suplente); V. Representantes do Domínio Comum: Andréia Inês Hanel Cerezoli (titular) e Isabel Rosa Gritti (suplente); VI. Representantes do Domínio Conexo: Cristiane Funghetto Fuzinatto (titular); VII. Representantes Discentes: Guilherme Felicioni Ferreira (titular) e Maicon Cesar Chinazzo Baú (suplente); VIII. Representantes Técnico-Administrativos em Educação: Flávia Bernardo Chagas (titular) e Guilhermo Romero (suplente). 2.5. Revisão da minuta do Regimento do Campus Erechim. Na sequência, a conselheira Cláudia Adriana da Silva apresentou o Parecer Nº 03/2022-CONSC-ER, referente à revisão da minuta do Regimento do Campus Erechim. Em seu parecer, a comissão relatora apresentou uma versão substitutiva da minuta do regimento, manifestando-se, em seu voto, favoravelmente ao encaminhamento dessa versão ao Conselho Universitário. O parecer foi submetido à apreciação do plenário, sendo aprovado. 2.6. Proposta de homenagem póstuma a servidores do Campus Erechim. A seguir, o conselheiro Éverton de Moraes Kozenieski apresentou o Parecer Nº 02/2022-CONSC-ER, referente à proposta de homenagem póstuma a servidores do Campus Erechim. Após discussão da matéria, que se concentrou principalmente na necessidade de padronização ou não das homenagens, o parecer foi submetido à votação. Em regime de votação, foram registrados 17 (dezessete) votos favoráveis ao parecer, 03 (três) votos desfavoráveis e 02 (duas) abstenções. A partir do resultado da votação, ficou definido que as homenagens sugeridas no parecer, bem como a criação de uma comissão para elaborar e propor regramentos para a realização de homenagens, deverão ser encaminhadas administrativamente. Se houver algum impedimento na realização das ações, o Conselho de Campus deverá ser informado. 2.7. Desligamento de conselheiros devido a faltas sem motivo justificado. Ato contínuo, o Presidente do Conselho de Campus relatou que, conforme Art. 9º, §3º, da Resolução Nº 09/CONSC-ER/UFFS/2015 (Regimento Interno do Conselho de Campus), foram emitidas notificações aos seguintes conselheiros discentes, devido a faltas em sessões ordinárias sem motivo justificado: a) Ricieri Jose Pinto Benedetti (titular) e Alexandre Drews (suplente) – Notificação Nº 01/2022-CONSC-ER; e, b) William Da Luz (titular) e Victor Matheus Dos Santos Lopes (suplente) – Notificação Nº 02/2022-CONSC-ER. Considerando que os conselheiros não encaminharam recurso no prazo estabelecido na notificação, o plenário deliberou pelo desligamento dos mesmos do Conselho de Campus. Na próxima sessão ordinária, deverá ser constituída comissão eleitoral para realização da escolha de novos representantes, nos termos do Parágrafo Único, Art. 4º, da Resolução Nº 42/CONSCER/UFFS/2016. 2.8. Realização de reuniões de colegiados e NDEs de modo remoto/presencial. A seguir, conforme solicitação da Coordenação Acadêmica, foi discutida a possibilidade de realização de reuniões de colegiados e NDEs de modo remoto ou presencial. A discussão baseou-se na Portaria Nº 2308/GR/UFFS/2022, que estabelece diretrizes gerais para a elaboração de Planos de Atividades Administrativas e Acadêmicas com vistas ao enfrentamento de doenças contagiosas. Durante o debate, alguns conselheiros manifestaram-se favoravelmente à possibilidade de flexibilizar o formato de realização das reuniões de colegiados, possibilitando a realização em formato remoto. Por outro lado, alguns conselheiros destacaram que as reuniões presenciais propiciam a realização de debates mais produtivos. Assim, colocou-se em votação se as reuniões de colegiados deveriam ocorrer somente no formato presencial, com exceção de membro que esteja em atividade externa previamente autorizada. Em regime de votação, foram registrados 11 (onze) votos favoráveis à realização das reuniões de colegiado de modo presencial, com a exceção mencionada, 04 (quatro) votos contrários e 01 (uma) abstenção. Dessa forma, a partir da proposta apresentada pela Coordenação Acadêmica, com relação aos cursos de graduação, ficou definido que: a) As bancas de avaliação de TCC e estágios devem ser realizadas presencialmente, permitindo a participação do avaliador(a) externo(a) no modo remoto, utilizando a plataforma Webex; b) As orientações realizadas pelos docentes (TCC, estágios e outras) podem ocorrer de modo remoto ou presencial, a critério dos respectivos colegiados; c) As reuniões de colegiado devem ser realizadas em formato presencial, sendo possível a participação de membro em modo remoto quando em atividades externas previamente autorizadas; d) As reuniões de NDEs, fóruns, GTs, comissões e demais instâncias não deliberativas poderão ser realizadas em modo remoto. Com relação aos programas de pós-graduação, ficou estabelecido que: a) As reuniões de colegiado devem ser realizadas em formato presencial sendo possível a participação de membro em modo remoto quando em atividades externas previamente autorizadas; b) As reuniões de fóruns, GTs, comissões e demais instâncias não deliberativas poderão ser realizadas em modo remoto. 2.9. Revisão mensal do Nível de Segurança Operacional (NSO). Ato contínuo, o plenário acordou pela manutenção do Nível de Segurança Operacional (NSO) 1, nos termos da Resolução Nº 99/CONSC-ER/UFFS/2021. 2.10. Homologação de indicação à Comissão de Acompanhamento do Plano de Mobilidade Urbana de Erechim. De imediato, foi apresentada a indicação do professor Pedro Eugenio Gomes Boehl para representar a UFFS – Campus Erechim junto à Comissão de Acompanhamento do Plano de Mobilidade Urbana de Erechim. Havendo acordo, a indicação foi homologada. 2.11. Homologação da composição do Colegiado do Curso de Filosofia. A seguir, foi apresentado o Ofício Nº 21/2022-CCLF-ER, relativo à composição do Colegiado do Curso de Filosofia. Após apreciação do plenário, a composição foi homologada, conforme segue: I. Coordenador: Alcione Roberto Roani; II. Coordenador Adjunto: Ilton Benoni da Silva; III. Coordenador de Estágios: Celso Eidt; IV. Representantes do Domínio Específico: Bruno Ramos Mendonça (titular) e Eloi; Pedro Fabian (suplente), Joice Beatriz da Costa (titular) e Thiago Soares Leite (suplente), Marcio Soares (titular) e Antonio Valmor de Campos (suplente); V. Representantes do Domínio Comum: Gustavo Giora (titular) e Andréia Inês Hanel Cerezoli (suplente); VI. Representantes do Domínio Conexo: Maria Silvia Cristofoli (titular); VII. Representantes Discentes: Sabrina Delfin Dias Pinto (titular) e Guilherme Gritti de Jesus (suplente); VIII. Representantes Técnico-Administrativos em Educação: Janecler do Prado (titular) e Cleudes Fátima Bresolin Hubner (suplente). 2.12. Diagnóstico e planejamento da Pós-Graduação no Campus Erechim. Por fim, em virtude do tempo da sessão ter atingido seu teto, ficou definido que este ponto de pauta será apreciado no início da próxima sessão ordinária do Conselho de Campus. Nada mais havendo a constar, eu, Daniel Bazzotti, Secretário Executivo do Conselho de Campus, lavrei a presente ata que, depois de apresentada e aprovada, vai devidamente assinada. Erechim/RS, 05 de julho de 2022.

Erechim-RS, 05 de julho de 2022.

Luís Fernando Santos Corrêa da Silva

Presidente do Conselho de Campus Erechim

Documento Histórico

ATA Nº 6/CONSCER/UFFS/2022

Estabelece diretrizes gerais para realização de atividades administrativas e acadêmicas no âmbito dos cursos de graduação e pós-graduação do Campus Erechim

O PRESIDENTE DO CONSELHO DE CAMPUS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL - CAMPUS ERECHIM, no uso de suas atribuições legais, considerando o término da vigência das regras acadêmicas para o período da Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN), a Portaria Nº 2308/GR/UFFS/2022 e a decisão tomada na 5ª Sessão Ordinária de 2022, realizada em 05 de julho de 2022,

 RESOLVE:

 Art. 1º ESTABELECER as seguintes diretrizes gerais para realização de atividades administrativas e acadêmicas no âmbito dos cursos de graduação e pós-graduação do Campus Erechim:

I – Cursos de Graduação:

a) As bancas de avaliação de TCC e estágios devem ser realizadas presencialmente, permitindo a participação do avaliador(a) externo(a) no modo remoto, utilizando a plataforma Webex;

b) As orientações realizadas pelos docentes (TCC, estágios e outras) podem ocorrer de modo remoto ou presencial, a critério dos respectivos colegiados;

c) As reuniões de colegiado devem ser realizadas em formato presencial, sendo possível a participação de membro em modo remoto quando em atividades externas previamente autorizadas;

d) As reuniões de NDEs, fóruns, GTs, comissões e demais instâncias não deliberativas poderão ser realizadas em modo remoto.

II – Programas de Pós-Graduação:

a) As reuniões de colegiado devem ser realizadas em formato presencial sendo possível a participação de membro em modo remoto quando em atividades externas previamente autorizadas;

b) As reuniões de fóruns, GTs, comissões e demais instâncias não deliberativas poderão ser realizadas em modo remoto.

 Art. 2º Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação.

Erechim-RS, 05 de julho de 2022.

Luís Fernando Santos Corrêa da Silva

Presidente do Conselho de Campus Erechim

Homologa a composição do Colegiado do Curso de Ciências Biológicas - Bacharelado

O PRESIDENTE DO CONSELHO DE CAMPUS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL - CAMPUS ERECHIM, no uso de suas atribuições legais, considerando o Ofício Nº 03/2022-CCCBB-ER e a decisão tomada na 5ª Sessão Ordinária de 2021, realizada em 05 de novembro de 2021,

RESOLVE:

Art. 1º HOMOLOGAR a composição do Colegiado do Curso de Ciências Biológicas - Bacharelado, conforme segue:

I. Coordenadora: Marilia Teresinha Hartmann;

II. Coordenadora Adjunta: Denise Cargnelutti;

III. Coordenador de estágios: Renata Portugal Oliveira;

IV. Representantes do Domínio Específico: Cherlei Marcia Coan (titular) e Lisandra Almeida Lisovski (suplente), Paulo Afonso Hartmann (titular) e Anderson André Genro Alves Ribeiro (suplente), Gerônimo Rodrigues Prado (titular) e Saionara Eliane Salomoni (suplente);

V. Representantes do Domínio Comum: Andréia Inês Hanel Cerezoli (titular) e Isabel Rosa Gritti (suplente);

VI. Representantes do Domínio Conexo: Cristiane Funghetto Fuzinatto (titular);

VII. Representantes Discentes: Guilherme Felicioni Ferreira (titular) e Maicon Cesar Chinazzo Baú (suplente);

VIII. Representantes Técnico-Administrativos em Educação: Flávia Bernardo Chagas (titular) e Guilhermo Romero (suplente).

Art. 2º Fica revogada a Resolução Nº 90/CONSC-ER/UFFS/2021.

Art. 3º Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação.

Erechim-RS, 05 de julho de 2022.

Luís Fernando Santos Corrêa da Silva

Presidente do Conselho de Campus Erechim

Homologa a composição do Colegiado do Curso de Filosofia – Licenciatura

O PRESIDENTE DO CONSELHO DE CAMPUS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL - CAMPUS ERECHIM, no uso de suas atribuições legais, considerando o Ofício Nº 21/2022-CCLF-ER e a decisão tomada na 5ª Sessão Ordinária de 2022, realizada em 05 de julho de 2022,

RESOLVE:

Art. 1º HOMOLOGAR a composição do Colegiado do Curso de Filosofia - Licenciatura, conforme segue:

I. Coordenador: Alcione Roberto Roani;

II. Coordenador Adjunto: Ilton Benoni da Silva;

III. Coordenador de Estágios: Celso Eidt;

IV. Representantes do Domínio Específico: Bruno Ramos Mendonça (titular) e Eloi; Pedro Fabian (suplente), Joice Beatriz da Costa (titular) e Thiago Soares Leite (suplente), Marcio Soares (titular) e Antonio Valmor de Campos (suplente);

V. Representantes do Domínio Comum: Gustavo Giora (titular) e Andréia Inês Hanel Cerezoli (suplente);

VI. Representantes do Domínio Conexo: Maria Silvia Cristofoli (titular);

VII. Representantes Discentes: Sabrina Delfin Dias Pinto (titular) e Guilherme Gritti de Jesus (suplente);

VIII. Representantes Técnico-Administrativos em Educação: Janecler do Prado (titular) e Cleudes Fátima Bresolin Hubner (suplente).

Art. 2º Fica revogada a Resolução Nº 121/CONSC-ER/UFFS/2022.

Art. 3º Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação.

Erechim-RS, 05 de julho de 2022.

Luís Fernando Santos Corrêa da Silva

Presidente do Conselho de Campus Erechim

Estabelece o Nível de Segurança Operacional (NSO) do Campus Erechim

O PRESIDENTE DO CONSELHO DE CAMPUS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL - CAMPUS ERECHIM, no uso de suas atribuições legais, considerando a Resolução Nº 77/CONSUNI/UFFS/2021, a Resolução Nº 99/CONSC-ER/UFFS/2022 e a decisão tomada na 5ª Sessão Ordinária de 2022, realizada em 05 de julho de 2022,

RESOLVE:

Art. 1º ESTABELECER o Nível 1, relativo ao Nível de Segurança Operacional (NSO), conforme o Anexo I da Resolução 77/CONSUNI/UFFS/2021, considerando Decreto Nº 55.882, de 15 de maio de 2021, que institui o Sistema de Avisos, Alertas e Ações, no Estado do Rio Grande do Sul, e a Portaria Conjunta SES e SEDUC 01/2021, no transcurso de suas vigências.

Art. 2º Fica revogada a Resolução Nº 125/CONSC-ER/UFFS/2022.

Art. 3º Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação.

Erechim-RS, 05 de julho de 2022.

Luís Fernando Santos Corrêa da Silva

Presidente do Conselho de Campus Erechim

Aprova os critérios para adesão ao Programa de Gestão da Universidade Federal da Fronteira Sul - Campus Erechim, consoante ao disposto na Instrução Normativa nº 65/2020-SGDP/ME e na Resolução Nº 37/CONSUNI-CAPGP/UFFS/2022

O PRESIDENTE DO CONSELHO DE CAMPUS ERECHIM DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais, considerando:

a. o Decreto nº 1.590, de 10 de agosto de 1995, que dispõe sobre a jornada de trabalho dos servidores da Administração Pública Federal direta, das autarquias e das fundações públicas federais, e dá outras providências; e

b. a Instrução Normativa nº 65/2020-SGDP/ME, de 30 de junho de 2020, que estabelece orientações, critérios e procedimentos gerais a serem observados pelos órgãos e entidades integrantes do Sistema de Pessoal Civil da Administração Federal - SIPEC relativos à implementação de programa de gestão,

c. a Resolução nº 37/CONSUNI CAPGP/UFFS/2022, Aprova e dispõe sobre as normas e procedimentos gerais do Programa de Gestão da Universidade Federal da Fronteira Sul, consoante ao disposto na Instrução Normativa nº65/2020-SGDP/ME,

d. a decisão tomada na 5ª Sessão Ordinária do Conselho de Campus de 2022, realizada em 05 de julho de 2022,

RESOLVE:

Art. 1º APROVAR os critérios para adesão dos servidores técnico-administrativos do Campus Erechim ao Programa de Gestão da Universidade Federal da Fronteira Sul:

I - Fica estabelecido que a UFFS - Campus Erechim adotará o Programa de Gestão em regime de experiência do dia 1º de julho a 30 de novembro de 2022. A opção justifica-se devido à necessidade de adaptação do Programa de Gestão às rotinas da UFFS - Campus Erechim;

II - Os setores e assessorias administrativas devem manter o atendimento presencial, conforme os horários e turnos em vigência, de modo que o teletrabalho não poderá implicar na ausência de atendimento na estrutura física da UFFS - Campus Erechim;

III - Durante o período de experiência, o regime de execução do teletrabalho deverá ser exclusivamente no regime de execução parcial, organizado no formato mensal, por meio do plano de trabalho, considerando a proporcionalidade de no mínimo 50% de trabalho presencial e até 50% de teletrabalho;

IV - Em relação à organização dos setores e assessorias administrativas, estabelece-se que o servidor que aderir ao Programa de Gestão deverá realizar as suas atividades no regime presencial no mínimo 02 (dois) dias durante a semana, observadas as necessidades de oferta de atendimento presencial e a proporcionalidade mensal estabelecida no Inciso III, Art. 1º, desta Resolução.

Art. 2º Na UFFS - Campus Erechim, o teletrabalho não poderá:

I - abranger atividades cuja natureza exija a presença física do(a) participante na unidade;

II - reduzir a capacidade de atendimento de setores e assessorias administrativas que atendem ao público interno e externo.

Art. 3º Na sessão do Conselho de Campus de novembro de 2022, a Direção de Campus deverá apresentar ao pleno do Conselho de Campus Erechim o relatório de avaliação do período de experiência do Plano de Gestão, de modo a subsidiar a implantação do Programa de Gestão em seu formato integral.

Art. 4º Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação e terá vigência até 30 de novembro de 2022.

Erechim-RS, 05 de julho de 2022.

Luís Fernando Santos Corrêa da Silva

Presidente do Conselho de Campus Erechim

Desliga membros do Conselho de Campus em virtude de faltas não justificadas

O PRESIDENTE DO CONSELHO DE CAMPUS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL - CAMPUS ERECHIM, no uso de suas atribuições legais, considerando a Resolução Nº 09/CONSC-ER/UFFS/2015 e a decisão tomada na 5ª Sessão Ordinária de 2022, realizada em 05 de julho de 2022,

RESOLVE:

Art. 1º DESLIGAR os seguintes membros do Conselho de Campus, em virtude de faltas não justificadas, nos termos do §3º, Art. 9º, da Resolução Nº 09/CONSC-ER/UFFS/2015:

I – Representantes discentes:

a) Ricieri Jose Pinto Benedetti (titular) e Alexandre Drews (suplente) – Notificação Nº 01/2022-CONSC-ER

b) William da Luz (titular) e Victor Matheus Dos Santos Lopes (suplente) – Notificação Nº 02/2022-CONSC-ER

Art. 2º Esta resolução entra em vigor na data de sua publicação.

Erechim-RS, 05 de julho de 2022.

Luís Fernando Santos Corrêa da Silva

Presidente do Conselho de Campus Erechim

PROPLAN

Designa servidores para atuar como Coordenadores responsáveis por acompanhar o andamento e a execução do Convênio, Processo nº 23205.019283/2022-86.

O PRÓ-REITOR DE PLANEJAMENTO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições e tendo em vista a delegação de competência do Magnífico Reitor através da Portaria nº 661/GR/UFFS/2012, de 19 de junho de 2012, publicada no Boletim Oficial da UFFS,

 

RESOLVE:

 

Art. 1º DESIGNAR os servidores abaixo relacionados para, com observância da legislação vigente, atuar como Coordenadores do Convênio, decorrente do Processo nº 23205.019283/2022-86, entre a Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), e a 094 ª Zona Eleitoral – TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SANTA CATARINA:

 

I – coordenação:

a) Coordenador Titular: Ivan Ramos, Assistente em Administração, Siape 32699743;

b) Coordenadora Substituta: Flávia Aigner Pan, Administradora, Siape 19275552.

 

 

Art. 2º Os Coordenadores serão os responsáveis pela execução das atividades, elaboração de relatórios e prestação de contas do objeto firmado.

 

Art. 3º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação no Boletim Oficial da UFFS.

 

Chapecó-SC, 07 de julho de 2022.

Liandro Pedro Luft

Pró-Reitor de Planejamento em exercício

CONSUNI

ATA DA 4ª SESSÃO EXTRAORDINÁRIA DE 2022 DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSUNI) DA UFFS

Apreciação de documentação sigilosa, sessão de caráter reservado, nos termos do Art. 25 do Regimento Interno do CONSUNI:

Art. 25. As sessões do CONSUNI, ou parte delas, poderão ocorrer em caráter reservado, quando se tratar de apreciação de documentação sigilosa, conforme a legislação vigente.

§ 1ºO caráter reservado deverá ser definido e informado previamente na convocação e/ou na pauta.

§ 2º Terão acesso à documentação sigilosa somente os membros e a Secretaria do Conselho ou da Câmara Temática, além dos diretamente interessados na matéria.”

Chapecó-SC, 07 de julho de 2022.

Marcelo Recktenvald

Presidente do Conselho Universitário

Aprova o Regulamento de Afastamento para Participação Docente em Programas de Pós-Graduação e Pós-Doutoramento.

O PRESIDENTE DO CONSELHO UNIVERSITÁRIO (CONSUNI) DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais, considerando o seu Regimento Interno e o Processo 23205.006965/2021-48,

 

RESOLVE:

 

Art. 1º Aprovar o Regulamento de afastamento para participação docente em programa de pós-graduação e pós-doutoramento, conforme o Anexo I desta Resolução.

 

Art. 2º Fica revogada a Resolução Conjunta nº 1/CONSUNI CGRADCPPG/UFFS/2015, de 10 de agosto de 2015, a Resolução Conjunta nº 1/CONSUNI CGAE CPPGEC/UFFS/2018, de 10 de julho de 2018, a Resolução Conjunta nº 1/CONSUNI CGAE CPPGEC/UFFS/2019, de 28 de março de 2019 e a Resolução nº 10/CONSUNI CPPGEC/UFFS/2020, de 10 de agosto de 2020.

 

Art. 3º Esta Resolução entra em vigor no dia 1º de agosto de 2022.

 

Sala das Sessões do Conselho Universitário (por meio de sistema de videoconferência Webex), 5a Sessão Ordinária, em Chapecó-SC, 24 de junho de 2022.

 

 

MARCELO RECKTENVALD

Presidente do Conselho Universitário


ANEXO I

RESOLUÇÃO Nº 102/CONSUNI/UFFS/2022, DE 4 DE JULHO DE 2022

 

 

REGULAMENTO DE AFASTAMENTO PARA PARTICIPAÇÃO DOCENTE EM PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO E PÓS-DOUTORAMENTO

 

SEÇÃO I

CAPÍTULO I

DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS

 

Art. 1º O presente regulamento, em consonância com a Lei nº 12.772, de 28 de dezembro de 2012, a Lei nº 8.112, de 11 de dezembro 1990, e o Decreto nº 9.991, de 28 de agosto de 2019, estabelece os critérios e os procedimentos para a elaboração e implementação do Plano Institucional de Afastamento para Capacitação Docente (PIACD) da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), mediante participação em programas de pós-graduação e pós-doutoramento, essencial ao desenvolvimento institucional e ao pleno e eficiente exercício das atividades-fim da universidade.

Art. 2º Entende-se por afastamento docente a situação em que o mesmo se afasta do exercício do cargo efetivo para se dedicar à capacitação docente, conforme disposto nos artigos 95 e 96-A da Lei nº 8.112/90 ou pelo Art. 30 da Lei nº 12.772/12.

 

 

SEÇÃO II

CAPÍTULO I

DO PLANO INSTITUCIONAL DE AFASTAMENTO PARA CAPACITAÇÃO DOCENTE - (PIACD)

 

Art. 3º O PIACD visa os seguintes objetivos:

I - fomentar a qualificação e o aperfeiçoamento dos docentes como ação do Plano de Desenvolvimento Institucional;

II - qualificar o corpo docente para o exercício pleno das atividades de ensino, pesquisa e extensão;

III - promover a formação de pesquisadores e sua inserção na comunidade científica nacional e internacional;

IV - potencializar a pesquisa e os programas de pós-graduação implantados e em fase   de implantação na UFFS;

V - ampliar e qualificar a presença da UFFS na sua região de abrangência, promovendo a excelência acadêmica nas áreas de conhecimento de sua atuação;

VI - consolidar a UFFS como centro de excelência na produção e difusão do conhecimento;

VII - atender aos objetivos constantes no Plano de Desenvolvimento de Pessoas (PDP) da UFFS.

 

Art. 4º Os afastamentos serão precedidos de processo seletivo com critérios de elegibilidade isonômicos e transparentes.

 

Art. 5º O afastamento para a capacitação docente na UFFS será estabelecido por meio do PIACD, estruturado nos seguintes níveis formativos:

I - pós-graduação stricto sensu: mestrado e doutorado;

II - estágio pós-doutoral.

§ 1º O afastamento para mestrado, destinado ao professor que possui título de graduação, tem como objetivo fundamental a qualificação para o exercício docente.

§ 2º O afastamento para doutorado visa a formação de pesquisadores, condição desejável para o exercício das funções de professor universitário.

§ 3º O afastamento para estágio pós-doutoral, destinado ao professor que possui título de doutor, visa a inserção de pesquisadores da UFFS em grupos de pesquisa de comprovada excelência acadêmica de outras instituições no país ou no exterior para o desenvolvimento de atividades conjuntas, das quais resulte produção científica.

§ 4º O estágio pós-doutoral engloba o conjunto de inserções enquadradas no §3º podendo ser denominadas de diferentes formas, de acordo com a legislação vigente.

 

Art. 6º O PIACD será bianual, devendo ser elaborado a partir dos planos de afastamento para capacitação propostos pelos campi da UFFS, devidamente aprovados em seus respectivos Conselhos de Campus, constando, no mínimo, as seguintes informações:

I - diagnóstico da capacitação docente no campus;

II - necessidades e prioridades de capacitação do campus, com projeção não superior ao limite de 20% do corpo docente efetivo do campus, em afastamento para fins de capacitação;

III - critérios a serem adotados para a análise das solicitações de afastamento e de prorrogação de afastamento;

IV - detalhamento do período e do nível formativo.

§ 1º Em situações de empate entre duas ou mais solicitações de afastamento e não havendo condições para o atendimento de todas as solicitações, a decisão será tomada a partir da seguinte ordem de critérios:

I - maior tempo de vínculo ininterrupto na carreira do Magistério Superior Federal na UFFS, contabilizado em dias, a partir da data de entrada em exercício na UFFS;

II - maior tempo de vínculo ininterrupto na carreira do Magistério Superior Federal, contabilizado em dias, a partir da data de entrada em exercício;

III - estar aprovado em programa de pós-graduação;

IV - maior idade.

§ 2º Os critérios elencados no §1º serão utilizados unicamente para fins de desempate.

§ 3º Caso não apresente o aceite em Programa de Pós-Graduação ou a devida justificativa em um prazo de 3 (três) meses anterior ao início do afastamento, a prioridade de ordem deverá ser reavaliada pelo Núcleo Permanente de Pessoal Docente (NPPD).

 

Art. 7º A elaboração do PIACD deverá obedecer a seguinte tramitação:

I - a Comissão Permanente de Pessoal Docente (CPPD) encaminhará às Coordenações Acadêmicas dos Campi as diretrizes gerais, os formulários e as orientações para a elaboração do plano de afastamento para capacitação docente em cada campus;

II - a Coordenação Acadêmica, em conjunto com as Coordenações de cursos de graduação e de pós-graduação e o NPPD, elabora o plano de afastamento para capacitação docente do campus, submetendo-o, em seguida, à aprovação no Conselho de Campus;

III - após análise e aprovação, o Conselho de Campus encaminha o plano de afastamento para capacitação para a CPPD, cabendo a esta consolidar a versão final do PIACD.

 

Art. 8º - Caso hajam vagas para novas solicitações de afastamento antes do final do biênio, é facultado aos Conselhos de Campus elaborar edital suplementar.

Parágrafo único. O prazo do edital suplementar não poderá exceder o período orginalmente previsto para o biênio.

 

 

SEÇÃO III

CAPÍTULO I

DA COMISSÃO PERMANENTE DE PESSOAL DOCENTE (CPPD)

 

Art. 9º No âmbito do PIACD, à CPPD competem as seguintes atribuições:

I - fomentar, coordenar, supervisionar e avaliar a política de capacitação docente;

II - propor as diretrizes gerais do PIACD de modo articulado com as ações de ensino, pesquisa e extensão;

III - assessorar as diferentes instâncias institucionais envolvidas no processo de elaboração do PIACD;

IV - emitir parecer quanto à forma e ao mérito científico e acadêmico, via NPPD, nos processos de pedido de afastamento e de prorrogação de prazo para capacitação docente;

V - acompanhar, por meio dos NPPDs os docentes durante o seu período de licença, mediante a análise dos instrumentos e relatórios pertinentes;

VI - prestar informações à Reitoria, aos Órgãos Superiores, e aos demais órgãos da instituição quanto ao desenvolvimento das atividades sob sua responsabilidade;

VII - cumprir e fazer cumprir as normas e os procedimentos estabelecidos pelo PIACD, assim como, propor alterações quando se fizerem necessárias;

VIII - acolher denúncias de ilícito e propor sindicância ou processo administrativo disciplinar;

IX - realizar procedimentos administrativos necessários à adequada execução do PIACD.

 

 

SEÇÃO IV

CAPÍTULO I

DO AFASTAMENTO

 

Art. 10. Em se tratando de pedidos de afastamento para a realização de curso de mestrado ou doutorado no país, estes cursos devem ser reconhecidos e recomendados pelo MEC/CAPES.

 

Art. 11. O afastamento para a realização do curso de mestrado só será concedido nos casos em que o solicitante não possuir o título de mestre, assim como só será concedido afastamento para doutorado nos casos em que o solicitante não possuir o título de doutor.

 

Art. 12. O afastamento para capacitação docente será concedido, observados os seguintes limites de tempo:

I - para mestrado, até 12 (doze) meses, prorrogável por até 12 (doze) meses;

II - para doutorado, até 30 (trinta) meses, prorrogável por até 12 (doze) meses;

III - para pós-doutorado, até 12 (doze) meses.

§ 1º A Direção de Campus é responsável pela aprovação do pedido de prorrogação, a partir de parecer do NPPD e cabendo recurso dos interessados ao Conselho de Campus.

§ 2º As solicitações de prorrogação serão avaliadas mediante pedido de prorrogação do docente, encaminhado com no mínimo 60 (sessenta) dias de antecedência do término do afastamento concedido, com justificativa do servidor afastado e de seu orientador, ao qual deverá ser juntado o relatório das atividades do período já usufruído.

I - nenhuma solicitação de prorrogação terá seu mérito avaliado pelo NPPD quando encaminhado fora do prazo estipulado no §2º;

II - o inciso I do §2º poderá ser desconsiderado caso o solicitante comunique o NPPD, por e-mail, antes do esgotamento do prazo, de que necessita de prazo maior para solicitação da prorrogação;

III - na hipótese do inciso II do §2º, o solicitante deverá encaminhar o pedido de prorrogação com no mínimo 50 dias de antecedência do término do afastamento concedido, e comprovar o motivo no atraso tempestivo junto ao processo de prorrogação.

§ 3º Os prazos regulares e complementares poderão ser menores ao previsto, mediante análise do NPPD ou da solicitação do interessado.

§ 4º A definição do período de afastamento levará em consideração os prazos regimentais do Programa de Pós-Graduação que o docente está vinculado, considerando a data de ingresso no curso.

§ 5º Nos afastamentos para mestrado e doutorado, o docente deverá estar vinculado em caráter regular ao programa de Pós-Graduação durante todo o período de afastamento, excetuando-se o período de deslocamento até o local de estudo e de retorno à sede.

 

Art. 13. O afastamento para capacitação, havendo necessidade identificada pelo campus, gera a contratação de professor substituto responsável por assumir as atividades de ensino atribuídas ao professor afastado, nos termos da Lei no 8.745, de 9 de dezembro de 1993 e do Decreto no 7.485, de 18 de maio de 2011.

§ 1º O professor substituto pode assumir atividades de ensino de mais de um professor afastado, respeitada a área do processo seletivo e os regramentos institucionais sobre carga horária de ensino.

§ 2º O número total de professores substitutos para suprir afastamentos para capacitação não pode ultrapassar 15% do total de docentes efetivos em exercício na universidade.

§ 3º Podem ser contratados para suprir as atribuições previstas no caput, professores visitantes, a critério do plano de afastamento para capacitação do respectivo campus e obedecidas as determinações previstas nos §5º, §6º e §7º do Art. 2º da Lei nº 8.745/1993.

 

 

CAPÍTULO II

DA SOLICITAÇÃO DO AFASTAMENTO

 

Art. 14. As orientações quanto à documentação, prazos e fluxos do processo de solicitação do afastamento constarão no Manual do Servidor ou suporte que venha a substituí-lo, com base no disposto nesta Resolução e nas demais exigências legais.

 

Art. 15. Das competências na análise dos processos de afastamento:

I - o Núcleo Permanente de Pessoal Docente é responsável pela conferência e emissão de parecer quanto à pertinência e conformidade da solicitação com o PIACD, e por promover a análise e manifestação sobre o vínculo entre o curso e a área de atuação do servidor, recomendando ou não o afastamento ou sua prorrogação;

II - a Coordenação Acadêmica, com base no parecer emitido pelo NPPD, e considerando os impactos nas atividades docentes, posiciona-se quanto ao afastamento, indicando se há necessidade de contratação de professor substituto;

III - o Diretor de Campus é responsável pela aprovação do afastamento, a partir de parecer do NPPD e cabendo recurso dos interessados ao Conselho de Campus;

IV - a Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas (PROGESP) é responsável por analisar o enquadramento da solicitação com a legislação de pessoal vigente e encaminhar ao Gabinete do Reitor;

V - o Reitor é responsável pela autorização para a publicação do Ato de Concessão do Afastamento.

 

 

CAPÍTULO III

DOS REQUISITOS PARA CONCESSÃO DO AFASTAMENTO

 

Art. 16. A liberação para a capacitação docente deverá atender aos seguintes aspectos gerais:

I - a área do curso pretendido deve estar vinculada à área de atuação do servidor na UFFS;

II - a consonância da solicitação ao previsto no PIACD;

III - o número de docentes afastados para a capacitação em regime integral não poderá afetar o desenvolvimento das atividades de ensino, pesquisa e extensão, não podendo ultrapassar o limite de 20% do corpo docente efetivo do campus;

IV - o tempo de efetivo exercício do servidor até a sua aposentadoria seja, no mínimo, igual ao dobro do tempo do afastamento requerido;

V - adimplência administrativa e acadêmica junto às Pró-Reitorias e outros setores da UFFS;

VI - o solicitante de afastamento para realização de programas de mestrado e doutorado não tenha se afastado por licença para tratar de assuntos particulares, licença para capacitação ou conforme o estabelecido no Art. 96-A da Lei no 8.112/90, nos 2 (dois) anos anteriores à data da solicitação de afastamento;

VII - o solicitante de afastamento para realização de programas de pós-doutorado não tenha se afastado por licença para tratar de assuntos particulares ou conforme o estabelecido no Art. 96-A da Lei no 8.112/90, nos 4 (quatro) anos anteriores à data da solicitação de afastamento;

VIII - a ação de desenvolvimento e o projeto de pesquisa a ser desenvolvido durante o afastamento deverão estar alinhados à área de atribuição do cargo efetivo, do cargo em comissão ou da função de confiança do servidor ou à área de competências da sua unidade de exercício;

IX - a ação de desenvolvimento deverá estar prevista e aprovada no Plano de Desenvolvimento de Pessoal da UFFS;

X - o afastamento poderá ser concedido quando o horário ou o local da ação de desenvolvimento inviabilizar o cumprimento da jornada semanal de trabalho.

Parágrafo único. No âmbito da UFFS, considera-se que é inviável o cumprimento da jornada de trabalho semanal quando a ação demandar pelo menos 20 (vinte) horas de atividades presenciais ou o local distar pelo menos 150 (cento e cinquenta) quilômetros da unidade em que o servidor estiver lotado.

 

Art. 17. Anualmente, o NPPD fará o acompanhamento das atividades do servidor, por meio dos seguintes documentos:

I - Relatório de Atividades assinado pelo orientador;

II - Atestado de Matrícula (para mestrado e doutorado);

III - Histórico Escolar atualizado (para mestrado e doutorado).

§ 1º O servidor deverá prestar à UFFS todas as informações que esta solicitar.

§ 2º O prazo para apresentação do relatório anual é de 30 (trinta) dias contados da data que o afastamento completar um ano.

§ 3º O docente que não apresentar o relatório anual no prazo estipulado ou se negar a fazer adequações solicitadas pelo NPPD terá seu caso avaliado pela CPPD, que poderá solicitar ao Reitor a suspensão ou cancelamento do afastamento.

 

Art. 18. O servidor docente afastado poderá solicitar suspensão do afastamento por licença médica ou licença maternidade, mediante apresentação de documentos da Coordenação do Programa de Pós-Graduação da instituição de destino e atestado médico, para a CPPD, para análise e recomendação.

Parágrafo único. A reativação de afastamento suspenso, por solicitação do servidor, será apreciada pela CPPD e encaminhada ao Reitor para publicação de portaria.

 

 

CAPÍTULO IV

DO RETORNO

 

Art. 19. O servidor deverá retornar ao exercício do cargo na UFFS no dia seguinte ao término do afastamento ou do curso, o que ocorrer primeiro, devendo o docente se apresentar para a Coordenação Acadêmica de sua Unidade.

 

Art. 20. Ao retornar do afastamento, o docente deverá protocolizar em até 30 (trinta) dias o relatório das atividades desenvolvidas a ser encaminhado ao NPPD:

I - na hipótese de conclusão do curso, contendo:

a) uma cópia digital da versão final da dissertação, tese ou relatório de Pós-Doutorado, a ser disponibilizado no repositório institucional da UFFS;

b) documento comprobatório da conclusão do curso;

c) solicitação de reconhecimento do título, caso o mesmo tenha sido obtido no exterior;

II - na hipótese de não conclusão do curso, contendo:

a) relatório de avaliação das atividades desenvolvidas durante o afastamento;

b) plano de trabalho detalhado;

c) justificativa por escrito, com documentação comprobatória das alegações;

d) nos casos em que o docente não tenha sido desligado do curso, cronograma de atividades visando a conclusão do trabalho, com parecer do orientador.

§ 1º O NPPD emitirá parecer ao relatório de atividades em até 60 (sessenta) dias após a data de protocolo, o qual será encaminhado à PROGESP para as providências decorrentes.

§ 2º Nos casos em que o docente não finalizou o curso no período do afastamento e não tenha sido desligado do curso, o NPPD poderá estipular prazo para entrega de relatório das atividades previstas no cronograma apresentado.

§ 3º A não apresentação da documentação de que trata este artigo sujeitará o servidor ao ressarcimento dos gastos com seu afastamento ao órgão, na forma da legislação vigente.

 

Art. 21. Os afastamentos poderão ser interrompidos, a qualquer tempo, a pedido do servidor ou no interesse da administração, condicionado à edição de ato do Reitor.

§ 1º O pedido de interrupção será analisado pela CPPD e Coordenação Acadêmica, mediante documentação que ateste desistência, trancamento ou desligamento do Programa.

§ 2º A interrupção do afastamento a pedido do servidor motivada por caso fortuito ou força maior não implicará ressarcimento ao erário, desde que comprovada a efetiva participação ou aproveitamento da ação de desenvolvimento no período transcorrido da data de início do afastamento até a data do pedido de interrupção.

§ 3º As justificativas e a comprovação da participação ou do aproveitamento dos dias de licença na hipótese do §2º serão avaliadas pelo Reitor, permitida a delegação ao Pró-reitor de Gestão de Pessoas, cabendo recurso à Câmara de Administração, Planejamento e Gestão de Pessoas (CAPGP).

§ 4º O servidor que abandonar ou não concluir a ação de desenvolvimento ressarcirá o gasto com seu afastamento ao órgão ou à entidade, na forma da legislação vigente, ressalvado o disposto nos §§ 2º e 3º.

§ 5º A interrupção do afastamento no interesse da administração deverá ser aprovada pelo Conselho de Campus, mediante parecer do NPPD.

 

Art. 22. A concessão do afastamento implicará no compromisso formal do docente, quando do seu retorno, de permanecer em exercício na UFFS por um tempo, no mínimo, igual ao de seu afastamento e em regime de trabalho com carga horária igual ou superior à vigente quando de seu afastamento, sob pena de ressarcimento de todas as despesas custeadas e proventos recebidos.

Parágrafo único. Caso o docente solicite exoneração do cargo ou aposentadoria, antes de cumprido o período tempo de permanência previsto no caput deste artigo, deverá ressarcir a UFFS, na forma do Art. 47 da Lei nº 8.112/1990, dos gastos de seu aperfeiçoamento.

 

 

SEÇÃO V

CAPÍTULO I

DOS RECURSOS

 

Art. 23. Das decisões, cabe pedido de reconsideração à própria autoridade ou órgão responsável pela decisão, ou apresentação de recurso à autoridade ou órgão imediatamente superior, conforme segue:

I - da decisão do Diretor de Campus, cabe recurso ao Conselho de Campus;

II - da decisão do Conselho de Campus, cabe recurso ao Conselho Universitário, através da CAPGP;

III – da decisão do Reitor, cabe recurso ao Conselho Universitário, através da CAPGP.

 

 

SEÇÃO VI

CAPÍTULO I

DAS DISPOSIÇÕES GERAIS E TRANSITÓRIAS

 

Art. 24. O afastamento docente inerente à modalidade DINTER será regulamentado por meio de Resolução específica.

 

Art. 25. Fica revogada a Resolução Conjunta nº 1/2015/CONSUNI/CGRAD/CPPG, de 10 de agosto de 2015, a Resolução Conjunta nº 1/2018/CONSUNI/CGAE/CPPGEC, de 10 de julho de 2018, a Resolução Conjunta nº 1/2019/CONSUNI/CGAE/CPPGEC, de 28 de março de 2019 e a Resolução nº 10/CONSUNI/CPPGEC/UFFS/2020, de 10 de agosto de 2020.

 

Art. 26. Os casos omissos serão resolvidos pela Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas e a CPPD, cabendo recurso à CAPGP.

 

Art. 27. Este Regulamento entra em vigor no dia 1º de agosto de 2022.

 

Chapecó-SC, 04 de julho de 2022.

Gismael Francisco Perin

Presidente do Conselho Universitário em exercício

GR

ADMISSÃO DE ALUNOS EM DISCIPLINA ISOLADA NO CURSO DE MESTRADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA E TECNOLOGIA AMBIENTAL
O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais, torna público os critérios para admissão de alunos às vagas em disciplina isolada no curso de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ciência e Tecnologia Ambiental (PPGCTA), mediante Processo Seletivo, com validade para o ingresso no segundo semestre letivo de 2022.
 
1 DO PÚBLICO-ALVO
1.1  Poderão se inscrever no Processo Seletivo para a admissão em disciplina isolada no curso de Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental interessados que:
I -  estejam vinculados a Programas de Pós-Graduação stricto sensu de IES nacionais ou estrangeiras, reconhecidas pela CAPES;
II -  sejam portadores de diploma ou certificado de conclusão de curso superior;
III -  estejam cursando o último semestre do curso de graduação.
 
2 DAS VAGAS
2.1  Serão oferecidas até 02 (duas) vagas por disciplina eletiva para alunos em disciplina isolada no curso de Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental (PPGCTA/UFFS).
2.2  Serão ofertadas as seguintes disciplinas eletivas:
DISCIPLINA
CRÉDITO
VAGAS
Conservação da Natureza
04 Créditos
Até 02 (duas) vagas
Metodologia e Redação Científica
02 Créditos
Até 01 (uma) vaga
Tópicos Especiais I - Digestão anaeróbia para o aproveitamento energético
02 Créditos
Até 02 (duas) vagas
Gestão dos Agroecossitemas
04 Créditos
Até 02 (duas) vagas
2.3  A decisão quanto ao preenchimento das vagas caberá ao(s) professor(es) responsável(eis) pela disciplina com base na análise da documentação entregue pelo candidato.
2.4  O candidato deverá se inscrever em apenas uma das disciplinas ofertadas.
2.5  As disciplinas serão ofertadas conforme Quadro de horário 2022.2, disponível no site oficial (www.uffs.edu.br/ppgcta > Quadro de Horários).
2.6  Ficam reservadas:
I -  2 (duas) vagas para candidatos Autodeclarados Indígenas;
II -  1 (uma) vaga para candidatos com Deficiência;
III -  1 (uma) vaga para candidatos Autodeclarados Negros (pretos e pardos).
 
3 DAS INSCRIÇÕES
3.1  As inscrições serão realizadas exclusivamente via e-mail. Os documentos listados no item 3.2 devem ser encaminhados para o e-mail ps.ppgcta@uffs.edu.br, no período de 07 a 11 de julho de 2022. Serão aceitas inscrições recebidas até as 23h59min do dia 11 de julho de 2022.
3.2  Os candidatos deverão anexar obrigatoriamente no ato de inscrição cópia digitalizada em formato PDF (no tamanho máximo de 10Mb) dos seguintes documentos, na seguinte ordem:
I -  Formulário de inscrição preenchido, disponível no site oficial (www.uffs.edu.br/ppgcta> Formulários > FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO - DISCIPLINA ISOLADA PPGCTA);
II -  Cópia simples (frente e verso) do documento de identidade válido (RG, CNH, Carteira de Trabalho) para candidato estrangeiro, Registro Nacional Migratório (RNM) ou Registro Nacional de Estrangeiro (RNE) ou documento que comprove a solicitação destes documentos na Polícia Federal;
III -  Cópia simples do CPF (dispensável se o número estiver no RG);
IV -  Cópia simples do diploma ou certificado de conclusão de graduação ou declaração da instituição de ensino de que está cursando o último semestre da graduação e, se for o caso, comprovante de que é aluno regular em outro Programa de Pós-Graduação stricto sensu ;
V -  Histórico escolar da graduação;
VI -  Curriculum Vitae , preferencialmente na versão fornecida pela Plataforma Lattes do CNPq, não documentado;
VII -  Título de eleitor, acompanhado da Certidão de Quitação Eleitoral atualizada (emitida pelo site www.tse.jus.br, há no máximo 60 dias)
VIII -  Documento comprobatório de estar em dia com as obrigações militares, para candidatos do sexo masculino entre 18 e 45 anos, nos termos do art. 5º da LEI Nº 4.375, DE 17 DE AGOSTO DE 1964 (LEI do Serviço Militar);
3.3  Os candidatos cotistas deverão declarar no formulário a qual cota está concorrendo. O preenchimento desse formulário deverá corresponder a verdade, estando o candidato ciente que a autodeclaração falsa constitui prática ilegal, e na hipótese de constatação de declaração falsa, será eliminado do processo seletivo.
3.3.1  Os candidatos Autodeclarados Indígenas e Negros (pretos e pardos), convocados para matrícula, serão submetidos à aferição da autodeclaração para fins exclusivos de comprovação da condição de preto, pardo ou indígena pela Comissão Responsável pela análise da autodeclaração étnico-racial - Campus Erechim, as orientações referentes à realização do procedimento de aferição da autodeclaração serão divulgadas no edital de homologação do resultado final.
3.3.2  O resultado da aferição será disponibilizado no sitio da UFFS: www.uffs.edu.br/ppgcta> Ingresso>Processo Seletivo - Disciplinas Isoladas.
3.3.3  Caso o resultado seja favorável o candidato terá sua matrícula registrada automaticamente pela secretaria de pós-graduação.
3.3.4  O candidato poderá interpor recurso ao resultado em até 1 (um) dia útil após a publicação no sítio da UFFS, exclusivamente pelo e-mail: sec.ppgcta@uffs.edu.br. O pedido de recurso deve ser instruído com requerimento fundamentado, acompanhado de novo(s) documento(s) que contenha(m) elementos capazes de reverter o parecer inicial.
3.3.5  O recurso será analisado por Comissão Responsável pela análise da autodeclaração étnico-racial - Campus Erechim será comunicada no prazo de 2 (dois) dia útil após o encerramento do prazo de recurso, para o e-mail do candidato.
 
4 DA ANÁLISE DO PEDIDO
4.1  O pedido de inscrição do candidato será avaliado pelo professor da disciplina .
4.2  O resultado da seleção será divulgado no link/endereço www.uffs.edu.br/ppgcta > Ingresso > Processo Seletivo - Disciplinas Isoladas.
4.2.1  Os classificados, até o limite das vagas oferecidas por disciplina, constarão da “lista de selecionados”.
4.2.2  Os candidatos classificados além do limite das vagas, por disciplina, constarão da “lista de suplentes” e poderão ser convocados, no caso de desistência de candidatos selecionados.
4.3  O processo de seleção do candidato é de responsabilidade do professor da disciplina, ao qual cabe recurso, sendo enviado à secretaria do Programa de Pós-Graduação.
4.3.1  O número de candidatos a compor a lista de suplentes será igual ao número de vagas da disciplina pretendida.
4.3.2  Em caso de empate entre os candidatos, terá preferência pela vaga o candidato com idade mais elevada.
 
5 DO CRONOGRAMA
5.1  As etapas do Processo Seletivo ocorrerão conforme o cronograma a seguir:
ETAPAS
DATAS
Inscrições
De 07 a 11 de julho de 2022 (Até as 23h59min do dia 11/07/2022)
Homologação das Inscrições
A partir de 12 de julho de 2022
Homologação dos Resultados
A partir de 20 de julho de 2022
Matrícula dos alunos selecionados
Dias 01 e 02 de agosto de 2022 (Até às 14h do dia 02/08/2022)
5.2  É de exclusiva responsabilidade do candidato acompanhar, no sítio da UFFS, a divulgação dos resultados e eventuais alterações no cronograma acima.
 
6 DOS RECURSOS
6.1  O candidato poderá interpor recurso da divulgação da homologação das inscrições e dos resultados em até um dia útil da publicação no sítio da UFFS, exclusivamente pelo e-mail: sec.ppgcta@uffs.edu.br e deverá conter o nome completo do candidato, a exposição de motivos e a fundamentação para o pedido de recurso.
6.2  Serão indeferidos os pedidos que não atenderem aos dispositivos aqui estabelecidos.
6.3  A decisão será encaminhada via e-mail para a parte interessada, no prazo de um dia útil após o encerramento do prazo de recurso.
 
7 DA MATRÍCULA
7.1  O candidato selecionado deverá efetuar a matrícula nos dias 01 e 02 de agosto de 2022, enviando cópia escaneada da documentação solicitada para o e-mail sec.ppgcta@uffs.edu.br até às 14h do dia 02 de agosto de 2022.
7.2  O candidato selecionado que não realizar a matrícula nesse período perderá o direito à vaga.
7.3  Os documentos para matrícula serão informados no edital de divulgação dos resultados.
 
8 DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
8.1  O candidato, ao assinar o formulário de inscrição, declara que leu e concorda com as normas deste Edital.
8.2  O PPGCTA respeitará as orientações de Nível de Segurança Operacional (NSO) do Campus Erechim-RS e deliberações do Conselho de Campus, em virtude da pandemia do COVID-19 quanto ao formato das atividades do curso.
8.2.1  As disciplinas ofertadas no referido edital são ministradas no formato presencial, seguindo os protocolos de segurança exigidos pelas autoridades competentes e pelo Campus Erechim-RS.
8.2.2  O formato das atividades poderá sofrer alterações até o dia de início das aulas. É de responsabilidade do aluno acompanhar as informações no site da UFFS, ou na página do PPGCTA (www.uffs.edu.br/ppgcta).
8.3  Aos alunos na condição de matrícula especial em disciplina isolada não será garantida a matrícula como aluno regular em futuros processos seletivos do PPGCTA.
8.4  A oferta de componentes curriculares está condicionada à matrícula de 05 (cinco) alunos regulares na turma (Art. 107, RESOLUÇÃO Nº 18/CONSUNI CPPGEC/UFFS/2016).
8.5  A qualquer tempo, se constatada a apresentação de documentos e/ou assinaturas inidôneas, será considerada cancelada a inscrição do candidato.
8.6  Os casos omissos deste Edital serão resolvidos pela Coordenação do Programa.
8.7  Indicamos, como foro para dirimir eventuais litígios que possam decorrer do presente procedimento, in casu , a Justiça Federal, Seção Judiciária de Santa Catarina, Subseção Judiciária de Chapecó.
8.8  Em caso da obrigatoriedade de comprovação de vacinação contra o novo Coronavírus (Covid-19) o programa poderá solicitá-la oportunamente.
 
 

Chapecó-SC, 04 de julho de 2022.

Marcelo Recktenvald

Reitor

Documento Histórico

EDITAL Nº 725/GR/UFFS/2022

HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES DO EDITAL Nº 610/GR/UFFS/2022 DE CHAMADA PARA CREDENCIAMENTO DE DOCENTES PARA O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM DESENVOLVIMENTO E POLÍTICAS PÚBLICAS
O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais, em conformidade com o EDITAL Nº 610/GR/UFFS/2022, que trata da Chamada para Credenciamento de Docentes no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Políticas Públicas (PPGDPP), com base na análise da Comissão de Credenciamento Docente, torna pública a homologação das inscrições deferidas e indeferidas.
 
1 INSCRIÇÕES DEFERIDAS
Candidato
Linha de Pesquisa
01
Ari Söthe
Estado, sociedade e políticas de desenvolvimento
02
Reneo Pedro Prediger
Estado, sociedade e políticas de desenvolvimento
 
2 DOS RECURSOS
2.1  Das decisões administrativas cabe recurso, em face de razões de legalidade e demérito.
2.2  O recurso será dirigido à Comissão de Credenciamento, via e-mail mestradodpp_cl@uffs.edu.br, contendo o nome completo do candidato e a exposição de motivos que fundamentam o pedido.
2.3  A Comissão de Credenciamento apreciará o recurso e emitirá parecer sobre o mesmo, ou, caso se julgar impossibilitada, o remeterá ao Colegiado de Coordenação do PPGDPP em prazo não superior a cinco dias.
2.3.1  O parecer final será disponibilizado no sítio da UFFS (www.uffs.edu.br > Cursos > Mestrado Campus Cerro Largo > Mestrado em Desenvolvimento e Políticas Públicas).
2.4  Caso necessária reconsideração do recurso, a mesma deverá ser encaminhada para o Colegiado do PPGDPP e em última instancia a diretoria de pós-graduação da UFFS.
 
 

Chapecó-SC, 04 de julho de 2022.

Marcelo Recktenvald

Reitor

Documento Histórico

EDITAL Nº 726/GR/UFFS/2022

PROCESSO SELETIVO PARA CONCESSÃO DE AUXÍLIO FINANCEIRO A ESTUDANTES INDÍGENAS MATRICULADOS EM CURSO DE ALTERNÂNCIA DO CAMPUS ERECHIM PARA O ANO LETIVO DE 2022
O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais, torna pública a realização de Processo Seletivo para a concessão de auxílio financeiro a estudantes indígenas matriculados no curso Interdisciplinar em Educação do Campo: Ciências da Natureza, em regime de alternância, do campus Erechim, na UFFS, para o ano letivo de 2022, em conformidade com a RESOLUÇÃO Nº 10/CONSUNI CGAE/UFFS/2019, que institui a Política de Assistência Estudantil no âmbito da Universidade Federal da Fronteira Sul, e com o DECRETO Nº 7.234, DE 19 DE JULHO DE 2010, que dispõe sobre o Programa Nacional de Assistência Estudantil (PNAES).
 
1 DO OBJETIVO
1.1  Fortalecer as condições de frequência, permanência e êxito nas atividades acadêmicas dos estudantes indígenas regularmente matriculados no curso Interdisciplinar em Educação do Campo: Ciências da Natureza, em regime de alternância, do campus Erechim, no ano letivo de 2022, por meio de oferta de auxílio financeiro destinado à complementação de despesa com deslocamento ou hospedagem do estudante no município sede de seu campus para a realização das atividades acadêmicas realizadas no “Tempo Universidade” de forma concentrada, contribuindo para o processo formativo destes estudantes e na redução dos índices de evasão.
 
2 DO PÚBLICO-ALVO
2.1  Estudantes indígenas regularmente matriculados no curso Interdisciplinar em Educação do Campo: Ciências da Natureza, em regime de alternância, do campus Erechim, na UFFS, que sejam beneficiários do Auxílio APPIQ (EDITAL Nº 454/GR/UFFS/2022), Auxílio Socioeconômico (EDITAL Nº 449/GR/UFFS/2022) ou Bolsa Permanência do MEC - PBP, no ano letivo de 2022.
 
3 DA CARACTERIZAÇÃO DO AUXÍLIO
3.1  O auxílio financeiro será concedido conforme a necessidade semanal de cada estudante, em duas parcelas, sendo os meses de referência julho e dezembro.
3.2  O valor do auxílio, por dia de atividade, será o equivalente a 01 (uma) diária, no valor de R$ 60,00, referente ao gasto com deslocamento ou hospedagem do estudante.
3.3  O auxílio será concedido em caráter individual e deverá atender o período em que o estudante realizará, nas dependências do campus , as atividades didático-pedagógicas de seu curso de forma concentrada.
3.4  Os valores de referência para o pagamento do auxílio financeiro estão dispostos nas tabelas a seguir:
3.4.1  Valores para 2022/1:
Período
Nº de Diárias
Valor
Uma semana
05
R$ 300,00
Duas semanas
10
R$ 600,00
Três semanas
15
R$ 900,00
Quatro semanas
20
R$ 1.200,00
3.4.2  Valores para 2022/2:
Período
Nº de Diárias
Valor
Uma semana
05
R$ 300,00
Duas semanas
10
R$ 600,00
Três semanas
15
R$ 900,00
Quatro semanas
20
R$ 1.200,00
3.5  Cabe ao estudante, no ato da inscrição, indicar o valor que melhor atenda suas necessidades no período.
3.6  Os estudantes beneficiários pelo auxílio financeiro disposto neste Edital poderão receber auxílios do Programa de Auxílios Socioeconômicos (PAS) até o teto de R$ 2.100,00 (dois mil e cem reais).
 
4 DAS INSCRIÇÕES
4.1  As inscrições serão realizadas de forma presencial ou remota, através dos meios eletrônicos e nos horários de funcionamento estabelecidos pelo SAE do campus Erechim , conforme cronograma abaixo:
Semestre de referência
Período das inscrições
2022/1
Até 10 de julho de 2022
2022/2
De 01 de novembro a 30 de novembro de 2022
4.2  Os documentos a serem apresentados pelo estudante no momento de sua inscrição são:
4.2.1  Ficha de inscrição, disponível em www.uffs.edu.br > Acesso Fácil > Estudantes > Assistência Estudantil > Auxílios Financeiros > Auxílio Alternância.
4.2.2  Comprovante de conta-corrente individual em situação ativa;
4.2.3  Autodeclaração do estudante informando que reside em cidade diferente do campus Erechim, que estará hospedado na cidade-sede de seu campus ou que necessitará deslocar-se regularmente para realizar as atividades desenvolvidas por seu curso durante o Tempo Universidade, disponível em www.uffs.edu.br > Acesso Fácil > Estudantes > Assistência Estudantil > Auxílios Financeiros > Auxílio Alternância.
4.2.3.1  Para a comprovação do item 4.2.3 poderá ser utilizada modelo de declaração disponibilizado pela PROAE.
4.2.3.2  Poderão ser solicitados documentos complementares referentes a autodeclaração do item solicitada no item 4.2.3.
4.3  As inscrições somente serão deferidas após a entrega e validação de todos os documentos.
4.4  Os resultados das inscrições e a relação dos estudantes beneficiários do Auxílio Alternância serão publicados no site da UFFS (www.uffs.edu.br > Acesso Fácil> Boletim Oficial> Editais> Gabinete do Reitor).
4.5  O estudante, após a publicação do resultado provisório, poderá solicitar revisão do resultado, por meio de formulário, disponível em https://www.uffs.edu.br/institucional/pro-reitorias/assuntos-estudantis/repositorio-pro-reitoria-de-assuntos-estudantis/formulario-para-pedido-de-revisao, encaminhado, por e-mail, ao SAE do campus Erechim, ou entregue pessoalmente.
 
5 DOS CRITÉRIOS DE SELEÇÃO PARA DEFERIMENTO DA INSCRIÇÃO
5.1  Os critérios para a concessão de auxílio financeiro para deslocamento ou hospedagem de estudantes em regime de alternância são:
5.2  Residir em cidade diferente do campus Erechim e que necessite periodicamente acompanhar as aulas, ou demais atividades didático-pedagógicas, regulares nas dependências deste campus .
5.2.1  Subentende-se como atividade didático-pedagógica o “Tempo Universidade”, conforme disposto na alínea “b” do Art. 14-A da RESOLUÇÃO Nº 4/CONSUNI CGRAD/UFFS/2014.
5.2.2  Para fins de entendimento neste edital, o termo Campus refere-se à cidade-sede de matrícula e local onde é realizado o Tempo Universidade.
5.3  Hospedar-se na cidade do campus Erechim, ou necessitar de deslocamento em período que coincida com sua frequência nas atividades regularmente desenvolvidas por seu curso, nas dependências deste campus , durante o Tempo Universidade.
5.4  Não ter nenhuma pendência financeira relativa à prestação de contas de auxílios e/ou bolsas recebidos anteriormente, salvo estudantes beneficiários do PBP, que tenham solicitação de parcelamento deferida pela PROAE, por meio de processo aberto em seu nome SIPAC.
5.4.1  Cabe ao estudante apresentar comprovante de pagamento da primeira parcela do acordo, por meio de GRU, em até 30 dias corridos, após a publicação do resultado final deste Edital.
5.4.2  Caso o estudante não cumpra com o disposto no item 5.4.1, poderá ser desligado deste Edital, tendo que devolver o valor recebido indevidamente ao erário.
5.5  Não receber nenhuma outra forma de benefício ou amparo característico para deslocamento ou hospedagem de outra entidade ou programa de fomento específico desta modalidade de curso.
 
6 DO PAGAMENTO
6.1  O pagamento referente às inscrições deferidas neste Edital será realizado nos meses de agosto e dezembro de 2022.
6.2  Em caso de impossibilidade de pagamento por parte do Banco (devolução de Ordem Bancária) e/ou situações de divergência entre os valores a que faz jus, fica sob responsabilidade do estudante informar ao Departamento de Orçamento e Auxílios (DOA), pelo e-mail proae.doa@uffs.edu.br, sobre a regularização da situação de sua conta-corrente até o dia 13 do mês subsequente ao de referência da concessão.
6.3  Em caso de irregularidade nos dados bancários não sanada nos termos do item 6.2, o estudante será desligado do Edital, não havendo possibilidade de nova inscrição.
6.4  Não haverá pagamento retroativo para inscrições deferidas após a data limite de cada mês de referência para o não atendimento do item 6.2.
6.5  Serão cancelados, automaticamente, os pagamentos que tiverem suas ordens bancárias devolvidas referentes ao mês de dezembro, sem direito a pagamento retroativo.
 
7 DAS SITUAÇÕES EM QUE O ESTUDANTE SERÁ DESLIGADO DOS AUXÍLIOS
7.1  Deixar, a qualquer momento, de manter matrícula ativa em curso de graduação da UFFS.
7.2  Solicitar desligamento do curso.
7.3  Caso sejam constadas irregularidades, inveracidades, falsificação de documentos e/ou omissão de informações pela Comissão de Acompanhamento e Avaliação dos Programas de Assistência Estudantil (CAAPAE) da UFFS, pela PROAE ou pelo SAE, durante o período de vigência do benefício.
7.4  Deixar de ressarcir valores recebidos indevidamente durante o período de vigência de seus auxílios, salvo atenda ao disposto na RESOLUÇÃO Nº 16/CONSUNI CGAE/UFFS/2020.
7.5  Possuir pendências nos dados bancários não regularizadas nos termos do item 6.2.
 
8 DOS RECURSOS FINANCEIROS
8.1  Será destinado o montante de R$ 200.000,00 (duzentos mil reais) para pagamento dos auxílios deste Edital para o exercício financeiro de 2022, provenientes de TED da Secretaria Nacional de Políticas de Promoção de Igualdade Racial - SNPIR.
8.2  Em caso de disponibilidade orçamentária e financeira, este montante poderá ser suplementado, a critério da PROAE.
8.3  O valor do auxílio poderá ser ajustado à demanda, caso esta supere a dotação orçamentária, de forma proporcional entre as diversas modalidades.
8.3.1  Caso este ajuste se faça necessário, a PROAE emitirá comunicado prévio por canal oficial institucional.
 
9 DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
9.1  No caso do recebimento indevido de qualquer auxílio da PROAE, por qualquer razão averiguada, o estudante será comunicado pelo SAE e deverá ressarcir a UFFS, conforme RESOLUÇÃO Nº 16/CONSUNI CGAE/UFFS/2020.
9.2  O estudante beneficiário poderá acumular os auxílios dispostos neste Edital com bolsas acadêmicas, conforme estabelecido na RESOLUÇÃO Nº 1/CONSUNI CEXT/UFFS/2013 (ALTERADA).
9.3  Para certificar-se da veracidade das informações prestadas, solucionar quaisquer dúvidas ou obter esclarecimentos que forem necessários, a PROAE/SAE poderá solicitar documentação complementar, consultar informações disponíveis na web e/ou realizar visita domiciliar a qualquer momento.
9.3.1  Verificada qualquer irregularidade, o estudante estará sujeito à apuração da responsabilidade civil, administrativa e/ou criminal, observada a legislação em vigor.
9.4  É de responsabilidade do estudante beneficiário conhecer e cumprir as prerrogativas deste Edital; participar das ações propostas pelo Setor de Assuntos Estudantis (SAE) do seu campus, quando houver, mediante convocação; e participar de pesquisas (questionários e entrevistas) propostas pela PROAE/SAE.
9.5  É de responsabilidade do estudante manter seus dados cadastrais atualizados nos sistemas da UFFS.
9.6  Denúncias devem ser enviadas à CAAPAE do campus, através do preenchimento do formulário disponível no link: https://www.uffs.edu.br/institucional/pro-reitorias/assuntosestudantis/caapae, ou através da Ouvidoria da UFFS. Não é necessária a identificação do denunciante.
9.7  Os casos omissos serão analisados pela PROAE.
9.8  Para dirimir eventuais litígios que possam decorrer do presente Edital, elege-se a Justiça Federal, Seção Judiciária de Santa Catarina, Subseção Judiciária de Chapecó.
 
 

Chapecó-SC, 05 de julho de 2022.

Marcelo Recktenvald

Reitor

Documento Histórico

EDITAL Nº 727/GR/UFFS/2022

HOMOLOGAÇÃO DA PROVA DE TEXTO DISSERTATIVO DO PROCESSO SELETIVO REGULAR DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM FILOSOFIA
O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais, torna pública a homologação do resultado da prova de texto dissertativo do EDITAL Nº 186/GR/UFFS/2022, que dispõe sobre a admissão de alunos do processo seletivo regular do curso de Mestrado em Filosofia (PPGFIL/UFFS), com ingresso no segundo semestre de 2022.
 
1 DOS CANDIDATOS APROVADOS
1.1  Linha 1 - Linguagem, Conhecimento e Realidade
Ordem
Candidato
Nota
01
xxx.718.570-xx
8,50
02
xxx.891.079-xx
8,00
03
xxx.207.060-xx
7,50
04
xxx.230.240-xx
7,00
05
xxx.348.139-xx
6,50
06
xxx.510.378-xx
6,00
1.2  Linha 2 - Ética e Filosofia Política
Ordem
Candidato
Nota
01
xxx.867.909-xx
8,50
02
xxx.946.139-xx
8,25
03
xxx.149.699-xx
8,00
04
xxx.073.930-xx
6,00
05
xxx.548.620-xx
6,00
06
xxx.563.360-xx
6,00
 
2 DOS CANDIDATOS NÃO APROVADOS
2.1  Linha 1 - Linguagem, Conhecimento e Realidade
I -  Não há candidatos não aprovados.
2.2  Linha 2 - Ética e Filosofia Política
Ordem
Candidato
Nota
07
xxx.811.289-xx
5,25
08
xxx.232.709-xx
5,25
09
xxx.543.519.xx
5,00
10
xxx.922.960-xx
4,75
 
3 DA ETAPA III DO PROCESSO SELETIVO
3.1  A convocação para a Etapa III, prova de arguição do pré-projeto e do Currículo Lattes, será feita em edital específico.
 
4 DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
4.1  A qualquer tempo, se constatada a apresentação de documentos e/ou assinaturas inidôneas, será considerada cancelada a matrícula do candidato.
 
 

Chapecó-SC, 05 de julho de 2022.

Marcelo Recktenvald

Reitor

Documento Histórico

EDITAL Nº 728/GR/UFFS/2022

CONCESSÃO DE BOLSAS DE ESTUDO DE MESTRADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SAÚDE BEM-ESTAR E PRODUÇÃO ANIMAL SUSTENTÁVEL NA FRONTEIRA SUL
O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais, torna pública a chamada para inscrições para a concessão de bolsa de Mestrado do Programa de Pós-Graduação em Saúde, Bem-estar e Produção Animal Sustentável na Fronteira Sul (PPG-SBPAS/UFFS).
 
1 DOS OBJETIVOS
1.1  Conceder a estudantes do curso de Mestrado regularmente matriculados no Programa de Pós-Graduação em Saúde, Bem-estar e Produção Animal Sustentável na Fronteira Sul (PPG-SBPAS/UFFS) bolsa de estudo de Demanda Social (DS), da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), de acordo com a Portaria CAPES nº 76, de 14 de abril de 2010 e a Portaria Conjunta CAPES/CNPq nº 1, de 15 de julho de 2010.
 
2 DO NÚMERO DE BOLSAS
2.1  O número de bolsas de Mestrado e a serem concedidas para alunos do PPG-SBPAS/UFFS será definido pela CAPES.
2.2  Os candidatos classificados e não contemplados imediatamente comporão lista de espera até que novas bolsas de sejam concedidas ao PPG-SBPAS ou até que os atuais bolsistas cumpram os prazos máximos de defesa da dissertação estabelecidos no Regimento vigente do PPG-SBPAS.
2.2.1  Serão chamados apenas os candidatos da lista de espera que tenham um prazo mínimo de doze meses para a defesa da dissertação, de acordo com o Regimento do PPG-SBPAS.
2.2.2  A formação dessa lista de espera não é garantia de concessão de bolsas.
 
3 DOS REQUISITOS PARA INVESTIDURA DO CANDIDATO À BOLSA
3.1  Ter o currículo na Plataforma Lattes do CNPq atualizado até a data da inscrição.
3.2  Estar regularmente matriculado no curso de Mestrado do PPG-SBPAS.
3.3  Dedicar-se integralmente às atividades do PPG-SBPAS.
3.4  Quando possuir vínculo empregatício, estar liberado integralmente das atividades profissionais e sem percepção de vencimentos.
3.5  Realizar estágio de docência obrigatoriamente, preferencialmente no 2º ou no 3º semestre do Curso.
3.6  Comprovar residência no município de Realeza-PR.
3.7  Não possuir nenhuma relação de trabalho com a UFFS.
3.8  Não ser aluno em programa de residência médica;
3.9  Não acumular a percepção da bolsa com qualquer modalidade de auxílio ou bolsa de outro programa da CAPES, de outra agência pública, nacional ou internacional de fomento, ou empresa pública ou privada. Excetuando-se:
3.9.1  Poderá ser admitido como bolsista, o pós-graduando que perceba remuneração bruta inferior ao valor das bolsas Institucional e DS/CAPES de Mestrado, decorrente de vínculo funcional com a rede pública de ensino básico, desde que liberado integralmente da atividade profissional e, nesse último caso, esteja cursando a pós-graduação na respectiva área; o montante a ser recebido corresponderá à complementação de sua remuneração bruta para atingir o valor da bolsa.
3.9.2  Os bolsistas da CAPES, matriculados em programas de pós-graduação no país, selecionados para atuarem como professores substitutos nas instituições públicas de ensino superior, com a devida anuência do seu orientador e autorização da Comissão de Bolsas do PPG-SBPAS terão preservadas as bolsas de estudo. No entanto, aqueles que já se encontram atuando como professores substitutos não poderão ser contemplados com bolsas do Programa de Demanda Social CAPES.
3.9.3  Bolsistas CAPES poderão receber bolsa da Universidade Aberta do Brasil - UAB, quando atuar como tutor. Em relação aos demais agentes da UAB, não será permitido o acúmulo dessas bolsas conforme estabelecido pela Portaria Conjunta Nº. 1 Capes/CNPq, de 12/12/2007.
3.9.4  Quando servidor público, somente os estáveis poderão ser beneficiados com bolsas de mestrado, conforme disposto no art. 318 da LEI Nº 11.907, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2009, exceto o impedimento previsto pelo item 3.4 deste Edital.
3.9.4.1  Os servidores públicos beneficiados com bolsas de mestrado e doutorado deverão permanecer no exercício de suas funções, após o seu retorno, por um período igual ao de afastamento concedido (§ 4º, art. 96-A, acrescido pelo Art. 318 da LEI Nº 11.907, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2009 que deu nova redação à LEI Nº 8.112, DE 11 DE DEZEMBRO DE 1990).
3.10  Ter conta-corrente individual preferencialmente do Banco do Brasil.
3.11  Os bolsistas DS/CAPES devem seguir os requisitos da Portaria CAPES nº 76, de 14 de abril de 2010 e da Portaria Conjunta CAPES/CNPq nº 1, de 15 de julho de 2010.
 
4 DOS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA CANDIDATURA
4.1  Requerimento de solicitação de concessão de bolsa, devidamente preenchido e assinado, disponível na página do PPG-SBPAS, no site da UFFS: www.uffs.edu.br/ppgsbpas>Formulários.
4.2  Cópia do currículo Lattes do CNPq atualizado até a data da inscrição, não documentado.
4.3  Carta, devidamente assinada pelo aluno, com justificativa para o interesse na concessão da bolsa e, se for o caso, com autorização para acúmulo de percepção de bolsa e atividade remunerada decorrente de vínculo funcional com a rede pública de ensino básico (desde que liberado integralmente da atividade profissional e, nesse último caso, esteja cursando a pós-graduação na respectiva área), desde que respeitados todos os subitens do item 3 deste Edital.
 
5 DA AVALIAÇÃO
5.1  Os requerimentos serão julgados pela Comissão de Bolsas do PPG-SBPAS, designado em portaria.
5.2  O critério para a concessão destas bolsas e de novas bolsas será de acordo com a nota final dos candidatos aprovados nos Processos Seletivos de Ingresso no PPG-SBPAS 2021/2 e 2022/1, conforme Editais nº 724/GR/UFFS/2021 e nº 176/GR/UFFS/2022, independente da linha de pesquisa.
5.2.1  Em caso de empate na ordem de classificação, a bolsa será concedida ao candidato aprovado com maior nota no pré-projeto apresentado na seleção.
 
6 DO CRONOGRAMA
Etapa
Datas
Inscrições
De 06 e 07 de julho de 2022, exclusivamente pelo e-mail sec.ppg-sbpas@uffs.edu.br
Divulgação das Inscrições
A partir de 08 de julho de 2022
Divulgação do Resultado Provisório
A partir de 11 de julho de 2022
Homologação do Resultado Final
A partir de 13 de julho 2022
Assinatura do Termo de Compromisso de Bolsista
Até dia 15 de julho de 2022
 
7 DOS RECURSOS
7.1  O candidato poderá interpor recurso em até 1 (um) dia útil após a publicação/divulgação no sítio da UFFS, www.uffs.edu.br/ppgsbpas> Bolsas de Estudo> Editais.
7.2  Os recursos deverão ser encaminhados para o e-mail sec.ppg-sbpas@uffs.edu.br, e devem conter o nome completo do candidato, a exposição de motivos do recuso e a fundamentação para o pedido de revisão.
7.3  A Comissão de Seleção é a única instância para recurso, sendo soberana em suas decisões, razão pela qual não caberá recurso ao resultado dos recursos.
7.4  Serão indeferidos os recursos que não atenderem aos dispositivos estabelecidos neste Edital.
7.5  A Comissão de Seleção emitirá parecer no prazo de 1 (um) dia útil após o encerramento do prazo de recurso.
7.6  O parecer será disponibilizado pela secretaria do Programa e encaminhado por e-mail para as partes interessadas.
 
8 DA IMPLEMENTAÇÃO DA BOLSA DOS CANDIDATOS APROVADOS
8.1  O candidato aprovado e contemplado com bolsa deverá:
8.1.1  Preencher o formulário de Cadastro de Bolsista e assinar o Termo de Compromisso de Bolsista Capes/DS, disponíveis na página do PPG-SBPAS, no site da UFFS: www.uffs.edu.br/ppgsbpas>Formulários.
8.1.2  Apresentar comprovante de residência no município de Realeza-PR (contas de água, ou de luz, ou de telefone no nome do candidato, ou contrato de locação de imóvel reconhecido em cartório, ou declaração que comprove a residência reconhecido em cartório).
8.1.3  Apresentar comprovante de conta-corrente individual preferencialmente no Banco do Brasil.
 
9 DO VALOR, DA VIGÊNCIA DA BOLSA E DAS COTAS
9.1  O valor da bolsa DS/CAPES é estabelecido em norma específica vigente dos respectivos órgãos.
9.2  O período de vigência da bolsa respeitará os prazos máximos de defesas da dissertação estabelecidos no Regimento do PPG-SBPAS, podendo ser renovada de acordo com disponibilidade orçamentária dos órgãos pagadores.
9.2.1  As bolsas serão distribuídas tendo em vista o desempenho dos alunos em relação aos critérios estabelecidos pela Comissão de Bolsas, as normas das agências de fomento e a lista classificatória dos candidatos.
9.3  De imediato, o PPG-SBPAS possui para concessão: 1 (uma) cota de bolsa DS/CAPES para o Mestrado.
 
10 DA MANUTENÇÃO DA BOLSA
10.1  O bolsista deverá apresentar à Comissão de Bolsas relatório semestral de atividades no PPG-SBPAS, para fins de manutenção ou mesmo em caso de cancelamento do benefício.
10.2  Além dos critérios do Programa DS/Capes e das normativas específicas da UFFS, o aluno deverá estar matriculado em, no mínimo, três disciplinas por semestre, até a integralização dos créditos mínimos obrigatórios em disciplinas do Programa.
10.3  Perderá a bolsa o aluno que reprovar em uma disciplina ou tiver 2 (dois) conceitos C, nos créditos cursados em disciplinas.
10.4  Perderá a bolsa o aluno que for reprovado por não apresentar a frequência mínima de 75% (setenta e cinco por cento) da carga horária programada em disciplina.
 
11 DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
11.1  O aluno contemplado deverá, a partir do ato de assinatura do Termo de Compromisso de Bolsista, cumprir todos os requisitos do Programa DS/CAPES, regido pela Portaria CAPES nº 76, de 14 de abril de 2010, e pela Portaria Conjunta CAPES/CNPq nº 1, de 15 de julho de 2010, para as bolsas CAPES, bem como pelos requisitos constantes na normativa de concessão e manutenção de bolsas do PPG-SBPAS.
11.2  Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão de Bolsas.
 
 

Chapecó-SC, 05 de julho de 2022.

Marcelo Recktenvald

Reitor

Documento Histórico

EDITAL Nº 729/GR/UFFS/2022

ADMISSÃO DE ALUNOS EM DISCIPLINA ISOLADA NO CURSO DE MESTRADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO PROFISSIONAL EM EDUCAÇÃO
O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais, torna público os critérios para admissão de alunos às vagas em disciplina isolada no curso de Mestrado do Programa de Pós-Graduação Mestrado Profissional em Educação (PPGPE/UFFS), mediante Processo Seletivo, com validade para o ingresso no segundo semestre letivo de 2022.
 
1 DO PÚBLICO-ALVO
1.1  Poderão se inscrever no Processo Seletivo para a admissão em disciplina isolada no Curso de Mestrado Profissional em Educação (PPGPE/UFFS) interessados que:
I -  estejam vinculados a Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu de IES nacionais ou estrangeiras reconhecidas pela CAPES;
II -  sejam portadores de diploma ou certificado de conclusão de curso superior - Licenciatura;
III -  estejam cursando o último semestre do curso de graduação - Licenciatura.
 
2 DAS VAGAS
2.1  Serão oferecidas até 03 (três) vagas por disciplina eletiva para alunos em disciplina isolada no curso de Mestrado Profissional em Educação (PPGPE/UFFS).
2.2  Serão ofertadas as seguintes disciplinas eletivas:
DISCIPLINA
CRÉDITOS
VAGAS
Teorias do Currículo
02 Créditos
Até 03 (três) vagas
Educação, Cultura e Sociedade
02 Créditos
Até 03 (três) vagas
Fundamentos da Educação Integral em Jornada Ampliada
02 Créditos
Até 03 (três) vagas
2.3  A decisão quanto ao preenchimento das vagas caberá ao(s) professor(es) responsável(eis) pela disciplina com base na análise da documentação entregue pelo candidato.
2.4  O candidato deverá se inscrever em apenas uma das disciplinas ofertadas.
2.5  As disciplinas serão ofertadas conforme Quadro de horário 2022.2 disponível no site oficial (www.uffs.edu.br/ppgpe > Quadro de Horários).
2.6  Ficam reservadas:
I -  2 (duas) vagas para candidatos Autodeclarados Indígenas;
II -  1 (uma) vaga para candidatos com Deficiência;
III -  1 (uma) vaga para candidatos Autodeclarados Negros (pretos e pardos).
 
3 DAS INSCRIÇÕES
3.1  As inscrições serão realizadas exclusivamente via e-mail. Os documentos listados no item 3.2 devem ser encaminhados para o e-mail ps.ppgpe@uffs.edu.br, no período de 07 a 12 de julho de 2022. Serão aceitas inscrições recebidas até as 23h59min do dia 12 de julho de 2022.
3.2  Os candidatos deverão anexar obrigatoriamente no ato de inscrição cópia digitalizada em formato PDF (no tamanho máximo de 10Mb) dos seguintes documentos, na seguinte ordem:
I -  Formulário de inscrição preenchido, disponível no site oficial (www.uffs.edu.br/ppgpe> Ingresso > Processo Seletivo - Disciplinas Isoladas > Formulário de Inscrição);
II -  Cópia simples (frente e verso) do documento de identidade válido (RG, CNH, Carteira de Trabalho) para candidato estrangeiro, Registro Nacional Migratório (RNM) ou Registro Nacional de Estrangeiro (RNE) ou documento que comprove a solicitação destes documentos na Polícia Federal;
III -  Cópia simples do CPF (dispensável se o número estiver no RG);
IV -  Cópia simples do diploma ou certificado de conclusão de graduação ou declaração da instituição de ensino de que está cursando o último semestre da graduação e, se for o caso, comprovante de que é aluno regular em outro Programa de Pós-Graduação stricto sensu ;
V -  Histórico escolar da graduação;
VI -  Carta de intenções endereçada ao professor da disciplina com, no máximo, 1 (uma) página, texto com fonte tamanho 12 e espaço 1,5 entre linhas, na qual fiquem claros os seguintes itens: a) Identificação do candidato; b) Experiência acadêmica (estágio, monitoria, iniciação científica, TCC) ou docente na área; c) Justificativa de interesse pessoal na disciplina; d) Possibilidade de aproveitamento da disciplina em sua atuação profissional; e) Expectativas em relação à disciplina;
VII -  Curriculum Vitae , preferencialmente na versão fornecida pela Plataforma Lattes do CNPq, não documentado;
VIII -  Título de eleitor, acompanhado da Certidão de Quitação Eleitoral atualizada (emitida pelo site www.tse.jus.br, há no máximo 60 dias);
IX -  Documento comprobatório de estar em dia com as obrigações militares, para candidatos do sexo masculino entre 18 e 45 anos, nos termos do art. 5º da LEI Nº 4.375, DE 17 DE AGOSTO DE 1964 (LEI do Serviço Militar).
3.3  Os candidatos cotistas deverão declarar no formulário a qual cota está concorrendo. O preenchimento desse formulário deverá corresponder a verdade, estando o candidato ciente que a autodeclaração falsa constitui prática ilegal, e na hipótese de constatação de declaração falsa, será eliminado do processo seletivo.
3.3.1  Os candidatos Autodeclarados Indígenas e Negros (pretos e pardos), convocados para matrícula, serão submetidos à aferição da autodeclaração para fins exclusivos de comprovação da condição de preto, pardo ou indígena pela Comissão Responsável pela análise da autodeclaração étnico-racial - Campus Erechim, as orientações referentes à realização do procedimento de aferição da autodeclaração serão divulgadas no edital de homologação do resultado final.
3.3.2  O resultado da aferição será disponibilizado no sítio da UFFS: www.uffs.edu.br/ppgpe > Ingresso > Processo Seletivo - Disciplinas Isoladas.
3.3.3  Caso o resultado seja favorável o candidato terá sua matrícula registrada automaticamente pela secretaria de pós-graduação.
3.3.4  O candidato poderá interpor recurso ao resultado, em até 1 (um) dia útil após a publicação no sítio da UFFS, exclusivamente pelo e-mail: sec.ppgpe@uffs.edu.br. O pedido de recurso deve ser instruído com requerimento fundamentado, acompanhado de novo(s) documento(s) que contenha(m) elementos capazes de reverter o parecer inicial.
3.3.5  O recurso será analisado por Comissão Responsável pela análise da autodeclaração étnico-racial - Campus Erechim, e a decisão será comunicada, no prazo de 2 (dois) dias úteis após o encerramento do prazo de recurso, no e-mail do candidato.
 
4 DA ANÁLISE DO PEDIDO
4.1  O pedido de inscrição do candidato será avaliado pelo professor da disciplina.
4.2  O resultado da seleção será divulgado no link/endereço www.uffs.edu.br/ppgpe > Ingresso > Processo Seletivo - Disciplinas Isoladas.
4.2.1  Os classificados, até o limite das vagas oferecidas por disciplina, constarão da “lista de selecionados”.
4.2.2  Os candidatos classificados além do limite das vagas, por disciplina, constarão da “lista de suplentes” e poderão ser convocados, no caso de desistência de candidatos selecionados.
4.3  O processo de seleção do candidato é de responsabilidade do professor da disciplina, ao qual cabe recurso, sendo enviado à secretaria do Programa de Pós-Graduação.
4.3.1  O número de candidatos a compor a lista de suplentes será igual ao número de vagas da disciplina pretendida.
4.3.2  Em caso de empate entre os candidatos, terá preferência pela vaga o candidato com idade mais elevada.
 
5 DO CRONOGRAMA
5.1  As etapas do Processo Seletivo ocorrerão conforme o cronograma a seguir:
ETAPAS
DATAS
Inscrições
Dias 07 a 12 de julho de 2022 (Até as 23h59min do dia 12/07/2022)
Homologação das Inscrições
A partir de 13 de julho de 2022
Homologação dos Resultados
A partir de 20 de julho de 2022
Matrícula dos alunos selecionados
Dias 01 e 02 de agosto de 2022 (Até às 14h do dia 02/08/2022)
5.2  É de exclusiva responsabilidade do candidato acompanhar, no sítio da UFFS, a divulgação dos resultados e eventuais alterações no cronograma acima.
 
6 DOS RECURSOS
6.1  O candidato poderá interpor recurso da divulgação da homologação das inscrições e dos resultados em até um dia útil da publicação no sítio da UFFS, exclusivamente pelo e-mail: sec.ppgpe@uffs.edu.br e deverá conter o nome completo do candidato, a exposição de motivos e a fundamentação para o pedido de recurso.
6.2  Serão indeferidos os pedidos que não atenderem aos dispositivos aqui estabelecidos.
6.3  A decisão será encaminhada via e-mail p ara a parte interessada, no prazo de um dia útil após o encerramento do prazo de recurso.
 
7 DA MATRÍCULA
7.1  O candidato selecionado deverá efetuar a matrícula nos dias 01 e 02 de agosto de 2022, enviando cópia escaneada da documentação solicitada para o e-mail sec.ppgpe@uffs.edu.br até às 14h do dia 02 de agosto de 2022.
7.2  O candidato selecionado que não realizar a matrícula nesse período perderá o direito à vaga.
7.3  Os documentos para matrícula serão informados no edital de divulgação dos resultados.
 
8 DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
8.1  O candidato, ao assinar o formulário de inscrição, declara que leu e concorda com as normas deste Edital.
8.2  O PPGPE respeitará as orientações de Nível de Segurança Operacional (NSO) do Campus Erechim-RS e deliberações do Conselho de Campus, em virtude da pandemia do COVID-19 quanto ao formato das atividades do curso.
8.2.1  As disciplinas ofertadas no referido edital são ministradas no formato presencial, seguindo os protocolos de segurança exigidos pelas autoridades competentes e pelo Campus Erechim-RS.
8.2.2  O formato das atividades poderá sofrer alterações até o dia de início das aulas. É de responsabilidade do aluno acompanhar as informações no site da UFFS, ou na página do PPGPE (www.uffs.edu.br/ppgpe).
8.3  Aos alunos na condição de matrícula especial em disciplina isolada não será garantida a matrícula como aluno regular em futuros processos seletivos do PPGPE.
8.4  A oferta de componentes curriculares está condicionada à matrícula de 05 (cinco) alunos regulares na turma (Art. 107, RESOLUÇÃO Nº 18/CONSUNI CPPGEC/UFFS/2016).
8.5  A qualquer tempo, se constatada a apresentação de documentos e/ou assinaturas inidôneas, será considerada cancelada a inscrição do candidato.
8.6  Os casos omissos deste Edital serão resolvidos pela Coordenação do Programa.
8.7  Indicamos, como foro para dirimir eventuais litígios que possam decorrer do presente procedimento, in casu , a Justiça Federal, Seção Judiciária de Santa Catarina, Subseção Judiciária de Chapecó.
8.8  Em caso da obrigatoriedade de comprovação de vacinação contra o novo Coronavírus (Covid-19), o programa poderá solicitá-la oportunamente.
 
 

Chapecó-SC, 05 de julho de 2022.

Marcelo Recktenvald

Reitor

Documento Histórico

EDITAL Nº 730/GR/UFFS/2022

ADMISSÃO DE ALUNOS EM DISCIPLINA ISOLADA NO CURSO DE MESTRADO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO INTERDISCIPLINAR EM CIÊNCIAS HUMANAS
O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais, torna público os critérios para admissão de alunos às vagas em disciplina isolada no curso de Mestrado do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Ciências Humanas (PPGICH/UFFS), mediante Processo Seletivo, com validade para o ingresso no segundo semestre letivo de 2022.
 
1 DO PÚBLICO-ALVO
1.1  Poderão se inscrever no Processo Seletivo para a admissão em disciplina isolada no Curso de Mestrado Interdisciplinar em Ciências Humanas (PPGICH/UFFS) interessados que:
I -  estejam vinculados a Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu de IES nacionais ou estrangeiras reconhecidas pela CAPES;
II -  sejam portadores de diploma ou certificado de conclusão de curso superior;
III -  estejam cursando o último semestre do curso de graduação.
 
2 DAS VAGAS
2.1  Serão oferecidas até 05 (cinco) vagas por disciplina eletiva para alunos em disciplina isolada no curso de Mestrado Interdisciplinar em Ciências Humanas (PPGICH/UFFS).
2.2  Serão ofertadas as seguintes disciplinas eletivas:
DISCIPLINA
CRÉDITOS
VAGAS
Espaço Urbano e Sociedade
04 Créditos
Até 05 (cinco) vagas
Trabalho, economia e sociedade
04 Créditos
Até 05 (cinco) vagas
Seminários Avançados - Educação e Direitos Humanos: perspectivas decoloniais
04 Créditos
Até 05 (cinco) vagas
2.3  A decisão quanto ao preenchimento das vagas caberá ao(s) professor(es) responsável(eis) pela disciplina com base na análise da documentação entregue pelo candidato.
2.4  O candidato deverá se inscrever em apenas uma das disciplinas ofertadas.
2.5  As disciplinas serão ofertadas conforme Quadro de horário 2022.2 disponível no site oficial (www.uffs.edu.br/ppgich > Quadro de Horários).
2.6  Ficam reservadas:
I -  2 (duas) vagas para candidatos Autodeclarados Indígenas;
II -  1 (uma) vaga para candidatos com Deficiência;
III -  1 (uma) vaga para candidatos Autodeclarados Negros (pretos e pardos).
 
3 DAS INSCRIÇÕES
3.1  As inscrições serão realizadas exclusivamente via e-mail. Os documentos listados no item 3.2 devem ser encaminhados para o e-mail ps.ppgich@uffs.edu.br, no período de 07 a 12 de julho de 2022. Serão aceitas inscrições recebidas até as 23h59min do dia 12 de julho de 2022.
3.2  Os candidatos deverão anexar obrigatoriamente no ato de inscrição cópia digitalizada em formato PDF (no tamanho máximo de 10Mb) dos seguintes documentos, na seguinte ordem:
I -  Formulário de inscrição preenchido, disponível no site oficial (www.uffs.edu.br/ppgich > Ingresso > Processo Seletivo - Disciplinas Isoladas > Formulário de Inscrição);
II -  Cópia simples (frente e verso) do documento de identidade válido (RG, CNH, Carteira de Trabalho) para candidato estrangeiro, Registro Nacional Migratório (RNM) ou Registro Nacional de Estrangeiro (RNE) ou documento que comprove a solicitação destes documentos na Polícia Federal;
III -  Cópia simples do CPF (dispensável se o número estiver no RG);
IV -  Cópia simples do diploma ou certificado de conclusão de graduação ou declaração da instituição de ensino de que está cursando o último semestre da graduação e, se for o caso, comprovante de que é aluno regular em outro Programa de Pós-Graduação stricto sensu ;
V -  Histórico escolar da graduação;
VI -  Carta de intenções endereçada ao professor da disciplina com, no máximo, 1 (uma) página, texto com fonte tamanho 12 e espaço 1,5 entre linhas, na qual fiquem claros os seguintes itens: a) Identificação do candidato; b) Experiência acadêmica (estágio, monitoria, iniciação científica, TCC) ou docente na área; c) Justificativa de interesse pessoal na disciplina; d) Possibilidade de aproveitamento da disciplina em sua atuação profissional; e) Expectativas em relação à disciplina;
VII -  Curriculum Vitae , preferencialmente na versão fornecida pela Plataforma Lattes do CNPq, não documentado;
VIII -  Título de eleitor, acompanhado da Certidão de Quitação Eleitoral atualizada (emitida pelo site www.tse.jus.br, há no máximo 60 dias);
IX -  Documento comprobatório de estar em dia com as obrigações militares, para candidatos do sexo masculino entre 18 e 45 anos, nos termos do art. 5º da LEI Nº 4.375, DE 17 DE AGOSTO DE 1964 (LEI do Serviço Militar).
3.3  Os candidatos cotistas deverão declarar no formulário a qual cota está concorrendo. O preenchimento desse formulário deverá corresponder a verdade, estando o candidato ciente que a autodeclaração falsa constitui prática ilegal, e na hipótese de constatação de declaração falsa, será eliminado do processo seletivo.
3.3.1  Os candidatos Autodeclarados Indígenas e Negros (pretos e pardos), convocados para matrícula, serão submetidos à aferição da autodeclaração para fins exclusivos de comprovação da condição de preto, pardo ou indígena pela Comissão Responsável pela análise da autodeclaração étnico-racial - Campus Erechim, as orientações referentes à realização do procedimento de aferição da autodeclaração serão divulgadas no edital de homologação do resultado final.
3.3.2  O resultado da aferição será disponibilizado no sítio da UFFS: www.uffs.edu.br/ppgich > Ingresso > Processo Seletivo - Disciplinas Isoladas.
3.3.3  Caso o resultado seja favorável o candidato terá sua matrícula registrada automaticamente pela secretaria de pós-graduação.
3.3.4  O candidato poderá interpor recurso ao resultado, em até 1 (um) dia útil após a publicação no sítio da UFFS, exclusivamente pelo e-mail: sec.ppgich@uffs.edu.br. O pedido de recurso deve ser instruído com requerimento fundamentado, acompanhado de novo(s) documento(s) que contenha(m) elementos capazes de reverter o parecer inicial.
3.3.5  O recurso será analisado por Comissão Responsável pela análise da autodeclaração étnico-racial - Campus Erechim e a decisão será comunicada, no prazo de 2 (dois) dias úteis após o encerramento do prazo de recurso, no e-mail do candidato.
 
4 DA ANÁLISE DO PEDIDO
4.1  O pedido de inscrição do candidato será avaliado pelo professor da disciplina.
4.2  O resultado da seleção será divulgado no link/endereço www.uffs.edu.br/ppgich > Ingresso > Processo Seletivo - Disciplinas Isoladas.
4.2.1  Os classificados, até o limite das vagas oferecidas por disciplina, constarão da “lista de selecionados”.
4.2.2  Os candidatos classificados além do limite das vagas, por disciplina, constarão da “lista de suplentes” e poderão ser convocados, no caso de desistência de candidatos selecionados.
4.3  O processo de seleção do candidato é de responsabilidade do professor da disciplina, ao qual cabe recurso, sendo enviado à secretaria do Programa de Pós-Graduação.
4.3.1  O número de candidatos a compor a lista de suplentes será igual ao número de vagas da disciplina pretendida.
4.3.2  Em caso de empate entre os candidatos, terá preferência pela vaga o candidato com idade mais elevada.
 
5 DO CRONOGRAMA
5.1  As etapas do Processo Seletivo ocorrerão conforme o cronograma a seguir:
ETAPAS
DATAS
Inscrições
Dias 07 a 12 de julho de 2022 (Até as 23h59min do dia 12/07/2022)
Homologação das Inscrições
A partir de 13 de julho de 2022
Homologação dos Resultados
A partir de 20 de julho de 2022
Matrícula dos alunos selecionados
Dias 01 e 02 de agosto de 2022 (Até às 14h do dia 02/08/2022)
5.2  É de exclusiva responsabilidade do candidato acompanhar, no sítio da UFFS, a divulgação dos resultados e eventuais alterações no cronograma acima.
 
6 DOS RECURSOS
6.1  O candidato poderá interpor recurso da divulgação da homologação das inscrições e dos resultados em até um dia útil da publicação no sítio da UFFS, exclusivamente pelo e-mail: sec.ppgich@uffs.edu.br e deverá conter o nome completo do candidato, a exposição de motivos e a fundamentação para o pedido de recurso.
6.2  Serão indeferidos os pedidos que não atenderem aos dispositivos aqui estabelecidos.
6.3  A decisão será encaminhada via e-mail p ara a parte interessada, no prazo de um dia útil após o encerramento do prazo de recurso.
 
7 DA MATRÍCULA
7.1  O candidato selecionado deverá efetuar a matrícula nos dias 01 e 02 de agosto de 2022, enviando cópia escaneada da documentação solicitada para o e-mail sec.ppgich@uffs.edu.br até às 14h do dia 02 de agosto de 2022.
7.2  O candidato selecionado que não realizar a matrícula nesse período perderá o direito à vaga.
7.3  Os documentos para matrícula serão informados no edital de divulgação dos resultados.
 
8 DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
8.1  O candidato, ao assinar o formulário de inscrição, declara que leu e concorda com as normas deste Edital.
8.2  O PPGICH respeitará as orientações de Nível de Segurança Operacional (NSO) do Campus Erechim-RS e deliberações do Conselho de Campus, em virtude da pandemia do COVID-19 quanto ao formato das atividades do curso.
8.2.1  As disciplinas ofertadas no referido edital são ministradas no formato presencial, seguindo os protocolos de segurança exigidos pelas autoridades competentes e pelo Campus Erechim-RS.
8.2.2  O formato das atividades poderá sofrer alterações até o dia de início das aulas. É de responsabilidade do aluno acompanhar as informações no site da UFFS, ou na página do PPGICH (www.uffs.edu.br/ppgich).
8.3  Aos alunos na condição de matrícula especial em disciplina isolada não será garantida a matrícula como aluno regular em futuros processos seletivos do PPGICH.
8.4  A oferta de componentes curriculares está condicionada à matrícula de 05 (cinco) alunos regulares na turma (Art. 107, RESOLUÇÃO Nº 18/CONSUNI CPPGEC/UFFS/2016).
8.5  A qualquer tempo, se constatada a apresentação de documentos e/ou assinaturas inidôneas, será considerada cancelada a inscrição do candidato.
8.6  Os casos omissos deste Edital serão resolvidos pela Coordenação do Programa.
8.7  Indicamos, como foro para dirimir eventuais litígios que possam decorrer do presente procedimento, in casu , a Justiça Federal, Seção Judiciária de Santa Catarina, Subseção Judiciária de Chapecó.
8.8  Em caso da obrigatoriedade de comprovação de vacinação contra o novo Coronavírus (Covid-19), o programa poderá solicitá-la oportunamente.
 
 

Chapecó-SC, 05 de julho de 2022.

Marcelo Recktenvald

Reitor

Documento Histórico

EDITAL Nº 731/GR/UFFS/2022

RESULTADO PROVISÓRIO DA PRIMEIRA ETAPA DO EDITAL Nº 440/GR/UFFS/2022 SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA O CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM SEGURANÇA DAS FRONTEIRAS
O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais, torna público o resultado provisório referente à análise de currículo dos candidatos à vaga no curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Segurança das Fronteiras, conforme EDITAL Nº 440/GR/UFFS/2022.
 
1 DOS CANDIDATOS SELECIONADOS NA ETAPA DE ANÁLISE DO CURRÍCULO
NOME
Ana Luiza Tollemache
Bruno Bevilaqua Lemos
Célio Fantanella
Cleverson Luiz França
Eduardo Cazuni do Amaral
Francesco Lucca Ribeiro
Guilherme Luiz De Bona Gambin
Jeferson Rodrigues de Oliveira
Jozevana Camila Schina
Leonir Tracz
Maycon Campos Pinto
Renata Oro
Roberto de Castro
Tiago André Rossi
 
2 DOS CANDIDATOS NÃO APROVADOS NA ETAPA DE ANÁLISE DO CURRÍCULO
NOME
Jackson Dimanche
Jafé Ribeiro
Suelen Rodrigues
Mark Tollemache
 

Chapecó-SC, 06 de julho de 2022.

Marcelo Recktenvald

Reitor

Documento Histórico

EDITAL Nº 732/GR/UFFS/2022

RETIFICAÇÃO DO EDITAL Nº 713/GR/UFFS/2022 DE HOMOLOGAÇÃO FINAL DAS INSCRIÇÕES DO PROCESSO DE SELEÇÃO DE CANDIDATOS PARA O CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU EM SEGURANÇA DAS FRONTEIRAS
O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais, torna pública a retificação do item 1 do EDITAL Nº 713/GR/UFFS/2022, de homologação final dos candidatos à vaga no curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Segurança das Fronteiras.
 
ONDE SE LÊ:
1 DAS INSCRIÇÕES HOMOLOGADAS
a)  Ana Luiza Tollemache;
b)  Bruno Bevilaqua Lemos;
c)  Célio Fantanella;
d)  Cleverson Luiz França;
e)  Eduardo Cazuni do Amaral;
f)  Elvico José Favaretto;
g)  Francesco Lucca Ribeiro;
h)  Guilherme Luiz De Bona Gambin;
i)  Jackson Dimanche;
j)  Jafé Ribeiro;
k)  Jeferson Rodrigues de Oliveira;
l)  Jozevana Camila Schina;
m)  Leonir Tracz;
n)  Mark Tollemache;
o)  Maycon Campos Pinto;
p)  Renata Oro;
q)  Roberto de Castro;
r)  Suelen Rodrigues;
s)  Tiago André Rossi.”
 
LEIA-SE:
1 DAS INSCRIÇÕES HOMOLOGADAS
a)  Ana Luiza Tollemache;
b)  Bruno Bevilaqua Lemos;
c)  Célio Fantanella;
d)  Cleverson Luiz França;
e)  Eduardo Cazuni do Amaral;
f)  Francesco Lucca Ribeiro;
g)  Guilherme Luiz De Bona Gambin;
h)  Jackson Dimanche;
i)  Jafé Ribeiro;
j)  Jeferson Rodrigues de Oliveira;
k)  Jozevana Camila Schina;
l)  Leonir Tracz;
m)  Mark Tollemache;
n)  Maycon Campos Pinto;
o)  Renata Oro;
p)  Roberto de Castro;
q)  Suelen Rodrigues;
r)  Tiago André Rossi.”
 
 

Chapecó-SC, 06 de julho de 2022.

Marcelo Recktenvald

Reitor

Documento Histórico

EDITAL Nº 733/GR/UFFS/2022

CONCESSÃO DAS COTAS DE BOLSAS E AUXÍLIOS CAPES PARA A PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL
O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais, torna público o presente edital de chamamento dos Programas de Pós-Graduação da UFFS para a concessão de cotas de bolsas e auxílios alocados na Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PROPEPG) pela ação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), de acordo com os termos da PORTARIA Nº 34, de 9 de março de 2020, da PORTARIA CAPES nº 73, de 6 de abril de 2022, da PORTARIA Nº 92, de 24 de maio de 2022 e do Ofício Circular nº 5/2022-GAB/PR/CAPES.
 
1 DA FINALIDADE
1.1  Conceder bolsas de estudo da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) a estudantes regularmente matriculados nos cursos de mestrados dos Programas de Pós-Graduação stricto sensu da UFFS (PPGs), de acordo com a classificação dos PPGs constante no ANEXO I.
 
2 DOS CRITÉRIOS PARA A ALOCAÇÃO DAS BOLSAS
2.1  A PROPEPG, de acordo com os critérios estabelecidos em atos normativos emitidos pela CAPES, receberá 6 cotas de bolsa de mestrado.
2.2  Será concedida uma cota de bolsa por curso de mestrado acadêmico em ordem decrescente conforme o ANEXO I para atender aos alunos de Pós-Graduação.
2.3  Respeitando os critérios obrigatórios que constam no art. 2º da PORTARIA CAPES nº 73 de 6 de abril de 2022, e os estabelecidos pela PROPEPG pela delegação de autonomia concedida pela CAPES, foram utilizados os seguintes critérios para elaboração da classificação constante no ANEXO I:
I -  O primeiro critério, referente à temas estratégicos, definido pela PROPEPG é a presença do curso de doutorado, e, em seguida, os PPGs que submeteram formalmente até a data de 30 de junho de 2022, a composição de um grupo de trabalho para a proposição de cursos de doutorado em observância ao PDI da UFFS, da peculiaridade regional de inserção de seus programas e da necessidade de crescimento qualificado da pós-graduação;
II -  O segundo critério adotado foi o menor Índice de Desenvolvimento Municipal (IDHM) no qual o PPG está inserido, sendo este mesmo adotado pela CAPES na reformulação da sua política de distribuição de bolsas de demanda social (DS) do ano corrente;
III -  O terceiro critério levou em consideração os PPGs que apresentam o quantitativo menor de bolsas DS/número de alunos matriculados;
IV -  O quarto critério foi o maior número de discentes titulados.
2.4  Compete ao Colegiado do Programa indicar o bolsista, podendo ser utilizada a classificação de seleções vigentes no programa ou aquelas que serão realizadas.
2.5  Os critérios adotados pelo programa devem constar em edital específico de processo seletivo para concessão de bolsa do PPG, amplamente divulgado.
2.6  O aluno indicado para bolsa deverá estar regularmente matriculado no PPG da UFFS contemplado neste edital.
 
3 DOS COMPROMISSOS, REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES COMUNS A TODOS OS BOLSISTAS
3.1  Exigir-se-á do pós-graduando, para concessão de bolsa de estudos:
I -  Estar regularmente matriculado em curso de mestrado de PPG da UFFS e dedicação integral às atividades do programa de pós-graduação;
II -  quando possuir vínculo empregatício, estar liberado das atividades profissionais e sem percepção de vencimentos;
III -  comprovar desempenho acadêmico satisfatório, consoante às normas definidas pela instituição promotora do curso;
IV -  não possuir qualquer relação de trabalho com a instituição promotora do programa de Pós-Graduação;
V -  realizar estágio de docência de acordo com o estabelecido no art. 18 da Portaria 76 de 2010 da Capes;
VI -  não ser aluno em programa de residência médica;
VII -  quando servidor público, somente os estáveis poderão ser beneficiados com bolsas de mestrado e doutorado, conforme disposto no art. 318 da LEI Nº 11.907, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2009;
VIII -  os servidores públicos beneficiados com bolsas de mestrado e doutorado deverão permanecer no exercício de suas funções, após o seu retorno, por um período igual ao de afastamento concedido (§ 4º, art. 96-A, acrescido pelo Art. 318 da LEI Nº 11.907, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2009 que deu nova redação à LEI Nº 8.112, DE 11 DE DEZEMBRO DE 1990);
IX -  ser classificado no processo seletivo especialmente instaurado pela Instituição de Ensino Superior em que se realiza o curso;
X -  fixar residência na cidade onde realiza o curso;
XI -  não acumular a percepção da bolsa com qualquer modalidade de auxílio ou bolsa de outro programa da CAPES, de outra agência de fomento pública, nacional ou internacional, ou empresa pública ou privada, excetuando-se:
a)  poderá ser admitido como bolsista de mestrado ou doutorado, o pós-graduando que perceba remuneração bruta inferior ao valor da bolsa da respectiva modalidade, decorrente de vínculo funcional com a rede pública de ensino básico ou na área de saúde coletiva, desde que liberado integralmente da atividade profissional e, nesse último caso, esteja cursando a pós-graduação na respectiva área;
b)  os bolsistas da CAPES, matriculados em programas de pós-graduação no país, selecionados para atuarem como professores substitutos nas instituições públicas de ensino superior, com a devida anuência do seu orientador e autorização da Comissão de Bolsas CAPES/DS do programa de pós-graduação, terão preservadas as bolsas de estudo. No entanto, aqueles que já se encontram atuando como professores substitutos não poderão ser contemplados com bolsas do Programa de Demanda Social;
c)  conforme estabelecido pela Portaria Conjunta Nº. 1 Capes/CNPq, de 12/12/2007, os bolsistas CAPES, matriculados em programas de pós-graduação no país, poderão receber bolsa da Universidade Aberta do Brasil - UAB, quando atuarem como tutores. Em relação aos demais agentes da UAB, não será permitido o acúmulo dessas bolsas.
 
4 DO CRONOGRAMA, DO RECURSO E DA IMPUGNAÇÃO DO EDITAL
4.1  Indicação de bolsistas pelo PPG classificado no ANEXO I, deverá ocorrer até o dia 31/7/2022.
4.2  O PPG que não atender ao prazo estabelecido no item 4.1, poderá indicar o bolsista até o prazo máximo de 30/08/2022.
4.2.1  A não indicação de bolsista pelo PPG até o prazo máximo de 30/08/2022, automaticamente perderá o direito a cota, sendo esta repassada ao próximo programa melhor classificado.
4.3  A indicação do bolsista e os documentos elencados no item 6 devem ser enviados por e-mail para o Departamento de Desenvolvimento Stricto Sensu (strictosensu@uffs.edu.br) pela Secretaria do Programa de Pós-Graduação, mencionando o edital de seleção utilizado para a indicação do bolsista para publicação do resultado final.
4.4  O PPG poderá interpor recurso a Diretoria de Pós-graduação em até 01 dia útil após a publicação do edital com a classificação dos PPGs para o e-mail strictosensu@uffs.edu.br.
4.5  A Diretoria de Pós-graduação emitirá resultado do recurso em até 1 dia útil após o recebimento do mesmo e disponibilizará o resultado no site da UFFS.
4.6  A contar da data e horário de publicação deste edital, considerar-se-á o prazo de 3 (três) dias úteis para impugnação do edital.
4.7  Para cumprir o item 4.4, o requerente deverá abrir processo administrativo via SIPAC consubstanciado dirigido a Diretoria de Pós-Graduação (DPG).
4.8  Os casos de alegações contrárias e solicitação de impugnação serão tratados pela PROPEPG/DPG em até 48 (quarenta e oito horas) após recebimento, sendo que qualquer alteração do que consta no ANEXO I será amplamente publicizada por meio de ofício circular aos PPGs.
4.9  Após 5 (cinco) dias da publicação deste edital, na ausência de manifestações ou indeferimentos de solicitações referente ao que se trata no item 4.6, o ANEXO I automaticamente torna-se o objeto definitivo oficial do presente chamamento.
4.10  Após cumpridos os prazos dos ites 4.6 e 4.7 será publicizado por meio de ofício circular aos PPGs, a relação de PPGs com cotas de bolsas implementadas, atendendo o critério do item 2.
 
5 DA VIGÊNCIA E DO VALOR DAS BOLSAS
5.1  As bolsas terão duração máxima de 12 (doze) meses podendo ser prorrogadas ou não por igual período com limite máximo de 24 (vinte e quatro) para o mestrado, conforme disponibilidade orçamentária da CAPES repassada a Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, sendo também considerado o desempenho acadêmico do pós-graduando como adequado ao curso.
5.2  Os valores e quantidades das bolsas é de R$ 1.500,00 (hum mil e quinhentos reais).
 
6 DOS DOCUMENTOS PARA INVESTIDURA DA BOLSA
6.1  O Aluno deverá apresentar cópia dos seguintes documentos para investidura da bolsa, na Secretaria d curso em está regularmente matriculado:
I -  Documento de identificação com foto;
II -  CPF;
III -  Comprovante de conta preferencialmente do Banco do Brasil (001) constando números da agência e conta corrente.
IV -  Assinar Termo de Compromisso de Bolsista CAPES, disponível na página do seu Programa.
6.2  Demais documentos poderão ser solicitados oportunamente, de acordo com as recomendações da Capes.
 
7 DO CANCELAMENTO DA BOLSA
7.1  O cancelamento da bolsa poderá ser solicitado, a qualquer momento pelo:
I -  orientador ao colegiado do PPG e esse encaminhar o pedido à Diretoria de Pós-Graduação, acompanhado de justificativa fundamentada;
II -  Colegiado do programa, somente se verificada a inobservância estabelecida neste edital e no edital do respectivo Programa de Pós-Graduação;
III -  bolsista, desde que apresentada justificativa fundamentada ao colegiado e ao orientador.
 
8 DA SUBSTITUIÇÃO DO BOLSISTA
8.1  A substituição de bolsista é permitida a qualquer momento, desde que devidamente justificada.
8.2  Cabe ao colegiado do PPG apreciar pedido de substituição de bolsista apresentado pelo orientador, deliberar pela indicação de novo bolsista considerando edital de seleção ou critério vigente e informar à DPG.
8.3  O novo bolsista perceberá o valor de bolsa remanescente considerando o prazo de vigência do edital de concessão, mediante disponibilidade orçamentária da UFFS.
8.4  A substituição de orientador e manutenção do bolsista poderá ser efetuada mediante aprovação do Colegiado do PPG e envio para a Diretoria de Pós-Graduação.
8.5  É dever do orientador exigir/supervisionar a entrega do relatório de atividades desenvolvidas no período produzido pelo bolsista a ser substituído.
 
9 DA SUSPENSÃO DE BOLSA
9.1  Poderá fazer jus a suspensão de bolsa da Capes os bolsistas que cumprirem com os requisitos previstos nas normativas vigentes da Capes:
9.2  O período máximo de suspensão da bolsa, devidamente justificado, será de até dezoito meses e ocorrerão nos seguintes casos:
9.3  de até seis (6) meses, no caso de doença grave que impeça o bolsista de participar das atividades do curso ou para parto e aleitamento;
9.4  de até dezoito (18) meses, para bolsista de doutorado, que for realizar estágio no exterior, relacionado com seu plano de curso, apoiado pela CAPES ou por outra Agência;
9.5  A suspensão pelos motivos previstos no inciso I deste artigo não será computada para efeito de duração da bolsa.
9.6  É vedada a substituição de bolsista durante a suspensão da bolsa.
 
10 DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
10.1  O aluno contemplado deverá, a partir do ato de assinatura do Termo de Compromisso de Bolsista CAPES cumprir todos os requisitos do Programa a que está vinculado.
10.2  Os casos não atendidos neste edital serão objeto de avaliação e deliberação da Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, em consonância com legislação vigente e demais orientações pertinentes à matéria.
10.3  No caso de comprovado desrespeito às condições estabelecidas no presente edital, o bolsista será obrigado a devolver à CAPES os valores recebidos a título de bolsa, corrigidos conforme a legislação vigente.
10.4  Indicamos, como foro para dirimir eventuais litígios que possam decorrer do presente procedimento, in casu , a Justiça Federal, Seção Judiciária de Santa Catarina, Subseção Judiciária de Chapecó.
 
ANEXO I
 
 
Classificação
Programa de Fomento
 PPG (mestrados)
Município
PPGs com doutorado
GT de doutorado
IDHM
Número de bolsas Capes
Discentes Titulados
DS
Estudos Linguísticos
Chapecó
01
00
0,790
11
112
DS
Ensino de Ciências
Cerro Largo
00
01
0,764
04
28
DS
Ciência e Tecnologia Ambiental
Erechim
00
01
0,776
05
98
DS
Ciências Biomédicas
Chapecó
00
01
0,790
04
02
DS
Ciência e Tecnologia de Alimentos
Laranjeiras do Sul
00
00
0,706
04
28
DS
Agroecologia e Desenvolvimento Rural Sustentável
Laranjeiras do Sul
00
00
0,706
06
70
DS
Saúde, Bem-Estar e Produção Animal Sustentável na Fronteira Sul
Realeza
00
00
0,722
05
23
DS
Ambiente e Tecnologias Sustentáveis
Cerro Largo
00
00
0,764
04
57
DS
Desenvolvimento e Políticas Públicas
Cerro Largo
00
00
0,764
04
78
10º
DS
Interdisciplinar em Ciências Humanas
Erechim
00
00
0,776
04
89
11º
DS
História
Chapecó
00
00
0,790
04
56
12º
DS
Filosofia
Chapecó
00
00
0,790
04
05
13º
DS
Geografia
Chapecó
00
00
0,790
04
08
14º
DS
Educação
Chapecó
00
00
0,790
05
133
 

Chapecó-SC, 06 de julho de 2022.

Marcelo Recktenvald

Reitor

Documento Histórico

EDITAL Nº 734/GR/UFFS/2022

RESULTADO PROVISÓRIO DO EDITAL Nº 597/GR/UFFS/2022 DE SELEÇÃO DE ESTUDANTES MONITORES PARA O PROGRAMA DE PROMOÇÃO À SAÚDE DO ESTUDANTE
O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais, torna público o resultado provisório do Processo de Seleção de Estudantes Monitores para o Programa de Promoção à Saúde do Estudante, referente ao EDITAL Nº 597/GR/UFFS/2022.
 
1 DO RESULTADO
1.1  Campus Cerro Largo-RS:
CANDIDATO
MATRÍCULA
CLASSIFICAÇÃO
Bruna Olegário Mughiuti
2114601039
Classificado
Ester Schuster Yates
2214131012
Classificado
Renata Diel Neves
1814300033
Classificado
Marintia Borges Quaresma
1914500048
Classificado
Flávio Henrique Silva Ferreira
2114200021
Classificado
Richard Vinícius Santana da Silva
2114200038
Classificado
Tainã Rodrigues Da Silveira
1914200006
Classificado
Rafael Cristiano Gräff
2214601011
Classificado
Adriane Allebrandt
2014601011
Classificado
Antonio Lucas de Oliveira Lima
1914601002
Classificado
Micheli Medeiros Machado
1814200042
Classificado
Graciele Lima dos Santos
2114601034
Classificado
Débora Daiane Minuzi Melchior
2114500051
Classificado
Tawane de Oliveira Schlemper
2014500047
Classificado
Carla Paulo Oliveira
2214300018
Classificado
Marisa Miranda Da Silva
2214802006
Classificado
Angelisa Prestes Flores
2014601035
Classificado
Josiane dos Santos Dorneles
1814100019
Classificado
Erika de Moura Machado
2114120010
Classificado
Matheus Gonçalves de Oliveira
2214120008
Classificado
Kamille Agnes Silva Fernandes
2214200012
Classificado
Miqueias de Castro da Silva
2114300031
Classificado
Juliana Dias Pinto
2214200011
Classificado
Beatriz Nascimento Gomes
2014601031
Classificado
Talita Maria de Lima
1814601048
Classificado
Vanessa dos Santos Dornelles
2014500049
Classificado
Daniele Carvalho Corrêa
1914200041
Desclassificado - não fez a prova
Marilise Farias
1814601001
Desclassificado - não fez a prova
1.2  Campus Chapecó-SC:
CANDIDATO
MATRÍCULA
CLASSIFICAÇÃO
Stefany Maciel Pereira
1921411042
Classificado
Thaís Daniela Cavalaro Santos Machado
1911400016
Classificado
Alexandre Bachietti Scaramussa
1721411024
Classificado
Natália Pratis Rocha
2121411043
Classificado
Elvis Casquet Ribeiro Junior
1921411006
Classificado
Daniela Pellizzaro
2211400039
Classificado
Thainah Mariana Souza Pardinho
2211400005
Classificado
João Paulo da Silva Teixeira
2211110042
Classificado
Alciane Salustiano Alípio
2211801021
Classificado
1.3  Campus Erechim-RS:
CANDIDATO
MATRÍCULA
CLASSIFICAÇÃO
Franciele Kosloski do Nasimento
2215203040
Classificado
José Carlos Friedrich
2115203035
Classificado
Vinícius Sousa Silva
2115502015
Classificado
Marcelle Andrade de Almeida
2115203028
Classificado
Marlon dos Santos Vargas
2215524029
Desclassificado - não fez a prova
Leonardo Augusto Maito Waczuk
1815610039
Desclassificado - não fez a prova
Arieli Kátia Stolarski De Lima
2115203031
Desclassificado - não fez a prova
Pedro Felipeto de Lima
2215502050
Desclassificado - não fez a prova
1.4  Campus Laranjeiras do Sul-PR:
CANDIDATO
MATRÍCULA
CLASSIFICAÇÃO
Roberta Rodrigues de Sousa
2112510009
Classificado
Pedro Paulo Fernandes da Costa
2112714006
Classificado
Sarah Lucia Silva de Holanda
2112202016
Classificado
Viviane da Silva
2212503042
Classificado
Milena Cristine Ortiz Santos
2212503041
Classificado
Mateus Henrique Avelino de Pinho Alves
2122503003
Classificado
Naiara Macedo Sales
1812601043
Classificado
Hendy Antonia Oliveira da Silva
1812510020
Classificado
Anair Dalmazo do Nascimento
1712510025
Classificado
Carolina Corso
1912703047
Desclassificado - não fez a prova
Guilherme dos Santos Pereira
2212503012
Desclassificado - não fez a prova
Geisiele Martins Gomes
2012510018
Desclassificado - não fez a prova
Rafael Brito de Sousa
1912510026
Desclassificado - não fez a prova
Tiago Gabriel Soares
2212202007
Desclassificado - não fez a prova
1.5  Campus Passo Fundo-RS:
CANDIDATO
MATRÍCULA
CLASSIFICAÇÃO
André Luís Petean Sanches
2216400032
Classificado
Jéssica Tamini de Borba
2216400023
Classificado
Thalita Cristine Almeida
2216400012
Classificado
1.6  Campus Realeza-PR:
CANDIDATO
MATRÍCULA
CLASSIFICAÇÃO
Yara Portugal de Araújo
2113410014
Classificado
Mariana Leticia de Jesus Lucas
2113410026
Classificado
Juliana Rozendo Barbosa
2013530039
Classificado
Tatiana Pinto Leal
2013410030
Classificado
Annelise Guimarães da Silva
2113530027
Classificado
Patricia de Oliveira Vieitez
1813530001
Classificado
Alice Andrighi
1913201029
Classificado
Gabrielly Schirmer
2213201004
Classificado
Anderson Luiz Beltrame
1213530029
Classificado
Emily Ester Coelho
2213530012
Classificado
Charles Nathiel Mezomo Da Luz
2213704005
Classificado
Lilane Flores Batalha
2213410033
Desclassificado - não fez a prova
Cassio Silva Matos
2013530005
Desclassificado - não fez a prova
Fernanda Rafaela Pereira
2113121009
Desclassificado - não fez a prova
Marie Ange Richer
1911741001
Desclassificado - não fez a prova
1.7  Os candidatos desclassificados não realizaram a prova dissertativa online, disponível em 15/06/2022, das 10:00 às 22:00.
1.8  O candidato poderá interpor recurso até as 23:59 do dia 08/07/2022, informando nome completo, campus e o/s motivo/s do recurso, para o e-mail: proae.dae@uffs.edu.br
1.9  As entrevistas serão realizadas com os candidatos classificados até o dia 24/07/2022, em local/link e horário a ser enviado para o e-mail informado pelo candidato na inscrição a este Processo Seletivo.
1.10  O edital final de seleção será publicado até o dia 25/07/2022.
 
 

Chapecó-SC, 06 de julho de 2022.

Marcelo Recktenvald

Reitor

Documento Histórico

EDITAL Nº 735/GR/UFFS/2022

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PROFESSOR BOLSISTA DO PROGRAMA DE LÍNGUAS DA UFFS
O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais, torna pública a abertura das inscrições para o Processo Seletivo Simplificado visando à contratação de Professor para atuar no Programa de Línguas (PROLIN) e a formação de cadastro reserva.
 
1 DOS OBJETIVOS DO PROCESSO SELETIVO
1.1  O objetivo deste edital é selecionar estudantes da UFFS para atuarem como professores bolsistas atendendo ao disposto na Resolução nº 6/CONSUNI CPPGEC/UFFS/2019, que institui o Programa de Línguas da UFFS (PROLIN), e na Resolução nº 11/CONSUNI/UFFS/2018, que estabelece a Política Linguística da UFFS.
 
2 DAS VAGAS E DA FORMAÇÃO DE CADASTRO RESERVA
2.1  Serão oferecidas vagas para 2022 conforme a distribuição apresentada no quadro abaixo:
Campus
Espanhol
PLE/PLA*
Francês
Inglês
Chapecó
01
-
-
-
Realeza
-
-
01
-
Erechim
-
-
-
01
Passo Fundo
-
-
-
03
Laranjeiras do Sul
-
01
-
-
Português como Língua Estrangeira/Português Língua Adicional
2.2  Será formado cadastro reserva para as áreas indicadas na tabela acima, nos respectivos campi, com os candidatos considerados aprovados nos termos deste edital.
2.3  Os candidatos ocuparão a(s) vaga(s) indicada(s) no item 2.1 de acordo com a ordem final de classificação.
2.4  Os demais candidatos aprovados serão registrados em um cadastro reserva e sua admissão está condicionada à liberação e/ou à criação futura de vagas no prazo de validade deste Processo Seletivo.
2.5  Este Processo Seletivo Simplificado tem validade de 02 anos, podendo ser prorrogado por igual período, em função da necessidade de atendimento às demandas dos cursos de línguas e à compatibilização com o calendário letivo.
 
3 DA REMUNERAÇÃO E DA DISTRIBUIÇÃO DE TURMAS
3.1  O bolsista selecionado poderá ministrar, dentro da carga horária dedicada à bolsa, no mínimo, 01 (uma) a, no máximo, 03 (três) turmas de cursos de língua, em qualquer um dos programas, sejam eles Idiomas sem Fronteiras ou PROLIN.
3.2  A remuneração do bolsista selecionado será definida conforme o número de turmas que ministrar. Sendo:
I -  R$ 350,00 - 01 turma;
II -  R$ 700,00 - 02 turmas;
III -  R$ 1.000,00 - 03 turmas.
3.2.1  Cada turma possui atividades e carga horária determinadas, que devem ser cumpridas semanalmente, conforme descrito abaixo:
I -  01 turma corresponde a 7 horas por semana, sendo 4 horas de prática em sala de aula; 3 horas de formação, preparação de aulas, correção de atividades, controle de diário(s) e produção de relatório(s);
II -  02 turmas correspondem a 14 horas por semana, sendo 8 horas de prática em sala de aula; 6 horas de formação, preparação de aulas, correção de atividades, controle de diário(s) e produção de relatório(s);
III -  03 turmas correspondem a 20 horas por semana, sendo 12 horas de prática em sala de aula; 8h de formação, preparação de aulas, correção de atividades e organização de diário(s) e relatórios.
3.3  A quantidade de turmas e, por consequência, o valor da bolsa, serão definidos semestralmente, conforme o cronograma de oferta de cursos.
3.4  Sempre que possível, cada bolsista assumirá o mesmo número de turmas, a depender da demanda de inscritos nos cursos ofertados.
3.4.1  O critério para a distribuição de turmas será pela ordem de classificação final no processo seletivo.
3.5  Em caso de desistência de um bolsista durante o período de validade do edital, sua(s) turma(s) será(ão) alocada(s), primeiramente, entre os bolsistas que tenham menos de três turmas, cumprindo-se o estabelecido no item 3.4, e, caso não haja disponibilidade do bolsista, será chamado o candidato classificado em lista de espera.
3.6  As bolsas terão vigência de um ano, condicionada à manutenção do vínculo do bolsista como estudante da UFFS, podendo ser renovadas por mais um ano, desde que o bolsista seja aprovado no processo de avaliação realizado anualmente.
3.6.1  Excepcionalmente, se não houver candidatos aprovados em novo edital, os bolsistas poderão ter sua bolsa renovada por mais um ano, desde que possuam vínculo como estudante na instituição e tenham sido aprovados no processo de avaliação.
 
4 DO PERFIL DO CANDIDATO
4.1  Estão aptos a concorrer no presente Processo Seletivo:
I -  Estudantes matriculados no curso de graduação em Letras: Português e Espanhol - Licenciatura da UFFS, se a candidatura for para a vaga de professor em língua de espanhola;
II -  Estudantes matriculados no Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos da UFFS, desde que apresentem diploma de graduação em Letras Espanhol ou Letras Português e Espanhol se a candidatura for para a vaga de professor em língua espanhola;
III -  Estudantes matriculados em qualquer curso de graduação ou Programa de Pós-Graduação da UFFS, desde que apresentem diploma de graduação em Letras-Espanhol ou Letras Português e Espanhol se a candidatura for para a vaga de professor em língua espanhola;
IV -  Estudantes matriculados em curso de Graduação ou Pós-Graduação da UFFS, preferencialmente, na área de Licenciatura, se a candidatura for para as vagas de professor em língua francesa, inglesa ou português como língua estrangeira/adicional.
 
5 DOS REQUISITOS MÍNIMOS PARA INSCRIÇÃO NO PROGRAMA
5.1  Estar com matrícula ativa em curso de graduação ou de pós-graduação da UFFS durante todo o período de vigência da bolsa.
5.2  Ter flexibilidade de horários com disponibilidade de até 20 horas semanais.
5.3  Não possuir qualquer tipo de vínculo empregatício a partir da data estabelecida no cronograma para o início das atividades.
5.4  Não receber nenhuma bolsa governamental/institucional a partir da data estabelecida no cronograma para o início das atividades.
5.5  Ter familiaridade com as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), nomeadamente editores de texto, planilhas e ambientes colaborativos de aprendizagem.
5.6  Não ter participado como bolsista pago pelo programa PROLIN nos dois últimos anos anteriores a este edital.
5.7  Comprovar proficiência ou capacitação para o ensino da língua para a qual está se inscrevendo, conforme abaixo.
5.7.1  Os candidatos à vaga de professor de língua espanhola deverão comprovar proficiência na língua, por meio da apresentação de um dos seguintes documentos:
I -  Certificado internacional válido, que indique níveis correspondentes a B2 do Quadro Comum de Referência Europeu (QECR);
II -  Histórico escolar, comprovando aprovação em, pelo menos, 360h de disciplinas de língua espanhola já cursadas;
III -  Declaração de conclusão de curso de língua espanhola, com carga horária equivalente ao nível B2 (mínimo de 360h).
5.7.2  Os candidatos às vagas de professor de língua inglesa deverão comprovar proficiência na língua, por meio da apresentação de um dos seguintes documentos:
I -  Certificado internacional de proficiência válido, que indique níveis correspondentes a B1 do Quadro Comum de Referência Europeu (QECR);
II -  Declaração, emitida pelo NELI-PF, que comprove a proficiência em língua inglesa, em nível correspondente a B1 do Quadro Comum de Referência Europeu (QECR);
III -  Declaração de conclusão de curso de língua inglesa, com carga horária equivalente ao nível B1 (mínimo de 360h).
5.7.3  Os candidatos à vaga de professor de língua portuguesa deverão comprovar capacitação para o ensino da língua, por meio da apresentação de um dos seguintes documentos:
I -  Histórico escolar de graduação que comprove aprovação nas disciplinas de Produção Textual Acadêmica ou Leitura e Produção Textual Acadêmica;
II -  Declaração que comprove experiência no ensino de língua portuguesa, com carga horária mínima de 60h;
III -  Curso(s) de capacitação na área de ensino de língua portuguesa, com carga horária mínima de 60h.
5.7.4  Os candidatos à vaga de professor de língua francesa deverão comprovar capacitação para o ensino da língua, por meio da apresentação de um dos seguintes documentos:
I -  Certificado internacional de proficiência válido, que indique níveis correspondentes a B1 do Quadro Comum de Referência Europeu (QECR);
II -  Histórico escolar, comprovando aprovação em pelo menos 360h de disciplinas de língua francesa ou diploma de conclusão de curso em Letras-francês;
III -  Declaração de conclusão de curso de língua francesa, com carga horária equivalente ao nível B1 (mínimo de 360h).
5.8  Caso o candidato seja estrangeiro, a comprovação de proficiência poderá ser feita por meio de documento que comprove estudos no país de origem, como, por exemplo, histórico escolar de ensino médio.
 
6 DAS INSCRIÇÕES
6.1  A inscrição deverá ser realizada de forma única e exclusiva por meio eletrônico nas datas indicadas no cronograma deste edital.
6.2  O candidato deverá preencher a ficha de inscrição disponível no link: https://forms.gle/CNFWLZEGW1JWeTKt8.
6.3  Após preencher a ficha de inscrição, o candidato deverá encaminhar para o e-mail nucli@uffs.edu.br, em arquivo com formato PDF, até a data estabelecida no cronograma, os documentos a seguir:
I -  Declaração de matrícula ativa em curso de graduação ou pós-graduação na UFFS;
II -  Cópia de documento oficial de identidade com foto;
III -  Comprovação de formação na área para a qual está se inscrevendo, conforme perfil descrito no item 4.1;
IV -  Comprovante de proficiência ou capacitação para o ensino da língua para a qual se inscreve, conforme indicado no item 5.7;
V -  Carta de intenção, escrita na língua-alvo de candidatura, indicando o interesse na participação no processo e na área escolhida.
6.4  No assunto do e-mail deve constar: Processo seletivo PROLIN, seguido do nome do candidato. Exemplo: Processo seletivo PROLIN_João Silva.
6.5  Após o envio da documentação, o candidato receberá um e-mail como comprovante de recebimento de inscrição em um período de até 05 dias úteis do envio.
6.5.1  O envio do e-mail como comprovante de recebimento de inscrição não caracteriza a homologação da inscrição.
6.6  Caso um candidato realize mais de uma inscrição no período válido neste edital, será considerado, para efeitos de comprovação e posterior homologação, o último envio dos documentos de acordo com a data e hora da postagem.
6.7  No processo de inscrição, a UFFS não se responsabilizará por eventuais problemas/falhas ocasionadas pela prestação de serviços de internet.
6.8  O candidato, ao efetuar sua inscrição, manifesta ciência e concordância com todos os termos do presente edital, sendo de sua única e inteira responsabilidade a observância e o cumprimento das regras estabelecidas.
6.9  Somente serão homologadas as inscrições de candidatos que estiverem plenamente de acordo com o item 6.3 deste Edital, após a verificação da documentação pela Coordenação do Programa de Línguas da UFFS - PROLIN.
 
7 DO PROCESSO SELETIVO E DA BANCA EXAMINADORA
7.1  O Processo Seletivo Simplificado será conduzido em duas etapas: análise da carta de intenção e avaliação didática, de caráter eliminatório e classificatório.
7.2  Para avaliação, será nomeada uma Comissão Examinadora constituída de, no mínimo, 02 (dois) servidores da UFFS que tenham formação em Letras Português, ou Letras Português e outra língua, ou Linguística.
7.3  Sobre a carta de motivação:
I -  Cada examinador julgará independentemente a carta de motivação, atribuindo suas notas individualmente, expressas em números que obedecerão a uma gradação de 0 (zero) a 10,0 (dez), com uma casa decimal;
II -  Serão objetos de avaliação da carta de intenção, que deverá ser escrita na língua-alvo de candidatura:
 Item
Critérios de avaliação para a Carta de Intenção
Máx.
01
Domínio da escrita formal da língua de candidatura
3,0
02
Capacidade de exposição escrita
3,0
03
Nível de argumentação
2,0
04
Capacidade de reflexão
2,0
 
Total
10,0
III -  A nota de cada candidato será calculada pela média aritmética das notas atribuídas pelos examinadores, estatisticamente arredondadas com uma casa decimal;
IV -  O candidato, cuja nota for igual ou superior a 6,0 (seis), será considerado aprovado nesta etapa do Processo Seletivo Simplificado.
7.4  Sobre a prova didática:
I -  A avaliação didática consistirá da apresentação de uma micro-aula ministrada na língua em que o candidato concorrerá, com duração de 20 (vinte) minutos sobre o tema na área a qual se candidatar:
a)  para língua espanhola: pronomes pessoais em língua espanhola: formalidade e informalidade;
b)  para língua portuguesa: a referência pronominal de segunda pessoa do singular no Português do Brasil;
c)  para língua inglesa: habilidades orais em língua inglesa para fins acadêmicos e/ou profissionais;
d)  para língua francesa: expressões idiomáticas e aspectos culturais;
II -  A prova didática será realizada na data e no horário indicados no cronograma em local a ser divulgado no edital de homologação das inscrições;
III -  A chamada para a realização da prova didática será realizada em ordem alfabética;
IV -  Ao início da prova didática, o candidato deverá entregar cópia do plano de aula a cada membro da comissão examinadora;
V -  É vedado aos candidatos assistirem à prova didática uns dos outros;
VI -  Cada examinador julgará independentemente a prova didática, atribuindo suas notas individualmente, expressas em números que obedecerão a uma gradação de 0 (zero) a 10,0 (dez), com uma casa decimal;
VII -  A nota de cada candidato na prova didática será calculada pela média aritmética das notas atribuídas pelos membros da banca examinadora, estatisticamente arredondadas com uma casa decimal;
VIII -  Os critérios para a avaliação da prova didática são os constantes no quadro abaixo:
Item
Critérios de avaliação para a Prova Didática
Máx.
01
Plano de aula
0,5
02
Organização do conteúdo (coerência).
1,0
03
Domínio do conteúdo da aula e do idioma específico de candidatura.
2,0
04
Clareza, exatidão da exposição e adequação da linguagem a alunos de graduação (tom, nível de abstração, ilustrações, figuras de linguagem, exemplos). Adequação do material didático empregado aos objetivos propostos.
2,0
05
Domínio dos procedimentos didáticos e das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC)
1,0
06
Adequação ao tempo destinado à aula
1,0
07
Postura: comunicabilidade, motivação e criatividade.
2,0
08
Referências bibliográficas.
0,5
 
Total
10,0
IX -  O candidato, cuja nota for igual ou superior a 6,0 (seis), será considerado aprovado na prova didática.
7.5  Para definição da nota final será calculada a média aritmética das duas etapas, estatisticamente arredondada com uma casa decimal.
7.6  Os candidatos que tenham cumprido todas as exigências deste edital e cuja nota final for igual ou superior a 6,0 (seis) serão considerados aprovados.
7.7  Os candidatos serão selecionados por ordem de classificação e de acordo com as vagas disponíveis.
7.7.1  Em caso de empate, será selecionado o candidato de maior idade.
7.8  Os demais candidatos aprovados serão registrados em um cadastro de reserva, que terá a mesma validade deste edital.
7.9  O candidato que não cumprir alguma das etapas deste processo seletivo será considerado desistente, sendo desclassificado.
 
8 DA DIVULGAÇÃO DOS RESULTADOS E RECURSOS
8.1  Os resultados serão divulgados na página oficial da UFFS, nas datas especificadas no cronograma.
8.2  É de exclusiva responsabilidade do candidato acompanhar a divulgação dos resultados e as eventuais alterações no cronograma.
8.3  O recurso deverá ser realizado de forma única e exclusiva por correio eletrônico endereçado ao e-mail nucli@uffs.edu.br, nas datas indicadas no cronograma deste edital.
8.3.1  O recurso deverá indicar a qual etapa do processo seletivo se refere e apresentar breve descrição das razões pelas quais solicita revisão.
8.4  A UFFS não se responsabilizará por eventuais problemas/falhas ocasionadas pela prestação de serviços de internet quando do envio dos recursos.
 
9 DO CRONOGRAMA
9.1  As etapas do Processo Seletivo ocorrerão conforme o cronograma a seguir:
I -  Chapecó:
ETAPAS
DATA E HORÁRIO
Período de inscrições
De 07/07/2022 até 17/07/2022, às 23:59
Homologação das inscrições
A partir de 18/07/2022
Prova didática de língua espanhola
25/07/2022
Divulgação dos resultados parciais
A partir de 29/07/2022
Recurso
De 01 a 03/08/2022
Divulgação do resultado final
A partir de 04/08/2022
Início das atividades
08/08/2022
II -  Realeza:
ETAPAS
DATA E HORÁRIO
Período de inscrições
De 07/07/2022 até 17/07/2022, às 23:59
Homologação das inscrições
A partir de 18/07/2022
Prova didática de língua francesa
27/07/2022
Divulgação dos resultados parciais
A partir de 29/07/2022
Recurso
De 01 a 03/08/2022
Divulgação do resultado final
A partir de 04/08/2022
Início das atividades
08/08/2022
III -  Erechim:
ETAPAS
DATA E HORÁRIO
Período de inscrições
De 07/07/2022 até 17/07/2022, às 23:59
Homologação das inscrições
A partir de 18/07/2022
Prova didática de língua inglesa
22/07/2022
Divulgação dos resultados parciais
A partir de 29/07/2022
Recurso
De 01 a 03/08/2022
Divulgação do resultado final
A partir de 04/08/2022
Início das atividades
08/08/2022
IV -  Passo Fundo:
ETAPAS
DATA E HORÁRIO
Período de inscrições
De 07/07/2022 até 17/07/2022, às 23:59
Homologação das inscrições
A partir de 18/07/2022
Prova didática de língua inglesa
27/07/2022
Divulgação dos resultados parciais
A partir de 29/07/2022
Recurso
De 01 a 03/08/2022
Divulgação do resultado final
A partir de 04/08/2022
Início das atividades
08/08/2022
V -  Laranjeiras Do Sul:
ETAPAS
DATA E HORÁRIO
Período de inscrições
De 07/07/2022 até 17/07/2022, às 23:59
Homologação das inscrições
A partir de 18/07/2022
Prova didática de língua portuguesa
21/07/2022
Divulgação dos resultados parciais
A partir de 29/07/2022
Recurso
De 01 a 03/08/2022
Divulgação do resultado final
A partir de 04/08/2022
Início das atividades
08/08/2022
9.2  É de exclusiva responsabilidade do candidato acompanhar, na página eletrônica da UFFS, a divulgação dos resultados e as eventuais alterações no cronograma acima.
 
10 DAS RESPONSABILIDADES DO BOLSISTA E DO TERMO DE COMPROMISSO
10.1  As responsabilidades do bolsista estão descritas no Art. 22 Resolução nº 6/CONSUNI CPPGEC/UFFS/2019.
10.2  O bolsista selecionado para o preenchimento da(s) vaga(s) deverá(ão) assinar um termo de compromisso quando da sua convocação e apresentar os seguintes documentos:
I -  Declaração de matrícula ativa em curso de graduação ou pós-graduação na UFFS.
II -  Declaração de que não tem vínculo empregatício (Anexo I).
10.3  O coordenador do Centro de Línguas da UFFS em cada campus ficará responsável pela coleta das assinaturas e encaminhamentos dos documentos à coordenação do Programa de Línguas da UFFS (PROLIN).
 
11 DA UTILIZAÇÃO E PROTEÇÃO DOS DADOS PESSOAIS
11.1  Ao participar desde processo seletivo, o candidato manifesta expresso consentimento para a coleta e armazenamento de seus dados pessoais.
11.2  Ao candidato serão garantidas a confidencialidade e a privacidade das informações relativas aos dados pessoais gerados no processo de inscrição.
11.3  Os dados serão utilizados exclusivamente para o fim a que se destina este edital.
11.4  Os dados coletados por razão deste processo seletivo serão armazenados em um repositório institucional de acesso limitado aos responsáveis por este processo.
11.5  O candidato poderá solicitar via e-mail, encaminhado para nucli@uffs.edu.br, a qualquer momento, cópia ou eliminação dos dados pessoais coletados a partir deste processo.
11.6  O candidato fica ciente de que a eliminação de seus dados durante o transcurso do processo seletivo inviabilizará sua participação no certame e a interposição de recursos.
11.7  Serão mantidos dados pessoais necessários ao cumprimento de exigências legais, regulatórias ou fiscais pelo período que a legislação exigir.
 
12 DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
12.1  Os casos omissos serão resolvidos pela Coordenação do PROLIN.
 
ANEXO I
 
DECLARAÇÃO
 
Declaro, junto à Universidade Federal Fronteira Sul, que eu, _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _, CPF _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _, matrícula _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _,
(__) não recebo bolsa governamental/institucional sob nenhuma condição (com exceção do tutor UAB, conforme Portaria conjunta CAPES/CNPq nº 01, de 12 de dezembro de 2007).
(__) não mantenho vínculo empregatício com qualquer entidade da administração pública ou com empresa da iniciativa privada.
(__) mantenho vínculo empregatício, mas estou afastado das atividades profissionais e sem percepção de vencimentos.
 
Chapecó - SC, _ _ _ _ de _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ de _ _ _ _.
 
 _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
Nome completo
 

Chapecó-SC, 07 de julho de 2022.

Marcelo Recktenvald

Reitor

Documento Histórico

EDITAL Nº 736/GR/UFFS/2022

HOMOLOGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES DO EDITAL Nº 656/GR/UFFS/2022 DE ADMISSÃO DE ALUNOS EM DISCIPLINA ISOLADA NO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ESTUDOS LINGUÍSTICOS
O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais, torna pública a homologação das inscrições do EDITAL Nº 656/GR/UFFS/2022, que trata da Admissão de Alunos em Disciplina Isolada no Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticos, com ingresso em 2022.2.
 
1 INSCRIÇÕES DEFERIDAS EM ORDEM ALFABÉTICA
1.1  Bilinguismo e Línguas em Contato:
Nome do candidato
01
Angélica Helfenstein Kaipper
02
Delcivane Troian Kottwitz
03
Keila Cristina Rodrigues Dillmann
04
Kéli Luiza Weizemann
05
Liliana Isabela Benitez Oviedo
06
Patricia Liana Geiger Monteiro
07
Suzana Rovadoscki
1.2  Estudos Sociais da Linguagem:
Nome do candidato
01
Alâna Capitanio
02
Leodecir Vedovatto
03
Tany Aline Folle
1.3  Funcionalismo e Gramaticalização:
Nome do candidato
01
Elis Regina Baú Maier
02
Heliana Lia Tissiani
1.4  Tópicos Especiais em Língua e Cognição:
Nome do candidato
01
Dirceu Luis Minella
02
Francine Cristine Garghetti
03
Sara Alves dos Santos Carvalho
 
2 INSCRIÇÕES INDEFERIDAS EM ORDEM ALFABÉTICA
2.1  Bilinguismo e Línguas em Contato:
Nome do candidato
Motivo do Indeferimento
01
Flávio Antonio de Lima
Não atende ao item 3.2.1, inciso V, do EDITAL Nº 656/GR/UFFS/2022.
2.2  Estudos Sociais da Linguagem:
Nome do candidato
Motivo do Indeferimento
01
Bianca Schuh Both
Não atende ao item 3.2.1, inciso IV EDITAL Nº 656/GR/UFFS/2022.
02
Claudete Utzig
Não atende ao item 3.2.1, inciso V e VI, do EDITAL Nº 656/GR/UFFS/2022.
 
3 DEMAIS INSCRIÇÕES INDEFERIDAS POR INSUFICIÊNCIA DE INFORMAÇÕES
Nome do candidato
Motivo do Indeferimento
01
Edvandra Paula Ceccatto
Não atende ao item 3.2.1 e/ou 3.2.2, incisos I, do EDITAL Nº 656/GR/UFFS/2022.
 
 

Chapecó-SC, 07 de julho de 2022.

Marcelo Recktenvald

Reitor

Documento Histórico

EDITAL Nº 737/GR/UFFS/2022

RESULTADO FINAL DO EDITAL Nº 189/GR/UFFS/2022 DE PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO
O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais, torna público o resultado final do EDITAL Nº 189/GR/UFFS/2022, que dispõe sobre a admissão de alunos do processo seletivo regular do curso de Mestrado em Educação (PPGE), com ingresso no segundo semestre de 2022.
 
1 DOS CANDIDATOS CLASSIFICADOS
1.1  Linha 1: Políticas Educacionais:
CLASSIFICAÇÃO
INSCRIÇÃO
NOTA FINAL
ORIENTADOR
0765
8,37
Maria Silvia Cristofoli
1043
8,21
Patricia Gräff
0438
8,02
Joviles Vitório Trevisol
0598
7,98
Camila Caracelli Scherma
0906
7,98
Claudecir dos Santos
0048
7,77
Joviles Vitório Trevisol
0753
7,73
Oto João Petry
0560
7,73
Oto João Petry
0424
7,59
Adriana Maria Andreis
10º
0749
7,57
Nilce Fátima Scheffer
1.1.1  Vaga reservada conforme item 2.2.2 do EDITAL Nº 189/GR/UFFS/2022:
CLASSIFICAÇÃO
INSCRIÇÃO
NOTA FINAL
ORIENTADOR
11º
0896
7,43
Patricia Gräff
1.1.2  Vaga reservada conforme item 2.2.3 do EDITAL Nº 189/GR/UFFS/2022:
CLASSIFICAÇÃO
INSCRIÇÃO
NOTA FINAL
ORIENTADOR
12º
0580
7,32
Maria Silvia Cristofoli
1.1.3  Suplentes:
CLASSIFICAÇÃO
INSCRIÇÃO
NOTA FINAL
13º
1002
7,54
14º
1113
7,41
15º
0724
7,34
16º
7113
7,25 - Classificação de suplência conforme item 2.2.3 do EDITAL Nº 189/GR/UFFS/2022
17º
1026
7,20
18º
0917
7,19
19º
1102
7,19
20º
1213
7,15
21º
0622
7,14
22º
0416
7,13
23º
0789
7,12
24º
0948
7,11
25º
0649
7,10
26º
0981
7,09
27º
0236
7,04
28º
0466
7,00
1.2  Linha 2 - Formação de professores: conhecimento e práticas educacionais:
CLASSIFICAÇÃO
INSCRIÇÃO
NOTA FINAL
ORIENTADOR
0427
8,60
Bruno Antonio Picoli
0933
8,50
Adriana Richit
9872
8,40
Ana Maria de Oliveira Pereira
0323
8,30
Renilda Vicenzi
0471
8,20
Odair Neitzel
0582
8,10
Bruno Antonio Picoli
0597
8,00
Ione Ines Pinsson Slongo
0524
7,90
Solange Maria Alves
8618
7,80
Ana Maria de Oliveira Pereira
10º
06875
7,70
Adriana Richit
11º
0177
7,60
Solange Maria Alves
12º
0171
7,50
Renilda Vicenzi
1.2.1  Suplentes:
CLASSIFICAÇÃO
INSCRIÇÃO
NOTA FINAL
13º
9973
7,45
14º
0880
7,44
15º
1141
7,43
16º
0102
7.42
17º
0661
7.41
19º
0183
7,40
20º
0867
7,39
21º
0059
7,38
22º
0005
7,37
23º
0152
7,36
24º
0890
7,35
 
2 DA AUTODECLARAÇÃO
2.1  O candidato aprovado que tenha se autodeclarado na ficha de inscrição deverá encaminhar para o e-mail sec.ppge@uffs.edu.br, juntamente da documentação de inscrição um vídeo, seguindo as seguintes instruções:
2.1.1  Vídeo atual no qual o candidato fornece, verbalmente, as seguintes informações;
I -  Nome completo, número do CPF, curso e campus de inscrição, como se autodeclara (preto, pardo ou indígena) e porque se autodeclara.
II -  O vídeo precisa atender os seguintes critérios:
a)  não exceder 40 (quarenta) segundos;
b)  ser realizado em local com fundo branco ou claro, bem iluminado, com a fonte de luz frontal ao candidato, e em ambiente silencioso com boa acústica;
c)  o candidato precisa manter postura corporal reta, com olhar reto para a câmera (não estar com a cabeça baixa ou erguida demais);
d)  não utilizar roupas e acessórios que dificultem a identificação dos seus traços fenotípicos como óculos de sol, bonés, toucas e quaisquer outros acessórios de cabeça, nem golas altas ou acessórios de vestimenta que escondam rosto ou pescoço;
e) ser gravado na posição horizontal, que o/a candidato/a posicione-se de forma centralizada de modo que seja possível visualizar da cabeça (inteira) até o braço (região logo acima do cotovelo).
2.2  A Comissão de Homologação da Autodeclaração levará em consideração os aspectos fenotípicos do candidato, verificados por meio da documentação apresentada.
2.2.1  Entende-se por fenótipo o conjunto de características físicas do indivíduo, tais como cor da pele, textura do cabelo e traços faciais, dentre outras características observáveis, que podem ser combinadas ou não.
2.2.2  O candidato preto e pardo deverá possuir aspectos fenotípicos que o caracterize como negro.
2.2.3  O candidato está ciente de que a documentação apresentada para realização do procedimento de aferição da autodeclaração será utilizada para fins exclusivos de comprovação da condição de preto, pardo ou indígena. As demais orientações referentes à realização do procedimento de aferição da autodeclaração serão divulgadas no edital de matrícula.
2.3  A secretaria encaminhará os vídeos para a Comissão de Heteroidentificação, e após a Comissão repassa o resultado da análise para secretaria que posteriormente publicará em edital o resultado da análise.
2.4  A matrícula ocorre dentre 01 e 05 de agosto de 2022.
 
3 DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
3.1  A qualquer tempo, se constatada a apresentação de documentos e/ou assinaturas inidôneas, será considerada cancelada a matrícula do candidato.
 
 

Chapecó-SC, 07 de julho de 2022.

Marcelo Recktenvald

Reitor

Documento Histórico

EDITAL Nº 738/GR/UFFS/2022

CONVOCA PROFESSOR DO MAGISTÉRIO SUPERIOR SUBSTITUTO CLASSIFICADO CONFORME EDITAL Nº 66/GR/UFFS/2020
O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais, convoca o Professor do Magistério Superior Substituto, classificado conforme EDITAL Nº 66/GR/UFFS/2020, de 11 de fevereiro de 2020, publicado no DOU de 12 de fevereiro de 2020, Homologado pelo EDITAL Nº 168/GR/UFFS/2020, de 10 de março de 2020, a comparecer a partir da publicação deste até as 16h30 horas do dia 14 de julho de 2022, no respectivo campus da vaga concorrida, conforme endereço e horários especificados no item 2, para apresentar a documentação exigida para sua contratação, conforme item 3.
 
1 CONVOCADOS
1.1  Campus: Chapecó-SC
I -  Área de Conhecimento: Sistemas de Computação
Classificação
Candidato
Regime
03
André Flores dos Santos
40
 
2 LOCAL E HORÁRIO PARA ENTREGA DA DOCUMENTAÇÃO
2.1  Local:
I -  Campus Chapecó: Rodovia SC 484 - Km 02 - Bairro Fronteira Sul, Sala 203 - Bloco da Biblioteca, Chapecó-SC. Fone: (49) 2049-6409. E-mail : agp.ch@uffs.edu.br.
2.2  Horário de atendimento:
I -  Das 8h às 12h e das 13h às 17h. Necessário agendar horário para a entrega da documentação pelo e-mail agp.ch@uffs.edu.br.
 
3 DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA ASSINATURA DO CONTRATO
3.1  A documentação exigida encontra-se disponível no seguinte endereço eletrônico, item: https://www.uffs.edu.br/institucional/pro-reitorias/gestao-de-pessoas/documentos-para-admissao/teste ou na Página da UFFS (www.uffs.edu.br) > Institucional > Pró-Reitorias > Gestão de Pessoas > Documentos para Admissão > Documentos para contratação de professor substituto.
 
4 CONSIDERAÇÕES FINAIS
4.1  O não pronunciamento do candidato aprovado no prazo estabelecido facultará à Administração da UFFS a convocação dos candidatos seguintes, sendo seu nome excluído da lista de classificação.
 

Chapecó-SC, 07 de julho de 2022.

Marcelo Recktenvald

Reitor

Documento Histórico

EDITAL Nº 739/GR/UFFS/2022

CONVOCAÇÃO EM PRIMEIRA CHAMADA PARA REGISTRO DE MATRÍCULA DOS CANDIDATOS DO PROCESSO SELETIVO SISU 2022.2
O REITOR DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA FRONTEIRA SUL (UFFS), no uso de suas atribuições legais, considerando o disposto no item 4.5 e subsequentes do EDITAL Nº 688/GR/UFFS/2022, torna pública a lista dos candidatos convocados em primeira chamada, nos cursos de graduação oferecidos pela UFFS por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2ª edição de 2022.
 
1 DO REGISTRO DE MATRÍCULA
1.1  O candidato selecionado, relacionados no item 2 deste Edital, deverá apresentar nos dias 13/07/2022 a 18/07/2022 a relação de documentos constantes no ANEXO I do EDITAL Nº 688/GR/UFFS/2022 do (ou item 4 do Termo de Adesão ao SiSU) inclusive aqueles necessários à comprovação dos critérios de reserva de vaga e ações afirmativas, de acordo com a modalidade de concorrência de inscrição.
1.1.1  A documentação para comprovação das ações afirmativas está explicitada nos anexos do EDITAL Nº 688/GR/UFFS/2022.
1.1.2  Os formulários e declarações para registro de matrícula estão disponíveis na página do processo seletivo SiSU 2022, na opção Documentação para Matrícula.
1.2  A apresentação dos documentos será realizada por meio do Portal do Candidato acessado por meio do link spm.uffs.edu.br, disponível na página do Processo Seletivo SiSU 2022. O Portal do Candidato será acessado por meio de login e senha informados por e-mail ao candidato.
1.2.1  Os arquivos para upload no Portal do Candidato devem estar digitalizados, considerando a frente e o verso de todos os documentos que contiverem informações, em resolução nítida que permita a visualização e leitura das informações, e ajustada ao tamanho do documento. O encaminhamento dos documentos deve ser realizada preferencialmente em formato PDF, a fim de evitar problemas de compatibilidade de arquivos, exceto no caso previsto no item 1.4.
1.2.2  O candidato deverá acompanhar o processo de registro de matrícula exclusivamente através do Portal do Candidato, monitorando o andamento dos procedimentos e acompanhando os respectivos prazos para recurso, quando for o caso. O registro da matrícula fica condicionada à comprovação de todos os requisitos inerentes à modalidade de inscrição.
1.3  A critério das Comissões e demais equipes que atuam no processo de matrícula pode ser realizada reunião presencial ou virtual com o candidato, com horário, data, local ou link de acesso informado diretamente ao interessado.
1.3.1  A reunião somente será cancelada por motivo devidamente justificado, sendo a participação do candidato obrigatória.
1.4  Os candidatos inscritos nas modalidades L2 ou L6, devem encaminhar a documentação comprobatória para análise da Comissão de Aferição de Autodeclaração do Campus por meio do Portal do Candidato, no período especificado no item 1.1. A documentação e as orientações para sua elaboração estão disponíveis no documento Orientações Para Postagem da Documentação Comprobatória Para Aferição da Autodeclaração, disponível na página do processo seletivo SiSU 2022, opção Documentação para Matrícula. O documento é de leitura e observância obrigatória para todos os candidatos selecionados nas modalidades L2 e L6.
1.4.1  Se averiguado que o candidato já teve sua autodeclaração homologada por Comissão Institucional nos processos seletivos para ingresso nos cursos de graduação da UFFS, está dispensado da realização do procedimento de aferição.
1.5  As Comissões de Análise de Renda e de Aferição da Autodeclaração e demais equipes de matrícula podem, após o retorno às aulas presenciais, convocar candidatos para entrevista presencial, em data, local e horário informado ao interessado com antecedência.
1.6  Os originais dos documentos encaminhados por meio do Portal do Candidato devem ser apresentados, pelos candidatos matriculados, na primeira semana de aula presencial na UFFS.
 
2 RELAÇÃO DOS CANDIDATOS CONVOCADOS
2.1  A relação de convocados está na tabela abaixo:
Nº de inscrição
Nome
Curso
Campus
Classificação geral no curso
Modalidade de inscrição
21****3151371
Alice Ferreira da Rocha
Administração - B/N
CCH
05
A0
21****4113451
Amanda Cristine Scheffer
Administração - B/N
CCH
08
L5
21****4018696
Ana Beatriz Bezerra da Silva
Administração - B/N
CCH
02
L6
21****4168798
Ana Julia Alencar Consone
Administração - B/N
CCH
05
L5
21****5124897
Ana Luiza Della Justina Ribeiro
Administração - B/N
CCH
14
L5
21****3681581
Anderson Funai
Administração - B/N
CCH
06
A0
21****9474231
Ariele Moellmann
Administração - B/N
CCH
12
L5
21****1481079
Bianca Fogaca de Oliveira
Administração - B/N
CCH
10
L1
21****3905743
Bruna Rodrigues de Oliveira
Administração - B/N
CCH
07
L5
21****3939874
Caian Candido da Silva
Administração - B/N
CCH
04
L1
21****1099038
Cassiane Gomes dos Santos
Administração - B/N
CCH
02
A0
21****9495012
Cleydylane dos Santos Matos
Administração - B/N
CCH
06
L1
21****1210072
Daniel Silva Quadros
Administração - B/N
CCH
13
L1
21****3628669
Drailly Cavalcanti de Moraes
Administração - B/N
CCH
09
L1
21****2482122
Elton de Oliveira
Administração - B/N
CCH
13
L5
21****6712666
Emilly de Sa
Administração - B/N
CCH
11
L5
21****7095513
Fernanda Gervazoni Bernardi
Administração - B/N
CCH
07
L1
21****3352540
Gabriel Felipe Inocente
Administração - B/N
CCH
01
L13
21****6029626
Gabriela Eduarda Rosa
Administração - B/N
CCH
15
L1
21****6535832
Geysa de Cassia Vilar Martins
Administração - B/N
CCH
03
L1
21****6976107
Gustavo Monteiro Peres
Administração - B/N
CCH
01
L5
21****2031932
Hiarissa de Nazare Melo Medeiros Belem
Administração - B/N
CCH
04
L2
21****3472464
Iara Reis
Administração - B/N
CCH
01
A0
21****4200738
Joao Matheus Jeremias Laureano
Administração - B/N
CCH
12
L1
21****1372637
Joao Pedro Araujo Turra
Administração - B/N
CCH
01
V6999
21****4265444
Joao Victor Moreira da Silva
Administração - B/N
CCH
01
L6
21****1774412
Julia Gabriela Morche Martello
Administração - B/N
CCH
03
L5
21****8953425
Julia Wagner
Administração - B/N
CCH
06
L5
21****8254608
Leandro Webler Souza
Administração - B/N
CCH
16
L1
21****5105559
Lucas Cabral Barros
Administração - B/N
CCH
14
L1
21****4329588
Lucas Vivian
Administração - B/N
CCH
09
L5
21****6524218
Maicon Douglas Carneiro Souza
Administração - B/N
CCH
03
L6
21****2414861
Marcel Mendonca Pires
Administração - B/N
CCH
04
A0
21****8264138
Maria Clara Barradas Mota
Administração - B/N
CCH
01
L2
21****1583338
Maria Eduarda Cordeiro de Almeida
Administração - B/N
CCH
04
L6
21****0083557
Maria Eliz Schumann
Administração - B/N
CCH
08
L1
21****4025119
Mariana Barreto de Oliveira
Administração - B/N
CCH
16
L5
21****2305404
Natalia Daniela de Souza Carneiro
Administração - B/N
CCH
05
L1
21****1101790
Ramon de Oliveira
Administração - B/N
CCH
11
L1
21****9591937
Rian Tumelero dos Santos
Administração - B/N
CCH
04
L5
21****5736221
Taison Jose Ferreira da Silva
Administração - B/N
CCH
03
L2
21****4709629
Taissa Alves
Administração - B/N
CCH
01
L1
21****7898599
Thayssa Neves Sa
Administração - B/N
CCH
02
L1
21****4587021
Uanderson Vitor dos Santos
Administração - B/N
CCH
02
L2
21****9899898
Urivaldo Viana Bastista Junior
Administração - B/N
CCH
03
A0
21****9311425
Vitoria Paniz
Administração - B/N
CCH
10
L5
21****1680506
Wanessa dos Santos Rodrigues
Administração - B/N
CCH
15
L5
21****3366179
William Trombini
Administração - B/N
CCH
02
L5
21****5377550
Andre Morales de Oliveira Carneiro
Ciência da Computação - B/N
CCH
01
V6999
21****4939832
Arthur Henrique Andrade Farias
Ciência da Computação - B/N
CCH
02
A0
21****1288441
Bernardo Dalla Gasperina Pretto
Ciência da Computação - B/N
CCH
10
L5
21****2855867
Bruno Gabriel Rodrigues
Ciência da Computação - B/N
CCH
08
L1
21****3664813
Cesar Augusto Vieira Simao
Ciência da Computação - B/N
CCH
07
L1
21****5956726
Deivily Dias Fernandes
Ciência da Computação - B/N
CCH
04
L6
21****9703045
Ellen Teixeira Lopes
Ciência da Computação - B/N
CCH
13
L1
21****7226617
Emerson Henrique Comar
Ciência da Computação - B/N
CCH
07
L5
21****6909013
Felipe Daniel Nerling
Ciência da Computação - B/N
CCH
06
L5
21****9398073
Gabriel Pietro de Souza
Ciência da Computação - B/N
CCH
16
L5
21****9387609
Gabriela Cristina de Moraes
Ciência da Computação - B/N
CCH
10
L1
21****1369994
Gabriela Silvano Brandao
Ciência da Computação - B/N
CCH
09
L1
21****7229589
Gustavo Heleno Almeida Rodrigues
Ciência da Computação - B/N
CCH
02
L5
21****2901921
Helen Mendes Marinho
Ciência da Computação - B/N
CCH
06
A0
21****5011076
Henrique Eduardo Simonato
Ciência da Computação - B/N
CCH
13
L5
21****2592698
Igor de Santana Santos
Ciência da Computação - B/N
CCH
03
L2
21****8733031
Jackson Giovanni Castellain
Ciência da Computação - B/N
CCH
09
L5
21****5963536
Joao Gabriel Piva
Ciência da Computação - B/N
CCH
01
L5
21****6581697
Joao Pedro Dutra
Ciência da Computação - B/N
CCH
15
L5
21****5478616
Joao Vitor Gomes da Silva
Ciência da Computação - B/N
CCH
04
L1
21****0865447
Joao Vitor Lisiak Zuselski
Ciência da Computação - B/N
CCH
01
A0
21****9091894
Julia Jung
Ciência da Computação - B/N
CCH
06
L1
21****6145224
Julio Cezar Restelatto
Ciência da Computação - B/N
CCH
14
L1
21****5132298
Kyfe Belfort Trombetta
Ciência da Computação - B/N
CCH
01
L2
21****8514971
Laura Zardo
Ciência da Computação - B/N
CCH
03
L5
21****8845854
Leonor Aryane Santos Damasceno
Ciência da Computação - B/N
CCH
03
L1
21****1789269
Luan Felipe Moreira
Ciência da Computação - B/N
CCH
01
L1
21****0603905
Lucas de Souza Vieira
Ciência da Computação - B/N
CCH
03
A0
21****6427172
Luccas Torres de Fontes
Ciência da Computação - B/N
CCH
02
L1
21****8120033
Luna Matana Fortes
Ciência da Computação - B/N
CCH
05
L5
21****8316464
Marco Antonio Machado
Ciência da Computação - B/N
CCH
11
L5
21****2998143
Mateus dos Santos Rodrigues
Ciência da Computação - B/N
CCH
12
L1
21****7834394
Matheus de Anhaya Marmett
Ciência da Computação - B/N
CCH
11
L1
21****7884060
Natalia Tifanny da Conceicao
Ciência da Computação - B/N
CCH
16
L1
21****2759246
Nicole Fockink Ourique de Azambuja
Ciência da Computação - B/N
CCH
08
L5
21****0279841
Nycollas Wildney dos Santos Barbosa da Fonseca
Ciência da Computação - B/N
CCH
02
L2
21****1207829
Paula Carolina Gois Alvarez Valenzuela
Ciência da Computação - B/N
CCH
04
L2
21****4327913
Paulo Ramos dos Santos
Ciência da Computação - B/N
CCH
01
L6
21****8100631
Ronan Lima Duarte Ferreira
Ciência da Computação - B/N
CCH
05
L1
21****4711940
Samuel Henrique David Nascimento
Ciência da Computação - B/N
CCH
03
L6
21****0999907
Samuel Morais Garcia
Ciência da Computação - B/N
CCH
12
L5
21****6623907
Talita Vargas de Souza
Ciência da Computação - B/N
CCH
15
L1
21****6444270
Thais Regina Tedesco Zanella
Ciência da Computação - B/N
CCH
05
A0
21****7844542
Valeria Faccin
Ciência da Computação - B/N
CCH
04
A0
21****5656585
Viccenzo Escarrone
Ciência da Computação - B/N
CCH
04
L5
21****2874742
Vitor Spricigo Lima
Ciência da Computação - B/N
CCH
14
L5
21****2048217
Wanderson Carlos Avelar dos Santos
Ciência da Computação - B/N
CCH
02
L6
21****8689282
Andre Paulo Turcatel
Medicina - B/I
CCH
01
L1
21****5370995
Beatriz Lisboa Campos
Medicina - B/I
CCH
03
L6
21****0640143
Bruno Rodolfo Felix Meira Lima
Medicina - B/I
CCH
02
L6
21****8699101
Carolina Clauss Rambo
Medicina - B/I
CCH
01
L13
21****8720766
Carolina Maliska Haack
Medicina - B/I
CCH
01
L5
21****3712982
Cassio Eduardo Goulart
Medicina - B/I
CCH
01
L2
21****3572087
David dos Santos
Medicina - B/I
CCH
04
A0
21****9724736
Debora de Souza Procopio
Medicina - B/I
CCH
13
L1
21****2120484
Elaine Asme
Medicina - B/I
CCH
09
L1
21****6946530
Everson Coser
Medicina - B/I
CCH
04
L1
21****6214156
Fernando Cardoso Ribeiro
Medicina - B/I
CCH
10
L5
21****1082501
Gabriel Rodrigues
Medicina - B/I
CCH
02
L1
21****8785165
Giulia Amaral de Lima
Medicina - B/I
CCH
11
L5
21****2019043
Giullia Moraes Arrivabene
Medicina - B/I
CCH
03
L5
21****8408927
Isabela Berton Wissmann
Medicina - B/I
CCH
12
L5
21****3744452
Israel Henrique Santos Sousa
Medicina - B/I
CCH
12
L1
21****9118226
Janaina Concatto Witzel
Medicina - B/I
CCH
02
L2
21****6058179
Jessica Tamini de Borba
Medicina - B/I
CCH
06
L1
21****5984886
Joana Franceschini
Medicina - B/I
CCH
10
L1
21****9051478
Joao Pedro Zarth Ferreira
Medicina - B/I
CCH
03
A0
21****0675364
Joelcir Jose Gheno
Medicina - B/I
CCH
01
L9
21****7080461
Jonas Bezerra Alves de Sousa
Medicina - B/I
CCH
03
L2
21****7615427
Jose Lopes de Oliveira Junior
Medicina - B/I
CCH
08
L1
21****8195979
Lauro Antonio Ribeiro Roman Loza
Medicina - B/I
CCH
09
L5
21****1642650
Loren Yuki Shimuta Handa
Medicina - B/I
CCH
13
L5
21****6311483